Imprimir
Sistema Ocepar - Paraná Cooperativo - Informe Diário

Informe Paraná Cooperativo - edição nº 3262 | 16 de Janeiro de 2014

C.VALE: Dia de Campo encerra nesta quinta-feira

diacampo15.01.14 (Small)O Campo Experimental da C.Vale recebeu ontem mais de 6 mil e 500 visitantes. Em dois dias mais de 10 mil pessoas participaram do Dia de Campo de Verão em Palotina. A grande participação de produtores e as boas condições das lavouras estão se refletindo no volume de negócios. Várias novas tecnologias estão sendo apresentadas ao público, através de mais de 325 parcelas demonstrativas de empresas parceiras. Instituições públicas e privadas também estão apresentando os avanços de suas pesquisas. Empresas estão lançando máquinas e implementos agrícolas. As tendências da avicultura e o manejo de suínos e leite também são temas que fazem parte da programação. E pelo quarto ano seguido, a Mostra da Bezerra e da Novilha Leiteira integra a programação. Os participantes também estão tendo acesso a informações sobre plantas medicinais, exposição e comercialização de produtos artesanais e coloniais. No estande dos Núcleos Femininos também estão sendo comercializados o livro de receitas C.Vale 50 anos. A renda será revertida para entidades assistenciais.

Programação desta quinta-feira:

  1. - Abertura para visitação

9h30 - Palestra sobre Plantas Medicinais

  1. - Palestra sobre Manejo e Produção Comercial de Peixes

13h30 - Abertura oficial do evento, com a presença do presidente da C.Vale Alfredo Lang

13h45 - Palestra sobre “O Impacto da Logística no Agronegócio”

  1. -  Premiação da Amostra das Bezerras e do Torneio Leiteiro

15h30 - Dinâmica de Máquinas e Implementos Agrícolas

(Imprensa C.Vale)

 

COODETEC: Cooperativa evolui e apresenta novidades

IMG 3422 (Small)A Cooperativa Central de Pesquisa Agrícola – Coodetec está no Dia de Campo da C.Vale, em Palotina/PR, e apresenta novidades aos visitantes. O evento começou na terça-feira, dia 14, e termina hoje, dia 16. O público não se intimidou com os períodos de chuva e compareceu em peso ao estande da Coodetec. Híbridos de milho de qualidade e cultivares de soja com alto potencial produtivo são destaques nas parcelas demonstrativas da Cooperativa Central. “Nossas cultivares e híbridos possuem características importantes para o produtor rural. O agronegócio evoluiu e a nossa pesquisa acompanhou esse movimento, agregando mais tecnologias e buscando mais qualidade para as sementes CD”, declarou o gerente comercial da Coodetec, Marcelo da Costa Rodrigues.

Confiança - Há 18 anos o produtor de Mercedes/PR, Antonio Moises Zanelatto, aposta e confia nas sementes da Coodetec. Ele acompanhou o Dia de Campo da C.Vale na terça-feira e elogiou a evolução dos híbridos e cultivares CD. “Para mim é um orgulho fazer parte dessa evolução da Coodetec. Planto as sementes CD e sinto satisfação em poder divulgar os resultados de pesquisa da Cooperativa”, afirmou. Nesta safra, Zanelatto plantou as cultivares CD 2644IPRO e CD 2611IPRO. “Estou gostando muito do desenvolvimento da lavoura, que não precisou de aplicação de inseticida. São variedades com sanidade, resistentes ao acamamento e que já demonstram bom potencial produtivo. Minha região é muito quente, muito próxima ao Lago de Itaipu e isso não interferiu no desenvolvimento da plantação. Outro ponto forte é a precocidade, que permite o plantio de milho safrinha.” O produtor de Mercedes já adquiriu as sementes de milho para a safrinha. Ele irá plantar o híbrido superprecoce CD 316Hx. “Já testei no ano passado e gostei muito desse milho. É muito bom, pois possui grão duro e pesado, com sanidade e qualidade. Eu recomendo”, finalizou.

Sobre a Coodetec - A Cooperativa Central de Pesquisa Agrícola – Coodetec é uma empresa que pertence a 185 mil agricultores filiados a 32 cooperativas no Brasil, que juntas somam um faturamento anual de R$ 30 bilhões. Os produtores, além de contar com um fluxo contínuo de produtos e tecnologias de ponta, têm a oportunidade de apontar suas demandas para definição das linhas de pesquisa. O aumento do potencial produtivo das cultivares de trigo e soja, e dos híbridos de milho da Coodetec, safra após safra, se deve aos trabalhos de pesquisa e melhoramento genético, desenvolvidos para cada região produtora do Brasil e Paraguai, de forma específica. A sede da Coodetec fica na cidade de Cascavel, no Oeste paranaense, onde funciona uma rede complexa de ensaios e um departamento de pesquisa estruturado, com modernos laboratórios de melhoramento genético, biotecnologia, fitopatologia, qualidade de sementes e solos. Outros Centros de Pesquisa da Coodetec estão localizados em Palotina/PR, Goioerê/PR, Rio Verde/GO e Primavera do Leste/MT. (Imprensa Coodetec)

 

COCAMAR I: Bom momento da soja favorece negócios no Dia de Campo de Verão

O momento positivo da agricultura, com preços remuneradores para a principal cultura, a soja, favorece a realização de negócios no Dia de Campo de Verão que a Cocamar promove na próxima semana, de quarta-feira (22/01) a sexta-feira (24/01) na Unidade de Difusão de Tecnologias (UDT) da cooperativa em Floresta, região de Maringá. Pelo menos esta é a expectativa dos organizadores, que veem na exposição de máquinas e equipamentos – entre os quais plantadeiras e pulverizadores de última geração - um dos atrativos do evento e também uma oportunidade para que os produtores participantes possam adquiri-los em condições especiais.  Neste ano, a mostra apresenta, como diferencial, a possibilidade de os interessados realizarem um “test drive” com os maquinários, para conhecê-los melhor, numa área de 24 mil metros quadrados. 

Exposição - Para participar do Dia de Campo, que terá também estandes com demonstração de produtos e serviços de cerca de 50 empresas parceiras, entre as quais produtoras de sementes, fabricantes de defensivos e agroquímicos, o agricultor deve retirar um convite na unidade da cooperativa. Segundo a Cocamar, a previsão é que mais de 5 mil convidados, entre produtores e técnicos, visitem o evento, que funcionará das 8:30 às 17 horas.

Informações técnicas- Nos experimentos realizados pela cooperativa e as empresas, os visitantes vão poder avaliar o desempenho de novos cultivares de soja e híbridos de milho e receber orientações sobre aspectos relacionados ao adequado plantio dessas culturas, bem como os efeitos negativos da compactação do solo, um problema comum na região. O objetivo da Cocamar é oferecer informações técnicas que levem ao aumento da produtividade das lavouras. Nesse sentido, outro destaque é a presença de John Maxwell, um importante produtor de milho e soja dos Estados Unidos, que virá especialmente dar dicas aos cooperados sobre como incrementar a produtividade. Ele vai fazer palestras durante o Encontro de Produtores de Soja, evento que integra a grade do Dia de Campo. (Imprensa Cocamar)

COCAMAR II: Dia de Campo nesta quinta-feira em Doutor Camargo

A Cocamar e a empresa Morgan Sementes organizam nesta quinta-feira (16/01) no município de Doutor Camargo, a 30 quilômetros de Maringá, um dia de campo sobre o desempenho de cultivares de soja, na propriedade do agricultor Hermes Balconi. O evento, reunindo produtores e técnicos, será realizado nos períodos da manhã e à tarde. Mais informações podem ser obtidas junto ao entreposto local da cooperativa.  (Imprensa Cocamar)

SOJA: Mapa decreta novo estado de emergência fitossanitária em Mato Grosso

lagarta2A nova portaria do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), que decreta emergência fitossanitária no Estado de Mato Grosso em função do intensivo ataque da lagarta Helicoverpa armigera, descreve todas as 98 cidades produtoras que poderão adotar medidas para controlar os avanços da praga. A nova portaria foi assinada pelo ministro Antônio Andrade e publicada nesta quarta-feira (15.01), no Diário Oficial da União. O novo documento revoga a portaria anterior, de 14 de novembro de 2013, que trazia a mesma decisão, porém não descrevia as cidades atingidas pela Helicoverpa armigera.

Medidas emergenciais- A declaração de emergência fitossanitária vale por um ano. A nova portaria libera o Estado de Mato Grosso para implementação do plano de supressão da praga e adoção de medidas emergenciais, como já havia acontecido em outros Estados, entre elas a importação de defensivos que tenham como ingrediente ativo a substância Benzoato de Emamectina, agrotóxico até agora proibido no Brasil. O Estado de Mato Grosso se mantém na liderança da produção agrícola nacional em culturas como soja, milho e algodão.

 Confira a lista das 98 cidades mato-grossenses que podem adotar estas medidas:

Água Boa, Alto Araguaia, Alto Boa Vista, Alto Garças, Alto Paraguai, Alto Taquari, Araguaiana, Arenápolis, Barra do Bugres, Barra do Garças, Bom Jesus do Araguaia, Brasnorte, Cáceres, Campo Novo do Parecis, Campo Verde, Campos de Júlio, Canabrava do Norte, Canarana, Carlinda, Chapada dos Guimarães, Cláudia, Colíder, Comodoro, Confresa, Diamantino, Dom Aquino, Feliz Natal, Gaúcha do Norte, General Carneiro, Guarantã do Norte, Guiratinga, Ipiranga do Norte, Itanhangá, Itaúba, Itiquira, Jaciara, Juara, Juscimeira, Lucas do Rio Verde, Marcelândia, Matupá, Mirassol d'Oeste, Nobres, Nortelândia, Nova Brasilândia, Nova Canaã do Norte, Nova Guarita, Nova Lacerda, Nova Marilândia, Nova Maringá, Nova Mutum, Nova Nazaré, Nova Santa Helena, Nova Ubiratã, Nova Xavantina, Novo Mundo, Novo São Joaquim, Paranatinga, Pedra Preta, Peixoto de Azevedo, Planalto da Serra, Pontal do Araguaia, Pontes e Lacerda, Porto Alegre do Norte, Porto dos Gaúchos, Porto Estrela, Poxoréo, Primavera do Leste, Querência, Ribeirão Cascalheira, Ribeirãozinho, Rondonópolis, Rosário Oeste, Santa Carmem, Santa Cruz do Xingu, Santa Rita do Trivelato, Santa Terezinha, Santo Afonso, Santo Antônio do Leste, Santo Antônio do Leverger, São Félix do Araguaia, São José do Rio Claro, São José do Xingu, São José dos Quatro Marcos, Sapezal, Serra Nova Dourada, Sinop, Sorriso, Tabaporã, Tangará da Serra, Tapurah, Terra Nova do Norte, Tesouro, Torixoréu, União do Sul, Vale de São Domingos, Vera, Vila Bela da Santíssima Trindade e Vila Rica. (Agrolink)

 

AGROPECUÁRIA: Exportação de carne do Brasil sobe 19,6% em 2013; Hong Kong ganha relevância

coopavel bovinos 38 (Small)A exportação da carne bovina do Brasil em 2013 atingiu o valor recorde de 6,6 bilhões de dólares, alta de 13,9 por cento ante o ano anterior, e um volume de 1,5 milhão de toneladas, 19,4 por cento a mais que em 2012, informou na quarta-feira (15/01) a Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carne (Abiec). Hong Kong ganhou ainda mais relevância como destino das vendas do maior exportador global de carne bovina. O país asiático tirou a liderança da Rússia, recebendo 24 por cento do volume total exportado pelas empresas brasileiras - em receita, a fatia foi de 21,8 por cento.

Hong Kong- O Brasil registrou aumentos significativos nas exportações para Hong Kong, de 75 por cento em receita e 63 por cento em volume, acrescentou a entidade. O país asiático importou 360,73 mil toneladas, ou 1,44 bilhão de dólares no ano, e com isso superou as compras da Rússia, país que figurou como principal comprador da commodity em 2012. "O ano passado foi excepcional para a agropecuária brasileira e acreditamos em um 2014 ainda mais positivo, culminando em um novo recorde de faturamento ao atingirmos a marca de 8 bilhões de dólares", disse o presidente da entidade, Antônio Jorge Camardelli. Além de Hong Kong, os países que se destacaram como importadores foram a Rússia (alta de 16,8 por cento em volume e 9,8 por cento em faturamento), a Venezuela (80 por cento e 88,3 por cento respectivamente) e os Estados Unidos (25 por cento e 17,6 por cento). (Reuters)

 

ECONOMIA: Copom eleva taxa básica de juros para 10,50% ao ano

1426748 93986726[1]O Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central (BC) elevou ontem (15/01) a taxa básica de juros (Selic) de 10% para 10,50% ao ano. Foi o sétimo aumento seguido de abril do ano passado até hoje. De outubro de 2012 a abril de 2013 a taxa permaneceu em 7,25%, no nível mais baixo desde que o Copom foi criado, em junho de 1996. Ao final da primeira reunião do ano, o Copom divulgou que “dando prosseguimento ao processo de ajuste da taxa básica de juros, iniciado na reunião de abril de 2013, decidiu por unanimidade elevar a Selic em 0,50 ponto percentual, para 10,50% ao ano, sem viés”.

Sem surpresas- A elevação da Selic era esperada pelos analistas financeiros, de acordo com o boletim Focus divulgado na última segunda-feira (13/01) pelo BC, uma vez que as atas das últimas reuniões do Copom sinalizaram a tendência de manutenção do processo de aperto monetário. Havia divergências, porém quanto à dosagem. Uns falavam em aumento de 0,5 ponto percentual, por causa do repique da inflação de dezembro, que chegou a 0,92%, enquanto outros defendiam 0,25 ponto percentual como sinalização de que a autoridade monetária está atenta às pressões inflacionárias.

A mais alta do mundo - Hoje, o colegiado de diretores do BC reafirmou a disposição de dar continuidade à elevação da taxa de juros para conter a demanda consumista no mercado doméstico e impedir o avanço da inflação, que fechou 2013 com o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) acumulando 5,91%. Acima, portanto, dos 5,84% do ano anterior. A taxa básica de juros do Brasil já era a mais alta do mundo, e hoje aumentou mais um pouco, com impacto imediato na dívida pública. De acordo com o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), cada ponto percentual de subida na Selic equivale a acréscimo aproximado de R$ 6 bilhões/ano na dívida.

Vem mais por aí - A taxa Selic cresceu 3,25 pontos percentuais de abril de 2013 até hoje. Evoluiu de 7,25% para os atuais 10,50%, e as expectativas dos analistas financeiros apontam para mais aumentos, “embora todos saibam que juros altos reduzem o consumo, mas também inibe os investimentos privados, necessários para a recomposição do parque industrial e geração de mais empregos”, de acordo com a Confederação Nacional da Indústria (CNI). (Agência Brasil)

 

CLIMA: Pancadas de Chuva no Paraná

chuva (Small)Pancadas de chuva atingem o Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Minas Gerais, Rio de Janeiro e São Paulo, nesta quinta-feira (16/01). Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), chuvas isoladas devem ocorrer no Espírito Santo.  Também ocorrem pancadas de chuva e trovoadas em diversas áreas do Centro-Oeste. Deve chover no Distrito Federal, Goiás, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul. Para a região Norte a previsão também é de tempo nublado com pancadas de chuva no Amazonas, Pará, Acre e Amapá. O dia pode ficar nublado em Roraima podendo chover em Rondônia e Tocantins. A Meteorologia indica ainda chuva e trovoadas isoladas no Maranhão e tempo parcialmente nublado com pancadas de chuva isolada nos demais estados da região Nordeste. (Imprensa Mapa)


Versão para impressão


Assessoria de Imprensa do Sistema Ocepar - Tel: (41) 3200-1150 / e-mail: imprensa@ocepar.org.br