Imprimir
Sistema Ocepar - Paraná Cooperativo - Informe Diário

Informe Paraná Cooperativo - edição nº 3268 | 24 de Janeiro de 2014

SHOW RURAL: Mais de quatro mil trabalhadores estão envolvidos nas atividades de montagem

Show Rural 24 01 2014Trabalho intenso na montagem dos estandes do Parque Tecnológico do Show Rural, que acontece entre os dias 3 e 7 de fevereiro. Nessa semana, um grande número de empresas chegou para fazer a instalação da feira que é uma das maiores vitrines de produtos e serviços do agronegócio no Brasil. A coordenação do evento estima que mais de quatro mil trabalhadores estejam envolvidos nos preparativos que incluem desde os espaços para as empresas de equipamentos até a área plantada e de outros serviços. A expectativa, mais uma vez é que o público atinja número recorde. Entre os estandes que estão sendo montados pelas equipes de profissionais das montadoras esta do Sistema Ocepar, que mais um ano ficará junto a Coodetec para atender os produtores cooperados. (Com informações e foto da CGN Cascavel)

 

COPAGRIL: Expectativa de grande público no Dia de Campo em Marechal Cândido Rondon

Dia Campo Copagril 24 01 2014 (7) (Small)Um grande público, entre associados, visitantes e parceiros, prestigiou a noite especial de abertura do Dia de Campo Copagril 2014, realizada na quarta-feira (22/01), no auditório instalado na Estação Experimental da cooperativa, em Marechal Cândido Rondon. O show tecnológico do agronegócio segue até às 18 horas desta sexta-feira (24). A expectativa para esta edição, é que, mesmo com o início da colheita em alguns locais, o evento receba mais de 8 mil visitantes. Além da diretoria executiva da Copagril, várias autoridades políticas, representantes de sindicatos rurais e autoridades empresariais estiveram presentes na abertura do evento.

Autoridades - Conforme o diretor-presidente da Copagril, Ricardo Silvio Chapla, o Dia de Campo é o momento de tirar as dúvidas, conhecer o que há de melhor no agronegócio e fazer negócios. “Aqui são demonstradas todas as tecnologias usadas na região em relação ao agronegócio. Não há necessidade de ir para outro lugar buscar conhecimento e ver o que vai ser plantado, por exemplo. Temos a disposição mais de 100 empresas com oportunidade de realizar negócios”, afirmou. Em seguida, o deputado estadual Elio Rusch, parabenizou a Copagril pelo evento. “A Copagril proporciona meios para que os produtores possam alcançar cada vez mais produtividade, um exemplo disso é o Dia de Campo que traz muitas novidades e tecnologias para serem aplicadas nas atividades agropecuárias”, salientou. O prefeito de Marechal Cândido Rondon, Moacir Froehlich, disse que a Copagril é motivo de orgulho para a região de abrangência. “O desenvolvimento do município é fruto da Copagril e dos empreendedores rurais”, frisou.

ProdafC - Um dos destaques da noite, novamente, foi o  Programa de Desenvolvimento da Agricultura Familiar Copagril (ProdafC). Os associados Silberto Gehring, Milton Paulo Schneider e Jadir Joaquim Daga representaram os 1.309 associados beneficiados e receberam um cheque simbólico. Neste ano, o valor repassado é de R$ 1.112.647. Os associados cadastrados podem ir ao estande da Copagril, no Dia de Campo, e solicitar o benefício. Além disso, ainda levam um brinde exclusivo.    O presidente da Copagril destacou que o ProdafC é uma oportunidade de o agricultor associado obter um ganho a mais e que a cooperativa vai continuar fazendo parte do Programa em 2014.

Palestra - O evento prosseguiu com uma palestra com o professor Gretz, que abordou sobre a importância do cooperativismo e a contribuição da cooperativa no desenvolvimento das pessoas e da região. Em uma palestra bem-humorada, o professor passou informações de autoestima, de como se tornar uma pessoa melhor e sobre o cooperativismo.

Show de humor - Para encerrar a noite, o humorista Juca Bala arrancou muitos sorrisos do público. Ele contou piadas diversas e apresentou paródias. (Assessoria Copagril)

 {vsig}noticias/2014/01/24/Copagril/{/vsig}

DIAS DE CAMPO: Novidades tecnológicas são apresentadas pelas cooperativas do PR

Dia Campo Copacol 24 01 2014 (4) (Small)Durante os primeiros dois meses de 2014, diversas cooperativas paranaenses estarão realizando seus Dias de Campo com a finalidade de levar para seus cooperados o que existe de mais moderno no campo tecnológico de novas variedades de sementes de milho e soja e também no setor pecuário. O engenheiro agrônomo da Gerência Técnica da Ocepar, Robson Mafioletti participou nesta quinta-feira (23/01) de eventos nas cooperativas Copagril e Copacol e hoje estará em Floresta no Dia de Campo da Cocamar.

Copacol– O Dia de Campo da Copacol encerrou nesta quinta-feira com a presença de 1.500 cooperados durante dois dias de evento. Para o cooperado Valdir Meurer o Dia de Campo foi uma experiência interessante: "vou levar para casa novas informações como, por exemplo, do controle de plantas daninhas, lagartas, além de micotoxinas. Se não tivesse eventos como esse estaríamos muito desinformados sobre essas novas tecnologias", comentou. Já o produtor Benedito Salustiano Ferreira também foi ver de perto as novidades da soja e do milho.
"Antigamente como não tínhamos a Copacol e não contávamos com auxílio de agrônomos nossa produtividade era pequena, e agora as coisas evoluem cada vez mais, estou muito feliz. Cada vez novas variedades de sementes surgem e temos que ficar por dentro das novidades", disse.

Ocepar - “São eventos fantásticos, tanto de ensino como de aprendizagem onde das cooperativas, através dos profissionais de assistência técnica e das empresas parceiras, trazem as principais inovações para se produzir cada vez mais e melhor, com novas cultivares, novos defensivos, otimização na adubação, agricultura de precisão, novas máquinas e equipamentos e possibilitam o processo de expansão de produtividade e qualidade na produção de alimentos mais sustentáveis”, lembrou Robson Mafioletti. Segundo ele, um ponto muito discutido no agronegócio brasileiro é a preocupação com as micotoxinas no milho e seus impactos na produção e produtividade de aves, suínos e bovinos de leite que ocorreu na Copacol alertando os cooperados sobre este tema.

DIAS DE CAMPO

COOPERATIVAS E FUNDAÇÕES DE PESQUISA -  SAFRA 2013/14

Janeiro de 2014

PERÍODO

COOPERATIVA/FUNDAÇÃO

LOCAL

09 e 10

COODETEC

Cascavel

10

COAGRU

Ubiratã

14 a 16

CVALE

Palotina

22 e 23

COPACOL

Cafelândia

22 a 24

COPAGRIL

Marechal Cândido Rondon

22 a 24

COCAMAR

Floresta

29 e 30

COCARI

Mandaguari

Fevereiro de 2014

PERÍODO

COOPERATIVA/FUNDAÇÃO

LOCAL

03 a 07

SHOW RURAL COOPAVEL

Cascavel

06 a 13

COAMO

Campo Mourão

19 e 20

FUNDAÇÃO ABC

Ponta Grossa

26 e 27

FUNDAÇÃO AGRÁRIA

Guarapuava

 {vsig}noticias/2014/01/24/DiasdeCampo/{/vsig}

EMATER/PR: Novidades serão apresentadas no Show Rural 2014

ShowRural 2013Com o tema “Alimento Seguro com Produtividade e Renda” o Instituto Emater, vinculado à Secretaria de Estado da Agricultura e do Abastecimento, apresenta novidades no Show Rural Coopavel 2014 que acontecerá, de 03 a 07 de fevereiro, em Cascavel. A preocupação dos técnicos do Instituto Emater no Show Rural passa pela produção de alimentos com sustentabilidade, produzindo mais, gerando renda, visando à melhoria da qualidade de vida da família rural. Com esse objetivo serão apresentadas as tecnologias de produção voltadas à agricultura familiar.

Pequenas áreas - A piscicultura, a apicultura, a produção de madeira e o cultivo de plantas medicinais estão retornando à área do Emater neste ano. Essas atividades são opções indicadas para pequenas áreas, sem comprometer o desenvolvimento das atividades que já existem na propriedade, ocupando a mão-de-obra disponível e gerando renda adicional. Uma atração especial neste ano será a demonstração da biologia da formiga cortadeira, com visualização da organização de um formigueiro.

Parcerias - Na produção de grãos, principalmente da soja, os extensionistas vão demonstrar como deve ser feita a aplicação de agrotóxicos, evitando a deriva ou que os produtos atinjam lavouras vizinhas. Além disso, o controle biológico das pragas e o manejo das plantas daninhas no sistema de plantio direto também vão estarão presentes na área do Instituto Emater no Show Rural. Deve ganhar destaque a campanha “Plante Seu Futuro”, uma parceria da Secretaria da Agricultura do Estado, Emater, Iapar, Embrapa, Faep, Fetaep, Ocepar e Itaipu, objetivando a produção sustentável.

Novas tecnologias - Durante o Show Rural, os extensionistas também vão apresentar a avaliação de perdas de solo e água em lavouras, conforme a quantidade de palha em cobertura. Haverá também a demonstração de equipamentos de alta precisão, tecnologia disponível para a aplicação em propriedades familiares. Para o criador de gado leiteiro, o evento pode ser a oportunidade para discutir com os técnicos como pode ser feito o planejamento forrageiro, o manejo das forrageiras, a criação de bezerras e novilhas e as instalações adequadas de baixo custo.


Homeopatia - As novidades não terminam por aí. O uso da homeopatia na produção animal e a produção de produtos homeopáticos terão um espaço específico neste ano. Na área da agroecologia, em parceria com o Iapar, o Centro Paranaense de Agroecologia (CPRA), a Embrapa a Itaipu, a Coopavel e demais parceiros, será apresentada uma propriedade totalmente conduzida sem insumos químicos. O visitante do Show Rural poderá participar também de uma oficina de produção de doce de leite e iogurte, além de ver uma exposição de equipamentos para a agroindústria e participar de uma  feira com produtos das agroindústrias do estado.

Fruticultura - O potencial da fruticultura será apresentado aos visitantes. A variedade de espécies é grande. Entre as alternativas sugeridas aos produtores da região estão à produção de uva, caqui, goiaba, maracujá, pera, abacaxi e figo. Além da fruta in natura, os técnicos vão orientar quem estiver interessado em fabricar vinho e sucos.  A produção de olerícolas em ambiente protegido, com novos cultivares de tomate e pimentão, a cultivo suspenso de morango no sistema semi-hidropônico e os programas institucionais serão tecnologias apresentadas pela área de olericultura. Uma “packing house” estará em funcionamento, mostrando como a produção agrícola pode ser mais valorizada.

Artesanato - Em conjunto com a Adamop (Associação das Primeiras Damas do Oeste do Paraná), o Instituto Emater criou um espaço com atividades direcionadas às mulheres, como o artesanato. Em parceria com a Fetaep (Federação dos Trabalhadores da Agricultura do Paraná) e com a Arcafar (Associação das Casas Familiares Rurais), o Instituto vai apresentar oportunidades de renda para os jovens. Em todo o estado, os extensionistas organizam excursões de produtores ao Show Rural Coopavel, basta o interessado se inscrever nos escritórios do Instituto Emater, em qualquer município do estado.

Serviço - Mais informações – unidade regional do Instituto Emater de Cascavel – (45) 3219 9300 –  ercascavel@emater.pr.gov.br ou no site: www.emater.pr.gov.br. (Assessoria Emater/PR)

PORTO: Appa inicia programa de educação ambiental com tripulantes das dragas

A ação realizada, na quarta-feira (22/01), na draga chinesa Xin Hai Niu e, hoje (23), na draga brasileira Sucuri, está inserida na atual campanha de dragagem de manutenção dos portos paranaenses, iniciada no final de novembro. Esta semana, a Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (Appa) deu início ao trabalho de educação ambiental da atual campanha de dragagem de manutenção dos portos do Paraná. Pela primeira vez, a ação é realizada com os trabalhadores das dragas utilizadas na obra. Começou ontem (22), pela draga chinesa Xin Hai Niu, e, hoje (23), chega aos nove tripulantes da embarcação brasileira Sucuri.

Encontro - Enquanto faziam o trajeto entre o Porto de Paranaguá e a área de despejo delimitada pelos órgãos ambientais, os 37 tripulantes da draga Xin Hai Niu participaram do primeiro encontro de Educação Ambiental da atual campanha de dragagem. Ao todo, 31 chineses e seis brasileiros receberam informações sobre o Porto de Paranaguá e o entorno. Dividido em cinco módulos, o programa vai trabalhar com os tripulantes este mês e o próximo. Em março, será realizado com a comunidade local para, em seguida, retornar à draga.

“A questão ambiental é uma das prioridades do nosso governo. Esta deve andar ao lado do desenvolvimento econômico. Em virtude disso autorizamos a Appa a realizar os investimentos necessários para desenvolver este trabalho educacional para melhor atender as exigências ambientais”, afirma o governador Beto Richa. Este primeiro encontro tratou de dois módulos: Meio Ambiente e Sociedade. Em seguida, os módulos que serão abordados com os tripulantes da draga serão sobre os impactos da atividade, saúde e segurança no trabalho e, por fim, gestão de resíduos.

Plano de Controle - “Com este programa, estamos atendendo às exigências dos órgãos ambientais. Essas ações seguem um Plano de Controle Ambiental, aprovado pelo Ibama, e estão sendo aplicadas pela empresa contratada para a obra de dragagem. Estamos assumindo a nossa responsabilidade de não apenas garantir a segurança da navegação, mas, também, uma responsabilidade social”, afirma o superintendente da Appa, Luiz Henrique Dividino.  Ao todo foram duas palestras: uma pela manhã, com trabalhadores de dois turnos, e outra no início da tarde. Segundo o comandante da draga chinesa, Gu Zhangming, a equipe da embarcação tem seu próprio plano de controle ambiental. “Em todos os portos pelos quais passamos, trabalhamos com atenção ao meio ambiente. Nossa tripulação sabe que o Porto de Paranaguá é um dos mais importantes do Brasil, portanto essas informações que recebemos hoje só  vêm a complementar o nosso conhecimento, a nossa experiência. Por isso, é importante, sim”, afirma.

Dragagem - A draga chinesa Xin Hai Niu está trabalhando no Porto de Paranaguá desde o final de novembro. Nesta primeira fase, vai dragar 1,3 milhão de metros cúbicos de sedimentos, em áreas compreendendo a bacia de evolução (áreas Charlie 1 e 3) e os berços (Charlie 2). Além destas áreas, serão dragados ainda os canais de acesso ao Porto de Paranaguá e ao Porto de Antonina. A obra custará R$ 115 milhões e será paga com recursos próprios da Appa. Antes, durante e depois da dragagem estão sendo feitos diversos monitoramentos ambientais: monitoramento da atividade pesqueira, da biota (conjunto de seres vivos, nesse caso, marinhos), da qualidade das águas, da turbidez da água, da área de despejo dos sedimentos (rip-rap), da qualidade dos sedimentos, do volume dragado, da dispersão da pluma dos sedimentos e da gestão ambiental da draga. (Assessoria Appa)

MAPA: Definidos os requisitos para comercialização de sêmen de caprinos e ovinos

Foi publicada no Diário Oficial da União desta quinta-feira (23), Instrução Normativa que estabelece os requisitos sanitários para processamento e comercialização de sêmen de caprinos e de ovinos no território brasileiro. Dentre os objetivos da medida está o de complementar as atividades de fiscalização da produção. De acordo com o texto, a colheita, o processamento, a distribuição e a comercialização desse material só podem ocorrer em Centros de Coleta e Processamento de Sêmen (CCPS) registrados no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). Para ingresso no CCPS, os animais deverão estar acompanhados de documento oficial de trânsito animal, bem como de atestado de saúde emitido por médico veterinário registrado no Conselho de Medicina Veterinária. No caso de rebanhos já certificados pelo Mapa, como livres de doenças, não é necessário a realização dos testes, desde que seja apresentada a declaração assinada pelo médico veterinário responsável pela propriedade de origem dos animais, juntamente com cópia do certificado emitido pelo Mapa. A medida passa a valer a partir da data de publicação no Diário Oficial da União. (Assessoria Mapa)


Versão para impressão


Assessoria de Imprensa do Sistema Ocepar - Tel: (41) 3200-1150 / e-mail: imprensa@ocepar.org.br