Imprimir
cabecalho informe

Informe Paraná Cooperativo - edição nº 4909 | 17 de Setembro de 2020

COMPLIANCE EXPERIENCE: Ética, gestão e sustentabilidade são temas do último encontro da série

O último encontro da série Compliance Experince será realizado no dia 22 de setembro. 

O encontro iniciará às 15h30. O professor e coordenador do Programa de Pós-Graduação em Filosofia da PUCPR, Jelson de Oliveira, falará sobre “A importância da ética e do compliance no futuro das organizações”. Na sequência, o advogado Giovani Agostini Saavedra abordará o tema “Como os programas de compliance contribuem para uma gestão transparente e a sustentabilidade dos negócios”. A assessora jurídica do Sescoop/PR, Danielly Andressa da Silva, dá mais detalhes sobre o encontro. Clique aqui

Sustentabilidade das cooperativas - Promovida pelo Sistema Ocepar, por intermédio do Sescoop/PR, a série Compliance Experience quer contribuir para a sustentabilidade das cooperativas paranaenses. O primeiro encontro foi realizado no dia 1º de setembro, com o tema “Governança e privacidade de dados”; o segundo, ocorrido no último dia 10 tratou de “Compliance e investigações internas”. O terceiro, no dia 15 de setembro, teve 

Inscrições - As inscrições para o último encontro Compliance Experience devem ser realizadas até sexta-feira, 18 de setembro. Clique aqui e faça sua inscrição.

compliance 17 09 2020

LIVE: Comunicação colaborativa no mundo cooperativo, com Marlene Marchiori

Nesta sexta-feira (18/09), o Sistema Ocepar promove mais uma live para os profissionais das cooperativas do Paraná. Desta vez, o tema será “Comunicação colaborativa no mundo cooperativo”. A convidada é a professora Marlene Marchiori, pesquisadora, escritora e mentora. A reportagem da Rádio Paraná Cooperativo conversou com Marlene Marchiori para adiantar um pouco os assuntos que ela irá abordar. Clique aqui e confira.

Agende-se - A palestra da Professora Marlene Marchiori será às 14h desta sexta-feira, por meio da plataforma Teams, da Microsoft. O convite com o link de acesso foi encaminhado às cooperativas.  Informações pelo email leandro.macioski@sistemaocepar.coop.br

live 17 09 2020

COOPERLÍDER: Muita poesia e música na programação do Encontro Virtual das Lideranças Femininas Cooperativistas

Este ano o tradicional encontro feminino promovido pelo Sistema Ocepar está especial. O evento, realizado com o objetivo de destacar a importância da presença feminina no movimento cooperativista, será online com transmissão pelo canal TV Paraná Cooperativo no Youtube. Na programação, painel de debate com lideranças femininas que são referência no Paraná, participação do poeta Bráulio Bessa, e apresentação musical com a dupla Overdrive Duo. O evento acontece no dia 25 de setembro, uma sexta-feira, das 13h30 às 16h30. Em entrevista à Rádio Paraná Cooperativo, o presidente do Sistema Ocepar, José Roberto Ricken, destaca a presença feminina no cooperativismo paranaense e convida a todos para o evento. Ouça aqui

Música de qualidade - Overdrive Duo é um fenômeno global, com mais de 3,2 bilhões de visualizações nas redes sociais. A dupla fez turnê mundial. Passou por 14 países, com apresentações nos maiores palcos e festivais do mundo. O Do foi premiado por destaque internacional e está entre os artistas mais vistos do planeta na internet.

Bráulio  Bessa - O poeta ultrapassou a marca de 100 milhões de visualizações em seus vídeos. Participa do programa de TVV Encontro com Fátima Bernardes, do qual é consultor em cultura nordestina. Disseminando sua poesia aos quatro cantos, Bráulio é considerado um dos maiores ativistas da cultura nordestina no mundo.

1 cooperlider 17 09 2020

2 cooperlider 17 09 2020

COVID-19: Comunicado 119 traz mais informações sobre as atividades do Sistema Ocepar

 

covid 17 16 09 2020Desde o início da pandemia, o Sistema Ocepar mantém um comitê para acompanhar e contingenciar os impactos no setor cooperativo. Composto pela diretoria, gerentes e coordenadores da organização, o Comitê discute e avalia as ações que podem ser tomadas para apoiar as cooperativas, bem como planeja as atividades do Sistema Ocepar. Diariamente, um comunicado é emitido com as atividades que a organização esteve envolvida.  Veja abaixo todos os destaques do boletim desta quinta-feira (17/09):

 

1. O Sistema OCEPAR, no dia 16 de setembro, participou do evento virtual para discutir a importância das organizações das cooperativas em prol dos agricultores.

 

2. No dia 16 de setembro, o Sistema OCB, em conjunto com os representantes do Sistema OCEPAR e Ministério da Agricultura- MAPA, realizaram duas reuniões com os representantes dos adidos agrícolas brasileiros da África do Sul e União Europeia.

 

3. O Governo do Paraná, em conjunto com a Sistema FAEP, irá realizar evento virtual no dia 18 de setembro para tratar sobre o clima e as influências do La Niña na safra 2020/2021.

 

4. No dia 15 de setembro, a ALEP – Assembleia Legislativa do Paraná, aprovou a criação da comissão especial para analisar o projeto das taxas de cartório.

 

CRÉDITO RURAL: Informe da Getec mostra como está a captação de recursos na safra 2020/21

credito rural 17 09 2020A Gerência Técnica do Sistema Ocepar divulgou um novo informe de acompanhamento dos recursos captados via crédito rural. O material é elaborado com base em informações do Banco Central de agosto deste ano e inclui o levantamento de recursos captados para a safra 2020/21 voltados ao custeio, comercialização, investimento e industrialização. Acesse aqui e confira o boletim da Getec,

Informações - Para mais informações, ou sugestões, entrar em contato com Maiko Zanella -  maiko.zanella@sistemaocepar.coop.br, ou Jessica Costa - jessica.costa@sistemaocepar.coop.br

Material completo -  Todos os informes elaborados pela Gerência de Desenvolvimento Técnico da Ocepar (Getec), estão disponíveis aqui.

COCARI: Cooperativa exibe Giro Técnico - Cultivares de Trigo pelas redes sociais da cooperativa às 19h30

Na noite desta quinta-feira, a Cocari exibe o Giro Técnico - Cultivares de Trigo, em que nossa equipe de profissionais apresentará aos produtores as novas cultivares de trigo para o ano de 2021. Além disso, o Departamento Técnico irá avaliar o desempenho dos insumos de empresas parceiras, fazendo recomendações sobre o manejo da cultura. Com transmissão no Facebook e no Youtube, o evento inclui o imperdível show de humor do comediante Juca Bala. Para os cooperados, haverá sorteio de dois Diagnósticos de Agricultura de Precisão do setor de Inovação da cooperativa. É hoje, quinta-feira, às 19h30.

Produtores das Sementes Cocari - Segundo o Gerente Técnico no Paraná, Marcelo Luís Basso Meneguim, o objetivo deste evento é demonstrar o desenvolvimento das cultivares de trigo nas lavouras dos produtores das sementes que são beneficiadas em Faxinal-PR. “As cultivares apresentadas neste evento são aquelas produzidas pela cooperativa, ou seja, a Cocari é licenciada e multiplicadora destes materiais”, destacou.

Show de Juca Bala - Cooperados e toda a comunidade poderão assistir ao evento, que vai contar com o show do comediante Juca Bala, diretamente do município de Ponta Grossa-PR. A transmissão será realizada pelas redes sociais da cooperativa no Facebook e no Youtube, pelos perfis @cocaricoop.

Sorteios - Serão sorteados prêmios para o público em geral e dois Diagnósticos Iniciais de Agricultura de Precisão, ofertados pelo setor de Inovação da Cocari, em módulos de 10 hectares, para todos os cooperados.

Programe-se - Aproveite a oportunidade para se informar sobre a cultura do trigo conhecendo o trabalho conjunto dos associados e da equipe técnica da cooperativa. Assista ao vivo ao Giro Técnico – Cultivares de Trigo da Cocari. É nesta quinta-feira (17), às 19h30. (Imprensa Cocari)

{vsig}2020/noticias/09/17/cocari/{/vsig}

 

INTEGRADA: Live aborda formas de melhorar a comunicação interpessoal

integrada 17 09 2020O cooperativismo é uma organização de pessoas. Com o foco no bem-estar de cada membro da família Integrada, a cooperativa realizou na última terça-feira, dia 15, uma transmissão online (live) com a coach e personal organizer Danielle Leonel. A palestra contou como apoio do Sescoop/PR. O tema foi: Conexões verdadeiras: como melhorar a autoestima, motivação para uma vida feliz e saudável

Presença - Centenas de pessoas participaram da live, inclusive com a presença em massa dos membros dos Núcleos Femininos da Integrada. Mediado pela coordenadora de sustentabilidade da cooperativa, Ana Lúcia de Almeida Maia, o evento contou também com a participação do diretor-secretário, Sérgio Otaguiri. Diante de tanta correria no cotidiano das pessoas, Danielle afirmou que, muitas vezes, fazemos as coisas sem estarmos conectados com aquilo que estamos fazendo. “É preciso estar presente para fazer a conexão”, observou.

Conexão - Para Danielle, é necessário que as pessoas saiam do comodismo para conectar-se melhor com as pessoas. “Os assuntos não podem ficar inacabados, pois é preciso se conectar com o outro”, completa. Para melhorar a comunicação entre as pessoas, Danielle sugere cinco passos: Silencie, Conecte (faça conexão verdadeira), Regra de ouro, Envie a mensagem, confirme e confie. 

Silence - No Silencie, Danielle pede para que as pessoas respirem e tomem consciência do seu propósito. No Conecte, a especialista aconselha acompanhar o ritmo da pessoa no início e, aos poucos, traga ela para perto de você, no seu ritmo. Na Regra de ouro, ela orienta que cada indivíduo se coloque no lugar do outro. E, por fim, encaminhar a mensagem de uma forma simples e respeitosa. 

Youtube - Assista a palestra completa de Danielle Leonel no nosso canal do Youtube: https://youtu.be/ac2z4RzvQmY

 

SICREDI RIO PARANÁ: Moradora de Santa Mônica-PR é sorteada na campanha Poupar e Ganhar

sicredi rio parana 17 09 2020Já pensou ganhar R$ 5 mil? A associada Roseni Cordeiro, de Santa Mônica-PR, recebeu essa semana a notícia que estaria com a poupança mais recheada, já que ela foi sorteada na campanha Poupar e Ganhar Sem Parar, promovida pelo Sicredi. No Sicredi é assim, você guarda dinheiro e ainda concorre à prêmios. Essa campanha distribuirá, ao longo deste ano, R$ 2,5 milhões em prêmios, o maior valor em suas cinco edições. 

Como participar - Para participar é fácil, basta fazer uma poupança no Sicredi e a cada R$ 100 aplicados, um número da sorte é distribuído para concorrer à promoção. Se as aplicações forem na modalidade programada, quando há o débito programado mensal para conta poupança do associado, as chances de ganhar são em dobro. São sorteios semanais de R$ 5 mil, o grande sorteio de meio milhão em outubro e um milhão em dezembro.

Investir mais - A associada Roseni, contou que começou a fazer a poupança faz pouco tempo. “Fiquei sabendo da campanha, aí fui depositando, juntava um dinheirinho para poder gerar cupom. Fiquei muito feliz com a notícia de ter sido sorteada. Espero que todo mundo acredite”, ressalta. Roseni conta que pretende utilizar o valor para investir em gado e poupar mais ainda.

Saiba mais - A Sicredi Rio Paraná PR/SP já teve outros três sorteados na campanha. Para saber mais, procure o Sicredi em sua cidade ou acesse nossas redes sociais @sicredirioparana. (Assessoria Sicredi Rio Paraná)

 

SAÚDE: Atividades físicas para as crianças durante (e depois) da quarentena

saude 17 09 2020A atividade física ajuda no desenvolvimento e fortalece a imunidade: criança precisa correr, brincar, se exercitar. Mas, o isolamento social trazido pelo novo coronavírus dificultou a prática para muitas delas.  Aos poucos, algumas regiões retomam as atividades ao ar livre. Preocupada com os cuidados necessários nestes novos tempos, a Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) divulgou um documento com recomendações para as famílias e escolas, envolvendo: a intensidade de exercícios físicos para as crianças, atividades para fazer com as crianças em casa, cuidados na retomada das atividades na rua, crianças e máscaras de proteção e a volta das atividades escolares. No Portal da Unimed Paraná, você encontra o detalhamento de todas essas recomendações. Confira aqui (Portal Unimed Paraná)

 

ECONOMIA: Banco Central mantém taxa de juros brasileira em 2% ao ano

economia 17 09 2020O Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central decidiu, por unanimidade, manter a Selic, a taxa básica de juros da economia, em 2% ao ano. Isso acontece depois de nove cortes consecutivos. A decisão já era esperada pelo mercado. Também foi elevada em conta a alta no preço dos alimentos. A atualização do cenário básico do Copom leva em conta fatores como cenário externo e atividade econômica brasileira. Clique aqui e veja nota do Banco Central com a análise do assunto. 

PLANTIO: Mapa publica zoneamento do consórcio milho com braquiária de 2ª safra e do feijão de 2ª safra

plantio 17 09 2020Foram publicadas no Diário Oficial da União desta quarta-feira (16/09) as Portarias de 260 a 287 com o Zoneamento Agrícola de Risco Climático (Zarc), ano-safra 2020/2021, para o cultivo do milho consorciado com braquiária de 2ª safra para as seguintes Unidades da Federação: DF; GO; MT; MS; MA; PI; AC; PA; TO; MG; SP e PR. Também foram publicadas as portarias para o cultivo do feijão de 2ª safra para as seguintes Unidades da Federação: DF; GO; MT; MS; BA; SE; AC; RO; TO; ES; MG; RJ; SP; PR; RS e SC.

Menor risco - O Zarc tem o objetivo de indicar períodos de menor risco para o plantio, reduzindo a probabilidade de ocorrerem problemas relacionados a eventos climáticos não desejáveis, dessa forma, permite ao produtor identificar a melhor época para plantar, levando em conta a região do país, a cultura e os diferentes tipos de solos. O modelo agrometeorológico considera elementos que influenciam diretamente no desenvolvimento fisiológico da planta como temperatura, chuvas, umidade relativa do ar, ocorrência de geadas, água disponível nos solos, demanda hídrica das culturas e elementos geográficos (altitude, latitude e longitude).

Para que serve o Zarc? - Os agricultores que seguem as recomendações do Zarc estão menos sujeitos aos riscos climáticos e poderão ser beneficiados pelo Programa de Garantia da Atividade Agropecuária (Proagro) e pelo Programa de Subvenção ao prêmio do Seguro Rural (PSR). Muitos agentes financeiros só liberam o crédito rural para cultivos em áreas zoneadas e para o plantio de cultivares indicadas nas portarias de zoneamento.

Novidades - Para a safra 2020/2021 o zoneamento do consórcio milho com braquiária de 2ª safra e do feijão de 2ª safra tiveram como principal novidade a inclusão de matérias mais atuais, que foram desenvolvidos pelos diversas empresas obtentoras/mantenedoras de cultivares. (Assessoria Mapa / Foto: Embrapa)

AGRONOMIA: Engenheiros debatem plano de gestão para o CREA-PR

agronomia 17 09 2020Junto com engenheiros agrônomos de Curitiba, o engenheiro Ricardo Rocha apresentou seu plano de trabalho em videoconferência organizada pela Associação dos Engenheiros Agrônomos do Paraná-Curitiba, presidida pelo engenheiro agrônomo Luiz Antonio Corrêa Lucchesi. Enfatizando questões referentes à àrea, o candidato à presidência do Crea-PR falou sobre seus projetos junto com os candidatos à Mútua-PR (engs. Julio Russi e Luiz Eduardo Caron) e ao Confea (eng. Agrônomo Daniel Galafassi).

Avanços - “Reforcei os avanços conquistados na minha primeira gestão, como exemplo a melhoria da fiscalização em parceria com a Câmara da Agronomia, seus conselheiros e diretores, dentro das diretrizes da prevenção, orientação e educação”, diz Ricardo Rocha. Ele citou ainda a implantação do Comitê Empresarial do Agronegócio, que fomentou a representação da área na governança do Crea-PR, envolvendo cooperativas e entidades ligadas à agricultura (como Ocepar, Coamo, Cocamar, Coopavel e Faep, entre outras) para desenvolver melhores políticas e fiscalização para o setor.

Convênio - “Destaco o convênio assinado recentemente com a Ocepar, cujo processo foi iniciado em minha gestão, e que permite o registro de ARTs sociais pelos produtores familiares, alterando o valor de R$ 88 para R$ 5 e permitindo o registro das atividades de extensão e planejamento rural com valor mais acessíveis e condizentes com a realidade deste segmento”, comenta. 

Importância - “Foi muito importante a conversa para os candidatos apresentarem o que estão pensando para suas respectivas entidades no que diz respeito à valorização profissional e do Sistema Confea/Crea/Mútua. Nosso sistema está cada vez mais ligado à tecnologia, por isso os candidatos têm que estar alinhados a questão da inovação nos processos produtivos, tecnologias do campo e desenvolvimento”, cita o eng. Agrônomo Robson Mafioletti, superintendente da Ocepar. “A conversa foi boa muito tranquila e proveitosa, reforçando nossos laços de amizade. Vamos nos empenhar para levar os amigos profissionais para comparecerem no dia da votação”, avisa o eng. agrônomo Hugo Vidal Reis. (Engenheiro Ricardo Rocha)

TRANSPORTE: Porto de Paranaguá recebe 24% mais caminhões em 2020

transporte 17 09 2020

Em 2020, cerca de 350 mil caminhões passaram pelo porto de Paranaguá. O número é 24% maior que nos primeiros oito meses de 2019, quando foram pouco mais de 293 mil veículos recebidos. Os caminhoneiros, que não pararam durante a pandemia de Covid-19, são responsáveis por 84% das movimentações de produtos que chegam ou saem pelo porto paranaense. “Os motoristas são essenciais para a economia nacional, são eles que transportam nossas riquezas, nossos alimentos, medicamentos e insumos hospitalares. Na crise do coronavírus, eles mostraram, mais uma vez, a força da categoria”, destaca o diretor presidente da Portos do Paraná, Luiz Fernando Garcia. Nesta quarta-feira (16/09), foi comemorado o Dia Nacional do Caminhoneiro.

Cuidado - Com a crise do coronavírus e a supersafra de soja, o trabalho dos caminhoneiros garantiu a manutenção das atividades portuárias e os recordes na exportação de grãos. Para dar segurança aos motoristas e suas famílias, o Governo do Estado montou uma estrutura de saúde e prevenção. “Desde o dia 24 de março, todos os caminhoneiros e acompanhantes que passam pelos Portos do Paraná passam por uma triagem inicial, com medição de temperatura e atendimento médico 24 horas. O objetivo é que os motoristas possam trabalhar com tranquilidade, sabendo que sua saúde é prioridade”, conta Garcia. 

Ações - Ao todo, 359.013 pessoas passaram pela estrutura. O Pátio de Triagem de Caminhões também recebeu pias para higienização das mãos, novos chuveiros, bebedouros, bandejas e tapetes higienizadores. Em conjunto com o Ministério da Saúde e Secretária Estadual de Saúde, foram disponibilizadas 5 mil doses de vacina contra gripe. 

Alimentação - Durante os dias mais críticos da pandemia, a Portos do Paraná distribuiu 55 mil kits de alimentação aos motoristas. A ação foi uma forma de ajudar os caminhoneiros que enfrentavam dificuldades de encontrar restaurantes abertos nas estradas. O caminhoneiro Eliézer Rodrigues, que veio de Ponta Grossa carregado de soja, se surpreendeu com a entrega. “É um cuidado importante. Com certeza, nos sentimos mais valorizados”, disse. 

Parceria - Através do Sistema Sest/Senat, também foram distribuídos mais de 3.000 kits higiene. Empresas e sindicatos também realizaram ações para o público, com entrega de lanches e álcool em gel. 

RECORDE - Em abril, o Pátio de Triagem do Porto de Paranaguá chegou a receber 58.499 caminhões. Três mil veículos acima do recorde anterior, de 55.835, em março deste ano. (Assessoria Appas / Foto: Claudio Neves) 

Em 2020, cerca de 350 mil caminhões passaram pelo porto de Paranaguá. O número é 24% maior que nos primeiros oito meses de 2019, quando foram pouco mais de 293 mil veículos recebidos. Os caminhoneiros, que não pararam durante a pandemia de Covid-19, são responsáveis por 84% das movimentações de produtos que chegam ou saem pelo porto paranaense. “Os motoristas são essenciais para a economia nacional, são eles que transportam nossas riquezas, nossos alimentos, medicamentos e insumos hospitalares. Na crise do coronavírus, eles mostraram, mais uma vez, a força da categoria”, destaca o diretor presidente da Portos do Paraná, Luiz Fernando Garcia. Nesta quarta-feira (16/09), foi comemorado o Dia Nacional do Caminhoneiro. Cuidado - Com a crise do coronavírus e a supersafra de soja, o trabalho dos caminhoneiros garantiu a manutenção das atividades portuárias e os recordes na exportação de grãos. Para dar segurança aos motoristas e suas famílias, o Governo do Estado montou uma estrutura de saúde e prevenção. “Desde o dia 24 de março, todos os caminhoneiros e acompanhantes que passam pelos Portos do Paraná passam por uma triagem inicial, com medição de temperatura e atendimento médico 24 horas. O objetivo é que os motoristas possam trabalhar com tranquilidade, sabendo que sua saúde é prioridade”, conta Garcia. Ações - Ao todo, 359.013 pessoas passaram pela estrutura. O Pátio de Triagem de Caminhões também recebeu pias para higienização das mãos, novos chuveiros, bebedouros, bandejas e tapetes higienizadores. Em conjunto com o Ministério da Saúde e Secretária Estadual de Saúde, foram disponibilizadas 5 mil doses de vacina contra gripe. Alimentação - Durante os dias mais críticos da pandemia, a Portos do Paraná distribuiu 55 mil kits de alimentação aos motoristas. A ação foi uma forma de ajudar os caminhoneiros que enfrentavam dificuldades de encontrar restaurantes abertos nas estradas. O caminhoneiro Eliézer Rodrigues, que veio de Ponta Grossa carregado de soja, se surpreendeu com a entrega. “É um cuidado importante. Com certeza, nos sentimos mais valorizados”, disse. Parceria - Através do Sistema Sest/Senat, também foram distribuídos mais de 3.000 kits higiene. Empresas e sindicatos também realizaram ações para o público, com entrega de lanches e álcool em gel. RECORDE - Em abril, o Pátio de Triagem do Porto de Paranaguá chegou a receber 58.499 caminhões. Três mil veículos acima do recorde anterior, de 55.835, em março deste ano. (Assessoria Appas / Foto: Claudio Neves) Em 2020, cerca de 350 mil caminhões passaram pelo porto de Paranaguá. O número é 24% maior que nos primeiros oito meses de 2019, quando foram pouco mais de 293 mil veículos recebidos. Os caminhoneiros, que não pararam durante a pandemia de Covid-19, são responsáveis por 84% das movimentações de produtos que chegam ou saem pelo porto paranaense. #infraestrutura#portos;

AGRICULTURA: Adapar orienta sobre proibição de agrotóxicos com Paraquat

agricultura 17 09 2020A Agência de Defesa Agropecuária do Paraná (Adapar) está intensificando as orientações a produtores rurais e comerciantes sobre a proibição do uso e comercialização de agrotóxicos com o ingrediente Paraquat. A proibição, determinada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), passa a valer a partir do dia 22 (RDC nº177 e da RDC nº190, de 2017).

Tóxico - Esse produto é classificado como extremamente tóxico. A partir do final de 2017, a Anvisa impôs restrições à aplicação de agrotóxicos com ingrediente ativo Paraquat para algumas culturas e equipamentos de aplicação. Entre as restrições, consta que as aplicações só podem ser feitas por meio de tratores com cabine fechada, evitando o contato dos aplicadores com a substância. Em 2018, o Paraquat deixou de ser comercializado em embalagens inferiores a cinco litros. Neste ano, o dia 22 de setembro vai marcar a proibição definitiva do uso e comercialização do produto em todo o território nacional, independente da cultura ou da forma de aplicação.

Fiscalização - Para garantir o cumprimento das resoluções da Anvisa no Paraná, a Adapar, que já vem orientando os produtores e comerciantes sobre as restrições e proibição desse ingrediente ativo desde 2017, reforçou as orientações. “Estaremos atentos para que ocorram as fiscalizações e o acompanhamento nessa fase final”, explica o gerente de Sanidade Vegetal da Agência, Renato Rezende Young Blood.

Penalização - Os agrotóxicos encontrados a partir dessa data com comerciantes ou usuários serão interditados e os fabricantes notificados a recolher o produto. Se for constatado comércio, prescrição ou uso, os responsáveis ficarão sujeitos a penalização.

Atendimento - Em caso de dúvidas, produtores e comerciantes podem procurar os fiscais de Defesa Agropecuária da Adapar. Seguindo as recomendações de segurança, algumas unidades estão funcionando com número reduzido de funcionários. Mas, apesar da pandemia, os trabalhos de fiscalização a campo não pararam e estão sendo realizados de forma direcionada por meio do controle da comercialização e prescrição das receitas agronômicas obtidas junto ao sistema Siagro, que possibilita a realização de um trabalho de inteligência junto aos comerciantes, profissionais de agronomia e usuários do princípio ativo Paraquat e demais agrotóxicos em geral. (Agência Estadual de Notícias / Foto: Jonas Oliveira)

Informações - Endereços e telefones das unidades podem ser encontrados no link:

http://www.adapar.pr.gov.br/index.php?PHPSESSID=2kpevtp14d9hk3dusrmve2tmqgso0tqp


Versão para impressão


RODAPE