cabecalho informe

COOPERATIVISMO: OCB/GO elege nova diretoria

 

cooperativismo 25 03 2019O Sindicato e Organização das Cooperativas Brasileiras no Estado de Goiás (OCB/GO) elegeu, na quinta-feira passada (21/03), sua nova diretoria para a próxima gestão 2019/2023. Luís Alberto Pereira vai assumir a presidência da Casa, juntamente com nove conselheiros administrativos e fiscais efetivos, além de três conselheiros fiscais suplentes (veja composição no final da matéria).

 

Primeira vez - Ele vai suceder a Joaquim Guilherme Barbosa de Souza, com quem já atua, desde 2015, como vice da OCB/GO. Luís Alberto também é vice-presidente do Sicoob Engecred-GO, do qual faz parte da diretoria há 13 anos. É a primeira vez na história da OCB/GO que um representante do Ramo Crédito vai comandar a instituição. Em mais de 60 anos de fundação, a entidade teve presidentes sempre do Ramo Agropecuário.

 

Votação - A votação foi realizada na manhã de quinta-feira (21/03), durante Assembleia Geral Ordinária (AGO), no edifício Goiás Cooperativo, sede da OCB/GO. A nova diretoria concorreu com chapa única e foi eleita por unanimidade, entre os representantes de cooperativas filiadas presentes na AGO.

 

Representatividade - Durante a assembleia, Luís Alberto falou aos cooperativistas, ressaltando a preocupação do grupo em compor uma chapa forte e com representatividade, na busca de atender todos os ramos do cooperativismo do Estado, e composta por representantes de quatro, das cinco centrais registradas na OCB/GO: Sicoob Goiás Central, Sicoob Uni, Central Sicredi Brasil Central e Centroleite.

 

Foco - O presidente eleito enumerou três principais pontos a serem focados no trabalho da próxima gestão. Uma delas é a redução de custos da OCB/GO, a partir da procura de novas fontes de receitas e da priorização de gastos, para que se possa diminuir, gradativamente, as taxas de manutenção e sindicalista. Para ele, essa medida poderá impactar no aumento de cooperativas filiadas.

 

Comunicação - Outra prioridade citada por Luís Alberto é a qualificação da comunicação cooperativista, para colar a imagem do cooperativismo ao trabalho de responsabilidade social que é nato do movimento. "Não estou falando só da responsabilidade social do Dia de Cooperar ou das ações que fazemos localmente. Essas são importantes, mas o mais importante é o poder que nós temos de provocar desenvolvimento na sociedade em que estamos, de garantir empregos para pessoas à margem do mercado de trabalho. Então, precisamos comunicar esses valores agregados em nossas peças e colar essa imagem ao cooperativismo", destacou.

 

Qualificação - O terceiro foco a ser buscado no seu mandato é a qualificação e capacitação cooperativista, sem esquecer da busca por inovação e tecnologia. Segundo Luís Alberto, é preciso fazer ainda mais, sobre o muito que já é feito na formação profissional. "Precisamos transformar aquele prédio anexo do Sescoop/GO num verdadeiro centro de treinamento do cooperativismo, fazer, ali, a escola do cooperativismo, oferecendo cursos apropriados para cada ramo, para cada tamanho de cooperativa."

 

Sescoop/GO - /Ao ser eleito presidente da OCB/GO, Luís Alberto também assume, automaticamente, a presidência do Sescoop/GO. A regra é determinada pela Medida Provisória 1.715, de 1998, que aprovou a criação do Sescoop, e, posteriormente, pelo Decreto 3.017/99, que aprovou o Regimento Interno do Sescoop. Com isso, ele passa a ser presidente do Sistema OCB/GO.

 

Mandato - O mandato de quatro anos da nova diretoria da OCB/GO vai de 2019 a 2023. A solenidade de posse será no dia 26 de abril, na sede do Sescoop/GO, com um almoço para representantes de cooperativas e convidados. Presidente e conselheiros iniciam os trabalhos no próximo dia 2 de maio, quando será realizada a assinatura da posse.

 

Mudanças - Durante a AGO, Joaquim Guilherme ressaltou que essa eleição entra para a história da OCB/GO como a primeira a eleger um presidente do ramo crédito. Em mais de 60 anos de instituição, o controle da Casa esteve nas mãos de representantes do setor agropecuário, que, nas palavras do atual presidente da OCB/GO, "foi e é um ramo muito importante para o cooperativismo goiano". Para Joaquim Guilherme, essa mudança demonstra maturidade por parte de todo o sistema cooperativista e, sobretudo, a força do ramo crédito.

 

Intercooperação - "Sabemos que várias cooperativas de crédito nasceram atreladas a outras atividades, mas elas cresceram muito e, hoje, têm muito a nos ajudar na agropecuária, saúde, transporte, educação. Acredito que o Luís vai ser o porta-voz da mudança que precisamos fazer, de uma intercooperação presente, viva e atuante. Ele tem essa responsabilidade de, representando o crédito, abraçar todos os outros setores, fazer uma grande intercooperação e mostrar que, juntos, nós podemos crescer e ir longe", destacou.

 

Perfil - Luís Alberto Pereira tem 58 anos e é formado em Engenharia Civil, pela Universidade Federal de Goiás (UFG). É um dos fundadores da cooperativa de crédito Sicoob Engecred-GO, que nasceu, em 2001, segmentada para profissionais engenheiros e que, atualmente, é de livre admissão. Por 13 anos, atuou no Conselho de Administração da cooperativa, do qual foi presidente por sete anos. Atualmente, é vice-presidente do Sicoob Engecred-GO, assim como do Sistema OCB/GO, desde 2015.

 

Sefaz - O próximo presidente do Sistema OCB/GO também é funcionário de carreira da Secretaria da Fazenda de Goiás (Sefaz), desde 1984. Ingressou como auditor fiscal, por concurso público, mas já exerceu, ao longo de mais de 30 anos, os cargos de superintendente-executivo da Sefaz, do Tesouro Nacional, de Gestão de Ação Fiscal na Receita Estadual e diretor-financeiro e de Relações com o Mercado. Foi, ainda, um dos formuladores do Programa de Desenvolvimento Industrial de Goiás (Produzir), instituído, por lei, em 2000.

 

Empresário - Luís Alberto é empresário da área de construção civil, sócio-fundador e diretor administrativo financeiro da Santa Cecília Empresa de Engenharia e Arquitetura.

 

Conselho Consultivo - O dia de trabalho foi iniciado com a realização de Assembleia Geral Extraordinária (AGE), que aprovou alteração estatutária para criar o Conselho Deliberativo. O novo órgão da OCB/GO será formado por ex-dirigentes da organização, que farão troca de informações e emitirão aconselhamentos, que possam qualificar melhor as decisões do Conselho de Administração. Os membros do Conselho Deliberativo não serão remunerados, nem terão poder de voto ou decisão, apenas contribuirão com suas experiências de gestão e de atividade cooperativista.

 

Prestação de contas - Na sequência da reunião, foi realizada a Assembleia Geral Ordinária (AGO), com a prestação das contas do Sistema OCB/GO referentes ao exercício de 2018. A superintendente do Sistema, Valéria Mendes, repassou ao público um resumo das atividades realizadas ao longo do ano, frisando que todos os dados estão detalhados no Relatório de Atividades do Sistema OCB/GO, distribuído aos presentes na AGO e que também será encaminhado a todas as cooperativas registradas. (Sistema OCB/GO / Informe OCB)

 

OCB-GO - DIRETORIA ELEITA PARA A GESTÃO 2019/2023

Presidente

Luís Alberto Pereira (Sicoob Engecred-GO)

Vice-Presidente              

Astrogildo Gonçalves Peixoto (Coapil)

Secretário

Vanderval José Ribeiro (Sicoob do Vale)

Conselheiros de Administração

Dourivan Cruvinel de Souza (Comigo)

Clidenor Gomes Filho (Sicoob Uni)

Celso Ronaldo Raguzzoni Figueira (Central Sicredi Brasil Central)

Pedro Barbosa de Oliveira (Centroleite)

Clayton Silva Pires (Sicoob Credisaúde)

Valdenor Cabral dos Santos (Coopmego)

Conselheiros Fiscais Efetivos

Clóvis Ribeiro Dias (Sicoob Credi Comigo)

Zeir Ascari (Sicredi Cerrado GO)

Lister Borges Cruvinel (Sicoob Centro-Sul)

Conselheiros Fiscais Suplentes

José Altair Neto (Cooperabs)

João Gonçalves Vilela (Cagel)

Douglas Augusto Ribeiro (Cootreg)

 

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to LinkedIn

Últimas Notícias