Início Sistema Ocepar Comunicação Informe Paraná Cooperativo Últimas Notícias SICOOB UNICOOB: Comitiva da Bahia conhece boas práticas realizadas com apoio do Instituto Sicoob

 

 

cabecalho informe

SICOOB UNICOOB: Comitiva da Bahia conhece boas práticas realizadas com apoio do Instituto Sicoob

 

Intercooperação, aprendizado e troca de experiências. Foram essas as palavras que definiram os dois dias em que a comitiva do Sicoob Central Bahia esteve na Central Sicoob Unicoob para conhecer as boas práticas realizadas pelas singulares junto à comunidade, com apoio do Instituto Sicoob. 

 

Imersão - Formado por 20 integrantes, o grupo composto por um dirigente, uma Pessoa de Desenvolvimento Estratégico (PDE) e 18 Pessoas de Apoio Estratégico (PAE), responsáveis por realizar e coordenar as ações do Instituto Sicoob nas cooperativas baianas, passou por uma verdadeira imersão e conheceu, in loco, aquilo que as singulares realizam no Paraná.

 

Momento mais teórico - No primeiro dia a comitiva participou de um momento mais teórico. Logo no início o grupo conheceu o portfólio do Instituto Sicoob na Central Sicoob Unicoob e ouviu as PAEs do Sicoob Credicapital, Vanessa Mota, de Cascavel (PR), e do Sicoob Metropolitano, Adilso Carniel, de Maringá, falarem sobre os projetos aplicados pelas cooperativas. Na parte da tarde os integrantes visitaram a sede da singular maringaense e foram à Evoa, a primeira aceleradora de empresas de Maringá e região que tem iniciativa do Metropolitano e conta com apoio de empresas do ecossistema de inovação. 

 

Prática - Já no segundo dia da visita as atividades foram todas práticas. O grupo se dirigiu a Peabiru (PR) para conhecer os trabalhos e acompanhar a Assembleia Geral Ordinária (AGO) da Cooperativa Mirim Sagrado Coração, que tem como madrinha o Sicoob Metropolitano. A comitiva também teve a oportunidade de participar de uma roda de conversa com a secretaria de educação da cidade para discutirem os resultados e reflexos da aplicação do Concurso Cultural, Cooperjovem e a Cooperativa Mirim no munícipio.

 

Compreensão - E foi justamente conhecer a prática da Cooperativa Mirim no dia a dia que facilitou a compreensão da comitiva sobre o que é, de fato, a essência do Instituto Sicoob. É o que garante Iara Fernandes do Santos, diretora operacional e Conselheira de Administração do Sicoob Copelba. “Com certeza levarei para a Bahia a essência do cooperativismo que vi nessa Cooperativa Mirim. Pode-se dizer que é uma semente que vai geminar no sistema como um todo e

no próprio cooperativismo, pois já conseguimos ver aqui crianças com postura de liderança, além da cooperação, compartilhamento e compromisso entre eles mesmos.”

 

Boa impressão - A Cooperativa Mirim impressionou tanto os PAEs e PDE que, mesmo sendo um programa desafiador e que demanda muito trabalho, já tem gente que se interessou em implantar. “A gente sempre vê a Cooperativa Mirim como um programa que, de fato, depende de uma maturidade, porque é um pouco mais complexo, mas depois de ver isso aqui hoje todos querem e desejam sentir essa emoção e transformação. Foi fundamental para engajar, ainda mais, e fechar a visita com o sentimento de que é possível, sim, fazer, desde que se entenda as particularidades de cada localidade”, revela Patrícia Saldeado, Pessoa de Desenvolvimento Estratégico da Central Bahia.

 

Diferença - Mas a visita não foi importante apenas para a comitiva da Bahia. Para os integrantes da Cooperativa Mirim esse intercâmbio também fez a diferença. “É muito legal receber esse pessoal. Ficamos muito felizes em ter essas pessoas que vieram lá do outro lado do Brasil para ver o nosso trabalho em uma cidade bem pequenininha. Mostramos para eles como fazemos o papel cartão reciclável, porque queremos que a escola pare de comprar papel e utilize esse reciclável que é sustentável”, explica Ana Júlia Marques da Silva, presidente da Cooperativa Mirim Sagrado Coração.

 

Ações que transformam a educação - De acordo com Cleosir Venceslau Fermino, secretária de Educação, Cultura, Esporte e Lazer de Peabiru, contar com os programas do Instituto Sicoob na cidade é um grande privilégio. “Desde 2015, quando os programas do Instituto Sicoob foram implantados aqui no município, eu observo a evolução, tanto na mudança de comportamento e transformação da classe docente, quando dos alunos. O Concurso Cultural, Cooperjovem e a Cooperativa Mirim são um sucesso e são ‘as meninas dos olhos’ para nós do setor da educação”, confessa.

 

Recado - A secretária também deixou um recado para a comitiva da Bahia. “Não pensem duas vezes para implementar os programas lá. Só se tem a ganhar. São só ganhos, pontos positivos e favoráveis para a construção de uma educação de qualidade e cada vez melhor”, completa ela. 

 

Intercooperação que faz a diferença - Para Patrícia Saldeado, Pessoa de Desenvolvimento Estratégico da Central Bahia, o movimento de intercooperação dá uma outra dimensão do que são os programas do Instituto. “Ver as ações na prática é completamente diferente. Mesmo que a gente veja os vídeos, que são bem produzidos e transmitam emoção, nada é como estar aqui. Nossa expectativa agora é sentar, planejar e entender que sabemos onde queremos chegar, mas que ainda temos uma longa caminhada ainda até chegar lá.”

 

Troca - A analista de projetos do Instituto Sicoob na Central Sicoob Unicoob Fernanda Paiva Pedrone, destaca que, “embora na teoria, a comitiva tenha vindo para aprender um pouco conosco, a intercooperação promove um troca de informações e conhecimento que sempre agregam para os dois lados envolvidos, o que não deixa de ser cooperativismo em sua essência. Esperamos e torcemos muito para que o que eles viram aqui possa ajuda-los e motiva-los a realizarem os programas na Bahia, assim como temos certeza que aprendemos com eles e melhoraremos, ainda mais, aquilo que já temos feito”.  

 

Funcionamento - A visita do Sicoob Central Bahia teve como objetivo apresentar, na prática, como funcionam os programas e ações desenvolvidos aos integrantes da comitiva, já que agora, com a nacionalização do Instituto Sicoob ocorrida no ano passado, as Centrais de todo o Sicoob poderão implantar os programas nas respectivas áreas de atuação. (Imprensa Sicoob Unicoob)

 

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to LinkedIn

Últimas Notícias