cabecalho informe

COAMO II: Caminhos da profissão forma mais 36 alunos em CM

A parceria entre a Coamo e o Serviço Nacional de Aprendizagem da Indústria (Senai) para a realização do curso de auxiliar de panificação por meio do programa Caminhos da Profissão vem dando bons resultados. Iniciada em 2015, em Campo Mourão (Centro-Oeste do Paraná), hoje são mais de 15 municípios atendidos no Paraná e mais de 600 profissionais formados. No dia 7 de novembro, foi realizada a formatura de mais 36 alunos em Campo Mourão, onde também participam da parceria o Rotary Club e a prefeitura.

Apoio - A Coamo apoia o curso com o mix de produtos dos Alimentos Coamo. O objetivo é que pessoas da comunidade que ainda não têm uma formação iniciem profissionalmente. Sem custo algum para os alunos e com duração de 160 horas, as aulas abordam a teoria e prática, com a utilização dos alimentos produzidos pela cooperativa, como: farinha de trigo, margarina, gordura vegetal e óleo de soja.

Resultados - Recém-formado, Anderson Aparecido, está contente com os resultados do curso. “Estou com um projeto de mudar de profissão e o que aprendi será fundamental. Sem contar, que o uso dos Alimentos Coamo fez toda a diferença. Eu já usava os alimentos da cooperativa e com o curso voltado para um uso profissional tive mais certeza da qualidade de toda a linha.”

Pronta para o mercado - Outra formanda que está pronta para o mercado de trabalho é Adélia Berechavinski. Aos 62 anos, ela está com força total para dar um novo rumo em sua vida. “Nunca é tarde para aprender e começar algo. Foi muito bom participar deste curso, pois como já sou aposentada quero garantir uma renda extra para a minha família, fazendo o que gosto. Vou produzir e vender as receitas que aprendi.”

Pães - A instrutora do Senai e gastrônoma, Juceli Ferrari, lembra que os alunos aprenderam a produzir 48 tipos de pães, literalmente colocando a mão na massa. “O aluno sai apto a trabalhar no segmento de panificação e, inclusive, a gerir seu próprio negócio na área. Desde o início dessa parceria temos o retorno de muitos alunos que mudaram de vida graças a essa formação. Muitas empresas também nos procuram para indicar alunos, pois sabem do profissionalismo e qualidade realizados estes cursos de panificação. ”

Teoria e prática - De acordo com a instrutora do Senai e nutricionista, Rebeca Fagundes dos Santos, durante o curso eles aprendem a teoria sobre manipulação de alimentos e depois colocam em prática. Um curso que exige a adoção de alimentos adequados. “Precisamos de produtos específicos para o que estamos fazendo, a farinha da Coamo por exemplo é própria para a panificação e eu, inclusive, já conheço e uso na minha casa, pois sei da qualidade dos Alimentos Coamo”, destaca.

Parceria fundamental - Para o presidente do Rotary Club de Campo Mourão, Marcelo de Oliveira Lima, essa parceria é fundamental para que o curso seja realizado. “Esse curso vem ao encontro da nossa filosofia que não é dar o peixe, mas ensinar a pescar. Isso motiva e engaja as pessoas a buscar um futuro melhor.”

Aprendizado - O vice-prefeito de Campo Mourão, Beto Voidelo, destaca que o aprendizado é algo que a pessoa tem e ninguém tira. “Essa parceria continuará, pois traz resultados significativos. Quem aprende sempre se torna alguém melhor.”

Outras cidades - Ainda conforme a coordenadora pedagógica do Senai, Daiane Pereira, essa parceria entre Senai e Coamo se estende também à outras cidades. “Aonde tem Senai e tem o curso Caminhos da Profissão, tem a Coamo. Graças a essa parceria que esses cursos são realizados de forma satisfatória. Esse programa possibilita para jovens e adultos que querem entrar no mercado de trabalho ou mudar de profissão, o sonho de realização profissional.”

Produto final diferenciado - Representando os Alimentos Coamo, o superintendente Industrial da Coamo, Divaldo Correa, também esteve na formatura. “Estamos levando ao conhecimento desses novos profissionais, a qualidade que os Alimentos Coamo têm para garantir um produto final diferenciado. Nosso produto é seguro e tem origem, porque desde a escolha da semente que será plantada nos campos dos mais de 28 mil associados da Coamo até a entrega e industrialização, existe assistência técnica, rastreabilidade, segurança e qualidade.”

Importância da qualificação - O presidente da Coamo, José Aroldo Gallassini destaca a importância de se qualificar a mão de obra. “A Coamo tem um compromisso com a comunidade e nada melhor do que apoiar as pessoas por meio do desenvolvimento profissional. Com esta parceria, estão sendo formados profissionais para atuar em um ramo que tem demanda e mercado para crescer. São realizados cursos para pessoas de diversas cidades do Paraná e ficamos satisfeitos em contribuir para a qualificação das pessoas, abrindo novas portas para quem quer dar um novo rumo a sua vida”, comenta. (Imprensa Coamo)

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to LinkedIn

Últimas Notícias