cabecalho informe

ENCONTRO ESTADUAL VI: Ratinho Junior comemora decisão que “isola” o Paraná como estado livre de peste suína clássica

O governador do Paraná, Ratinho Junior, comemorou a assinatura da instrução normativa n° 63, que “isolou” o estado como área livre de peste suína clássica (PSC). A medida retirou o Paraná de bloco que incluía outros 13 estados, alguns deles próximos a locais onde foram registrados focos da doença. A decisão do Ministério da Agricultura (Mapa) evita que a incidência de PSC em outros estados, cause restrições à comercialização de produtos paranaenses. “É uma medida importante estrategicamente para o Paraná, que é o segundo maior produtor de carnes suínas do Brasil, muito perto de se consolidar também como líder nesta cadeia produtiva”, afirmou, durante entrevista coletiva no Encontro Estadual de Cooperativistas Paranaenses, nesta sexta-feira (06/12), no Centro de Eventos da Lar, em Medianeira. “É uma chancela que contribui para os negócios das cooperativas e com a venda de seus produtos, já que o mundo, principalmente a China, está comprando muitos alimentos do Brasil e do Paraná. A medida colabora para que os produtores paranaenses possam ser os grandes protagonistas da produção de alimentos do planeta”, disse.

Investimentos - O governador também enfatizou a importância do anúncio das cooperativas do Paraná, que estimam investimentos de R$ 3,8 bilhões a partir de 2020. Para Ratinho Junior, ao ampliar o volume de recursos destinados, principalmente, a projetos agroindustriais, armazenagem e logística, o setor demonstra seu potencial como gerador de renda e empregos em todas as regiões do estado. “Das dez maiores cooperativas da América Latina, seis são paranaenses. Além delas, existem mais de 200 médias, micro e pequenas cooperativas, que ajudam a industrializar alimentos, ampliam o valor agregado da produção de associados e impulsionam a nossa economia”, enfatizou. Segundo Ratinho Junior, o estado está num patamar diferenciado de crescimento. “Até novembro, o Paraná gerou 66 mil novos empregos com carteira assinada. Os investimentos privados vão fechar o ano acima de R$ 22 bilhões, e a indústria paranaense vai crescer 6,7%, maior do que a estimativa de expansão da China, estimada em 5,5%”, concluiu.

 

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to LinkedIn

Últimas Notícias