cabecalho informe

COCARI: Cooperativa e Embrapa identificam planta resistente ao glifosato

Em parceria com o Departamento Técnico da Cocari (Detec), a Embrapa divulgou, nesta semana, um comunicado técnico em que foi relatada a identificação de uma planta resistente ao herbicida glifosato, na propriedade de um cooperado situada na região do Vale do Ivaí, no Paraná. A planta é conhecida como leiteiro ou amendoim-bravo (Euphorbia heterophylla) e a sua identificação foi realizada a partir do monitoramento da lavoura e da observação de plantas daninhas que não estavam sendo controladas pelo herbicida.

Identificação - O trabalho de identificação iniciou durante a safra 2016/17, quando o produtor relatou ao engenheiro agrônomo da Cocari Luciano Junior Rodrigues que não houve o controle de algumas plantas daninhas do leiteiro após aplicação do glifosato. No entanto, a quantidade de plantas ainda era reduzida à época. “Na safra seguinte, verificou-se uma população maior desta planta sem ser controlada. Por isso, foi feita uma aplicação de glifosato na dosagem máxima recomendada na bula do herbicida e houve um bom controle, porém, observou-se a sobra de algumas plantas. Já na safra 2018/19 foi realizada a aplicação na dosagem máxima recomendada, mas não houve o controle.

Parceria - Diante disso, na safra 2018/19, o engenheiro agrônomo do Detec entrou em contato com o pesquisador da Embrapa Fernando Adegas, que se prontificou a visitar a área, onde foi feita coleta de sementes para os testes em laboratório. Os resultados iniciais indicaram forte resistência da planta ao defensivo. Segundo o engenheiro agrônomo Luciano Junior Rodrigues, na safra 2019/20, o pesquisador e sua equipe montaram as parcelas de tratamento para observar quais dosagens e outros possíveis herbicidas pré e pós emergentes que seriam mais eficientes no controle dessa planta daninha, quando constataram em campo a resistência da planta ao referido defensivo.

Reunião - Nos próximos dias, a Embrapa realizará uma reunião com toda a equipe técnica da Cocari para transmitir orientações sobre as melhores alternativas para o controle do amendoim-bravo.

Equipe qualificada - Para o supervisor técnico da Cocari, Marcelo Meneguim, a resistência é um fator negativo para a agricultura, pois impõe novos desafios na estratégia de manejo. “A identificação da resistência e as estratégias de manejo, por parte do quadro técnico da Cocari, evidenciam a preocupação técnica em buscar as soluções que venham a atender as necessidades de cada associado”, disse. A Cocari, sempre preocupada quanto à qualidade do atendimento ao seu cooperado, não mede esforços na capacitação técnica de seus colaboradores, visando atender os desafios da moderna agricultura, trabalhando constantemente em parceria com órgãos oficiais, em especial a Embrapa.

Trabalho junto ao produtor - O Detec visita as propriedades dos cooperados periodicamente, porém, sempre que o produtor percebe algo diferente na lavoura, pode entrar em contato para que a equipe da Cocari possa prontamente atendê-lo. (Imprensa Cocari)

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to LinkedIn

Últimas Notícias