FEIRA: Cooperativas participam da Anufood 2020

Na mesa dos brasileiros, produtos como leite, café, temperos, frutas e grãos estão entre os itens mais consumidos. E a origem deles, muitas vezes é desconhecida. Mas você sabia que esses produtos têm uma origem coop? Pois é. O que as cooperativas produzem estão muito mais presentes na nossa vida do que imaginamos.

Anufood - É por isso que a OCB, em parceria com o Ministério da Agricultura, por meio do programa Brasil Mais Cooperativo, levou diversos ingredientes com DNA coop para a segunda edição da feira Anufood Brazil, realizada em São Paulo, desde segunda-feira (09/03), no centro de exposição São Paulo Expo. A feira conta com 400 marcas de 24 países e tem expectativa de circulação de 10 mil pessoas.

Alimentos e bebidas - A Anufood Brazil é a única feira na América Latina totalmente dedicada a empresas de vários segmentos do setor de alimentos e bebidas, além de ser considerada pioneira na forma como apresenta o agronegócio e seus produtos in natura.

Contatos - “É um evento que se destaca por oferecer a oportunidade de manter contatos com potenciais clientes e pela prospecção de vendas futuras. Apesar disso, é possível realizar a venda direta de produtos aos visitantes e compradores”, comenta o presidente do Sistema OCB, Márcio Lopes de Freitas.

Diretriz - A exposição dos produtos das cooperativas faz parte das diretrizes aprovadas no 14º Congresso Brasileiro do Cooperativismo, com o objetivo de criar mais oportunidades de negócio nos mercados nacional e internacional.

Qualidade - Tereza Cristina, ministra da Agricultura, participou da abertura da Anufood e destacou a qualidade da comida e da bebida produzidas no Brasil, o que garantirá, em pouco tempo, o sucesso da feira. Tereza Cristina disse ainda que o evento demonstra como o Brasil tem plenas condições de agregar valor aos produtos que exporta, o que é muito melhor por gerar empregos também nas indústrias do país.

China - Em relação às negociações com a China, um dos grandes parceiros comerciais do Brasil no agronegócio, ela acha que o país precisará demonstrar que a indústria brasileira de alimentos e bebidas é moderna e tem capacidade de exportar produtos já acabados para o maior mercado consumidor da Ásia, que atualmente ainda é muito voltado às commodities.

BR + Cooperativo - O Ministério da Agricultura montou um estande na feira e disponibilizou um espaço para que empreendimentos e cooperativas agropecuárias divulguem e comercializem seus produtos. Trata-se do estande do Brasil Mais Cooperativo, estruturado numa área de 200 m2. As cooperativas expositoras contam com espaço para negociação, balcão expositor, espaço coletivo para depósito das amostras e apoio técnico das equipes da OCB e do Mapa durante todo o evento.

Cozinha Show - Visando promover ainda mais os produtos dos expositores e estimular os negócios, o estande contará com uma Cozinha Show. Um espaço de demonstrações gastronômicas feitas por chefs que utilizam em seus pratos os ingredientes das cooperativas participantes. Estima-se que sejam realizadas 450 refeições por dia demonstrando tanto a qualidade quanto as possibilidades dos produtos negociados no estande.

Público-alvo - A feira reúne importantes tomadores de decisão do agronegócio tais como: distribuidores, atacadistas, redes de restaurantes e franquias, rede hoteleira, empórios, padarias e confeitarias, sorveterias, pizzarias, cafeterias, fornecedores para serviços de alimentação e grandes redes de supermercados de todo o país.

Resultados - Os resultados preliminares são:

- 565 contatos realizados

- R$ 440.000,00- valor de negócios fechados na feira

- R$ 1.740.000,00- prospecção para os próximos 12 meses

- Principais países que se interessaram pelos produtos: Alemanha, Peru, Argentina, Bolívia, Paraguai, Emirados Árabes, Filipinas, França, Korea, Chile, Reino Unido, Canadá, China, Turquia.

(Informe OCB)

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to LinkedIn