REUNIÕES INSTITUCIONAIS: Sistema Ocepar se reúne com a diretoria da Coamo e da Credicoamo

 

Na manhã desta segunda-feira (11/05), representantes do Sistema Ocepar e da Coamo e Credicoamo realizaram uma reunião institucional virtual. O objetivo foi discutir o cenário atual, com foco na pandemia do novo coronavírus e as ações do cooperativismo paranaense frente a crise.  “Para o cooperativismo não tem sentido separar o rural e o urbano. Temos uma grande responsabilidade em relação ao desenvolvimento de todo Paraná. Por este motivo, não podemos parar”, destacou o presidente do Sistema Ocepar, José Roberto Ricken, ao abrir a reunião. 

 

Sistema Ocepar - Em sua explanação, Ricken falou também sobre as ações que o Sistema Ocepar, entre as quais, as que visam auxiliar as cooperativas neste momento de dificuldade. “O momento pede uma análise profunda do que estamos fazendo. Nosso objetivo é ser relevante e essencial para as cooperativas apoiando as cooperativas no que elas precisam e de forma muito profissional. E a Coamo é uma referência para nós, em relação à governança e gestão profissional”, disse. 

 

Quarentena - Durante a reunião, realizada por videoconferência, o superintendente da Ocepar, Robson Mafioletti, fez um resumo das ações da organização desde meados de março, quando teve início a quarentena no Paraná. “Estamos com 100% da nossa equipe trabalhando em home office. Tivemos que nos adaptar e continuamos atendendo as cooperativas”, disse. Ele lembrou o foco dos trabalhos nesse período foi analisar os impactos da pandemia nas cooperativas e, de forma conjunta com a OCB, focar o trabalho de representação institucional no atendimento das demandas do setor. “Tivemos quatro reuniões, por vídeconferência, com a ministra da Agricultura, Tereza Cristina, para discutir a questão de capital de giro para liquidez, bem como a prorrogação das parcelas dos investimentos e propostas do cooperativismo para o Plano Safra 2020/21. Houve ainda reuniões com o setor financeiro (Banco Central, BNDES es principais bancos do país), com o Governo do Estado para discutir questões como a renovação do Convênio ICMS 100, manutenção do Programa Tarifa Rural Noturna”, contou. 

 

Indicadores e demandas - Na sequência os coordenadores Silvio Krinski (Ocepar) e João Gogola (Sescoop/PR) falaram sobre as perspectivas de mercado para este ano, os indicadores do cooperativismo do Paraná e das cooperativas Coamo e Credicoamo. Falaram ainda das sobre as demandas atuais e pós-crise que estão pautando o trabalho de representação institucional do Sistema Ocepar junto ao Governo Federal, entre as quais a necessidade de capital de giro e para investimento, limites para tomada de crédito, e redução na taxa de juros para o Pronaf, Pronagem, bem como para os programas do BNDES (Procap-Agro, Prodecoop, PCa, Inovagro, Moderagro e Moderfrota).

 

Sescoop/PR - Sobre a atuação do Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo no Paraná, o coordenador de Gestão Estratégica, Alfredo Kugeratski Souza, apresentou o portfólio de programas e projetos do Sescoop/PR, pontuando aqueles que a Coamo e a Credicoamo estão integrados.  Também participaram da reunião o superintendente do Sescoop/PR, Leonardo Boesche, e os analistas Fernando Mendes e Emerson Barcik.

 

Cooperativas - Participaram da reunião o presidente do Conselho Administrativo da Coamo, José Aroldo Gallassini, e todos os integrantes da diretoria executiva das duas cooperativas. “Recebemos boas informações hoje e vamos analisar com muito cuidado”, disse o presidente executivo da Coamo. Airton Galinari. “Esse trabalho de Autogestão dá uma segurança muito grande. Parabéns pela iniciativa”, completou o presidente executivo da Credicoamo, Alcir José Goldoni. 

 

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to LinkedIn