cabecalho informe

REUNIÃO INSTITUCIONAL I: Cenário econômico-financeiro da Codepa é apresentado no 33º encontro promovido pelo Sistema Ocepar

Profissionais do Sistema Ocepar estiveram reunidos com representantes da Cooperativa de Desenvolvimento e Produção Agropecuária (Codepa), na tarde desta terça-feira (14/07), durante a 33ª reunião institucional realizada por videoconferência, com o propósito discutir a situação econômico-financeira da cooperativa por meio da apresentação de indicadores e comparativos com outras cooperativas paranaenses do mesmo ramo e região, visando ao aprimoramento da gestão.

Abertura - O encontro foi aberto pelo superintendente do Sescoop/PR, Leonardo Boesche, que discorreu sobre como o Sistema Ocepar adaptou suas atividades em virtude da pandemia do novo coronavírus. “No dia 16 de março, nós criamos o Comitê de Acompanhamento e Prevenção da Covid-19 e, no dia 20 de março, foi instituído o trabalho remoto na entidade. Estamos há quase 120 dias com todos os nossos colaboradores desenvolvendo suas atividades de suas casas. Tivemos que nos adaptar e recorrer a outros meios para produzir e concluímos que a forma virtual tem resultado em ganho de produtividade, sem perder a qualidade,” frisou. Ele também elencou várias ações realizadas com o objetivo de atender as demandas do cooperativismo e apresentou o mapa estratégico do Sistema Ocepar. “Todas as nossas ações precisam ter essencialidade e relevância para as cooperativas. Esse é o sentido na nossa existência. É para isso que nós trabalhamos e queremos sempre melhorar a nossa forma de atuação”, finalizou.

Outros temas – Na reunião, houve ainda a participação do analista de Desenvolvimento Técnico da Ocepar, Jhony Moller, que apresentou indicadores da economia nacional, fez um comparativo entre os fatores de mercado com o faturamento da cooperativa, tratou sobre a produção de grãos no Brasil e no Paraná e preços médios da soja, milho e trigo no Estado. Também destacou medidas do Plano Safra 2020/21. Já o analista técnico do Sescoop/PR, Jessé Rodrigues, falou sobre os indicadores do cooperativismo paranaense e mostrou os cenários econômico e financeiro da Codepa. Ele também fez uma explanação sobre como a pandemia do novo coronavírus vem impactando nos negócios das cooperativas paranaenses. O coordenador de Desenvolvimento Cooperativo, Leandro Macioski, falou sobre as atividades finalísticas do Sescoop/PR. Ele mostrou como a cooperativa tem aplicado os recursos nos eventos de formação profissional e promoção social, o portfólio de atividades que são disponibilizadas pela entidade e em quais a Codepa está presente e concluiu com as novidades disponíveis na área de formação, como plataformas de ensino a distância e publicações de interesse do setor. O evento contou também com a presença do coordenador da área de monitoramento da Gerência de Desenvolvimento Cooperativo (Gecoop), João Gogola Neto, e demais profissionais da entidade.

A cooperativa - Com sede em Mangueirinha, no Sudoeste do Paraná, a Codepa foi fundada em 21 de março de 2001. Ela possui uma Unidade de Beneficiamento de Sementes (UBS), com capacidade operacional de 1.200 sacas ao dia, com potencial de aumento para 3.600 sacas ao dia e capacidade de armazenamento de 100.000 sacas. Atualmente a UBS passa por um processo de reforma e ampliação, sendo que no local são processadas sementes de soja, feijão e trigo. Além disso, a cooperativa possui unidades de recebimento, beneficiamento e armazenamento de grãos. Atua ainda com a venda de produtos agropecuários e assistência técnica aos cooperados. Mantém um Campo Experimental e trabalha com agricultura de precisão. Ao todo, ela possui 966 cooperados e 128 funcionários. No ano passado, a Codepa atingiu faturamento de R$ 198,7 milhões, o que representou um crescimento de 8,43% em relação ao exercício anterior e, de acordo com as projeções a área de monitoramento da Gecoop, há potencial para que a cooperativa alcance R$ 210 milhões de movimentação financeira em 2020.

Resultado - Ao final da reunião, o  diretor-presidente da Codepa, Nelson José Konzenk afirmou que a expectativa é boa em relação ao desempenho da cooperativa. “Eu tenho certeza de que o ano de 2020, apesar da pandemia, será um dos melhores em termos de resultado para a cooperativa. Nós temos a necessidade de nos capitalizar mais e vamos trabalhar em cima disso. Muito obrigado a vocês por sempre dar esse norte para as cooperativas.”

Participantes - Além do presidente, participaram do encontro o diretor-secretário da cooperativa, Carlos Eduardo Salvalaio Fritzen, o gerente Edson Luciano Brasil, o engenheiro agrônomo Jocenei Jose Machado Vieira, o auxiliar contábil-fiscal, Diekson Fabris, a analista de RH, Marieli Charneski Lunkes, o contador responsável, Leandro Lerias, e a consultora Gislaine Zanolla.

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to LinkedIn

Últimas Notícias