cabecalho informe

COOPAVEL: Parceria é firmada com a Pioneer para a produção de sementes de soja

coopavel 14 08 2020A Coopavel e a Pioneer, duas referências do agronegócio brasileiro, acabam de assinar uma parceria histórica para a produção conjunta de sementes de soja. A confirmação do acordo aconteceu em recente encontro de diretores das duas empresas, em Pato Branco, onde está a Sementes Guerra, que foi adquirida pela Coopavel no ano passado. “É, sem dúvida, um momento de grande alegria à direção e a todos que integram essas três empresas, que se tornam parceiras em uma área em forte expansão na agricultura brasileira”, segundo o presidente da Coopavel, Dilvo Grolli.

Primeiras conversas- O gerente da Unidade de Beneficiamento de Sementes da Coopavel, Anderson Granville, informa que há um bom tempo foram iniciadas as primeiras conversas de olho em uma parceria que pudesse unir a cooperativa e a Pioneer na produção de sementes. Já havia o interesse da norte-americana, que atua no Brasil há cinco décadas, em multiplicar a produção de sementes e com a compra pela Coopavel de uma estrutura moderna em Pato Branco deu à cooperativa as condições certas para participar do projeto.

Duas cultivares precoces - Em uma primeira fase serão produzidas duas cultivares precoces, uma delas mais adaptada à realidade de solo e clima do Oeste e outra obedecendo esses mesmos critérios em relação ao Sudoeste. Dilvo Grolli informa que essa junção de forças e interesses traz grandes possibilidades, tanto em novos lançamentos de cultivares quanto de transferência de tecnologias.

Expertise - “As três (Pioneer, Coopavel e Sementes Guerra) têm expertise na produção de sementes e vão oportunizar aos agricultores a condição de também serem produtores de sementes, uma vez que o melhor dessa tecnologia vai ser levada ao campo e elevará ainda mais a produtividade de safras futuras”. A Pioneer surgiu em 1913 em Iowa, nos Estados Unidos, e é referência mundial em melhoramento de sementes de soja e milho.

Cooperativismo - O presidente da Coopavel cita a característica do cooperativismo agrícola de agregar valor aos cooperados e de melhorar as condições econômicas do campo. “Hoje, temos bons preços à soja, milho, trigo e carnes e estamos alcançando produtividades jamais vistas. A força do agronegócio tem sido determinante ao superávit da balança comercial brasileira em um ano bastante difícil à economia. O saldo, devido ao bom momento do agro, é de R$ 50 bilhões, e sem a participação dele o déficit da balança no ano estaria em R$ 23 bilhões”, destacou Dilvo.

Produtor é o que mais ganha - O gerente de Distrito de Vendas da Pioneer, Sérgio Watanabe, lembrou que há uma história de quase 40 anos de parceria entre a empresa e a Coopavel. “Sentimo-nos muito honrados em ter sido convidados a dar continuidade e aumentar ainda mais a importância desse trabalho conjunto a partir da produção e multiplicação de sementes”. É uma grande satisfação participar desse projeto, reforçou Sérgio, afirmando que quem mais ganha com a parceria são os produtores rurais que terão à disposição sementes voltadas a ganhos expressivos em produtividade.

Estrutura otimizada - A Coopavel otimiza a sua estrutura, que é ampla e dotada de tecnologia sofisticada, e incrementa negócios em uma área em expansão da cooperativa no Sudoeste, destaca o vice-presidente Jeomar Trivilin. Ele reforça ainda que se trata de uma parceria com uma empresa idônea e tradicional. “Essa integração merece ser ressaltada, porque o objetivo é o mesmo: levar o melhor ao campo de olho em resultados mais expressivos”, diz o gerente de Filiais do Oeste Altair Garcia. Um dos aspectos mais determinantes dessa junção de forças e conhecimentos é a possibilidade de aumentar o portfólio de sementes, gerando novas oportunidades ao agricultor, pontua o gerente de Filiais do Sudoeste, Adelar Goehl. (Imprensa Coopavel)

 

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to LinkedIn

Últimas Notícias