Início Sistema Ocepar Comunicação Informe Paraná Cooperativo Últimas Notícias FÓRUM: Sistema Ocepar realiza último evento do ano com cooperativas de transporte

 

 

cabecalho informe

FÓRUM: Sistema Ocepar realiza último evento do ano com cooperativas de transporte

Na manhã desta terça-feira (01/12), o Sistema Ocepar promoveu o terceiro Fórum de Dirigentes de Cooperativas de Transporte do Paraná. Durante o evento virtual, que reuniu 32 cooperativistas, foram abordadas ações realizadas pela entidade em defesa dos interesses das cooperativas. E os dirigentes também apresentaram novas demandas e sugestões que farão parte do plano estratégico do ramo para 2021. De acordo com coordenador de Monitoramento da Gerência de Desenvolvimento Cooperativo (Gecoop), João Gogola Neto, essas demandas são relatadas de forma técnica para, então, serem apresentadas às entidades pertinentes. “Por exemplo, as questões que são de competência da OCB, são encaminhadas para fazer parte do plano de ação nacional, via Conselho Deliberativo Nacional do ramo.”

Evento - Além de Gogola Neto, a abertura do fórum, o terceiro e último do ano, contou com a participação do coordenador estadual do ramo transporte, Marcos Antonio Trintinalha, e da gerente de Desenvolvimento Cooperativo, Maria Emília Pereira Lima. Com duração de mais de três horas, o evento teve uma pauta extensa. Entre os assuntos, o cenário econômico e os resultados obtidos por estas cooperativas no estado ao longo do ano, além de temas tratados pelo Conselho Consultivo Nacional, como frota verde, RNTRC Digital, Manual Contábil, Tributário e Operacional, reforma tributária e o Encontro Nacional do Ramo Transporte.

Peculiar - Na abertura do fórum, Trintinalha enfatizou o atual momento difícil que afetou a vida de todos, devido ao isolamento social imposto pelas autoridades sanitárias para fazer frente à pandemia do coronavírus. Como o transporte é uma atividade essencial, o setor se manteve em operação e obteve resultados muito bons. “Este é um ano diferente, e muito difícil, com coisas novas todos os dias. Mas estamos cumprindo a nossa missão com a realização de um trabalho necessário e muito legal, que foi, por exemplo, o de levar alimentos para todos. E neste momento de dificuldades, o transporte foi muito valorizado. Para chegar a isso, contamos com o apoio da Ocepar, e também da OCB, para que pudéssemos nos desenvolver continuamente durante todo o ano”, enfatizou.

Superação - A gerente de Desenvolvimento Cooperativo, Maria Emilia, também classificou o período como um ano diferente, mas de muita superação e vitórias, a ponto de alguns setores do cooperativismo terem obtido faturamento e resultado muito bons. “O transporte foi um setor que não parou, por ser uma atividade essencial e também em cumprimento de sua missão, gerando resultados para os cooperados e a necessária entrega para a sociedade. Como estamos em plena elaboração do plano estratégico do cooperativismo paranaense, o PRC200, que tem como uma das metas alcançar o faturamento de R$ 200 bilhões, temos de nos reunir e falar das ações com os ramos do cooperativismo para focarmos, juntos, nessa meta. E isso passa também pelo atendimento das demandas das cooperativas por meio de articulações da entidade junto com a OCB e aos governos estadual e federal. Podem contar conosco. E agradecemos a confiança que depositam no Sistema Ocepar para fazer a representação institucional do setor”, enfatizou.

Organização - O superintendente do Sescoop/PR, Leonardo Boesche, ressaltou que as cooperativas de transporte são um dos ramos que mais têm se destacado no estado pelo nível de organização nos últimos anos. “Por isso, tem obtido bons resultados. Afinal, dos debates entre vocês surgem as demandas que são encaminhadas para nós, o que contribui para melhorar a nossa interação para articular a busca de solução para elas nas várias esferas de decisão, no estado e em nível nacional. E estamos aqui sempre prontos a ouvi-los, acolher e dar encaminhamento às demandas de vocês e, assim, contribuir, para o desenvolvimento do cooperativismo”, acentuou.  Boesche não pode estar presente na abertura do evento devido a compromissos prévios de agenda.

Estratégia - Um ponto alto do fórum foi a apresentação do portfólio digital Cooperativas de Transporte do Paraná pelo coordenador Gogola Neto e pelo analista técnico do Monitoramento, Jessé Aquino Rodrigues, o responsável pela elaboração do material em atendimento a uma demanda do setor.  O manual contém a apresentação de 20 cooperativas, que concordaram em participar do projeto e enviaram informações para a elaboração do perfil de cada uma, com os serviços que prestam e os diferenciais de atuação no segmento. A iniciativa objetiva conquistar mais clientes e promover a intercooperação de ramos, especialmente do agro, que tem grande demanda pelos serviços de transporte, ou seja, estabelecer parcerias de oferta e contratação de serviços de transportes entre cooperativas. Esta é primeira versão do portfólio que, até o final deste mês, será disponibilizado no site do Sistema Ocepar, além de ser enviado eletronicamente para as cooperativas de transporte. ‘Pretende-se com isso, divulgar, de forma organizada, as atividades das cooperativas desse ramo para atingir um grande número de potenciais clientes com informações precisas e periodicamente atualizadas”, anunciou o coordenador de Monitoramento.

Ramo - De acordo com indicadores dos nove primeiros meses de 2020, elaborados pela Coordenadoria de Monitoramento da Gecoop, no Paraná há 35 cooperativas de transporte, com 3.750 cooperados e 166 funcionários. Até setembro, o setor contabilizava receita bruta de R$ 343,9 milhões, com sobras (lucro) de R$ 9,4 milhões, e recolhido R$ 10,6 milhões em impostos. A estimativa é fechar o ano com faturamento de R$ 417 milhões, superando em mais de 20% os R$ 347,4 milhões de 2019.

 

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to LinkedIn

Últimas Notícias