cabecalho informe

COVID-19: Governo anuncia novas medidas restritivas no combate ao coronavírus no Paraná

Durante coletiva de imprensa realizada na manhã desta sexta-feira (26/02), o governador do Estado do Paraná, Ratinho Júnior, anunciou a publicação de um novo Decreto que restringe o funcionamento de algumas atividades não essenciais, no sentido de conter o contágio pelo coronavírus. Segundo o governador, “hoje estamos no pior momento da pandemia desde que ela iniciou, por isso a necessidade de restringir a circulação de pessoas e a transmissão da doença”, frisou. O governador ressaltou que “desde o início fizemos uma opção de trabalhar com a verdade que muitas vezes dói. Melhor que trabalhar a com mentira que conforta. A situação é caótica e dobramos o número de leitos de UTI em quatro meses. O Paraná é referência na compra de equipamentos, EPI, medicamentos. Esta nova cepa que chegou no Brasil e se alastrou por todo o país fez com que a infecção tomasse uma velocidade jamais imaginada, por isso a necessidade dessas medidas”.

Anúncio - O anúncio foi feito no Palácio Iguaçu e contou com as presenças dos secretários da Saúde, Beto Preto e da Casa Civil, Guto Silva e do diretor de Gestão em Saúde da Secretaria de Estado da Saúde, Vinícius Filipak.

MEDIDAS DO DECRETO:

A partir da zero hora do dia 27 de fevereiro de 2021 às 5 horas do dia 08 de março de 2021

1. Suspensão do funcionamento dos serviços e atividades não essenciais;

2. Proibição de circulação em espaços e vias públicas das 20h às 05h;

3. Proibição de comercialização e consumo de bebidas alcoólicas em espaços de uso ou coletivo no período das 20h às 05h;

4. Suspensão das aulas presenciais em escolas estaduais públicas e privadas, inclusive nas entidades conveniadas com o Estado do Paraná, cursos técnicos e em universidades públicas e privadas;

5. Adequação do expediente dos trabalhadores aos horários de proibição provisória de circulação definidos neste Decreto;

6. Atividades religiosas somente com atendimento individual ou culto on-line;

7. Regime de teletrabalho par órgão do Estado;

8. Permitidos Delivery, Drive-Thru e Take Away;

9. Priorização da substituição do regime de trabalho presencial para o teletrabalho presencial para o teletrabalho, quando possível;

10. Suspensão das cirurgias por 30 dias para unidades públicas e privadas. O objetivo é assegurar estoque de medicamento anestésico e reduzir demanda por leitos hospitalares;

11. Intensificação da fiscalização para cumprimento das medidas.

Clique aqui para conferir na íntegra o Decreto nº 6983

Clique aqui para conferir o material apresentado durante o anúncio

Clique aqui para conferir o áudio do governador anunciando as medidas

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to LinkedIn

Últimas Notícias