cabecalho radio

Giro Cooperativo


Estudo mostra impactos do pedágio no transporte de grãos e de insumos no Paraná
O pedágio onera o transporte de grãos em todas as regiões do Paraná e chega a representar 45,26% do custo do transporte, como no caso de cargas que saem de Foz do Iguaçu, no Oeste do Estado, com destino à Paranaguá, que pagam R$ 977,60 em tarifas. Mesmo em localidades mais próximas do porto, como em Ponta Grossa, esse índice pode atingir 19,96%. Essas são algumas das conclusões do estudo feito pela Gerência Técnica e Econômica do Sistema Ocepar (Getec), que fez um levantamento para mensurar o impacto dos atuais valores de pedágio praticados nas estradas paranaenses nos custos do transporte de grãos e insumos. O documento também traz um comparativo entre diferentes tipos de cargas transportadas.

Sistema Ocepar integra Conselho Estadual de Parques Tecnológicos
O Sistema Ocepar é um dos integrantes do Conselho Estadual de Parques Tecnológicos (Ceparte), tendo como representante titular o analista de Desenvolvimento Técnico, Jhony Moller, e como suplente o analista de Desenvolvimento Técnico, Rogério Croscato. Eles vão fazer parte do Grupo de Trabalho (GT) Permanente do Cepartec. O Cepartec é o órgão responsável pela elaboração das diretrizes e normativas para a formulação, implantação e acompanhamento do Sistema Estadual de Parques Tecnológicos – Separtec. Compete ao Conselho, mapear as iniciativas existentes em ciência, tecnologia e inovação, bem como aprovar e acompanhar a implementação de Parques Tecnológicos no Estado do Paraná em busca de eficiência social e econômica.

Prazo de inscrição ao CAR é prorrogado até 31 de dezembro de 2019
O prazo de inscrição ao Cadastro Ambiental Rural (CAR) foi prorrogado até o dia 31 de dezembro de 2019, de acordo com a Medida Provisória nº 867, publicada no Diário Oficial da União (DOU) desta quinta-feira (27/12). No dia 30 de maio, o presidente da República, Michel Temer, havia assinado o Decreto nº 9.395, estabelecendo o dia 31 de dezembro de 2018 como data limite para os agricultores se inscreverem no CAR. Assim, com a publicação da MP 867/2018, eles ganharam mais 12 meses para regularizar suas propriedades. A inscrição no CAR é obrigatória para todos os imóveis rurais do país e necessária para a adesão ao Programa de Regularização Ambiental – PRA. Constitui-se como primeiro passo para a regularização ambiental, dando acesso aos benefícios previstos no Código Florestal (Lei nº 12.651/2012).

Nova unidade de grãos da CAMISC é inaugurada em Mariópolis
Voltada à ampliação de sua estrutura, do crescimento do agronegócio e em atender seu cooperado ainda melhor, a Camisc (Cooperativa Agrícola Mista São Cristóvão) inaugurou, na noite da última sexta-feira (21/12), às margens da PR 280, em Mariópolis, Sudoeste do Paraná, sua nova unidade de recebimento de grãos. A nova unidade teve investimentos de R$ 20 milhões e ocupará uma área de 88 mil metros quadrados com capacidade de secagem de 240 toneladas/hora. Contando com quatro silos de 100 mil sacas cada, a unidade terá capacidade de armazenagem estática de 26,4 mil toneladas.

baixar icon
Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to LinkedIn