Início Sistema Ocepar Comunicação Rádio Paraná Cooperativo

 

cabecalho radio

“Ou tem cara limpa e vende, ou não tem cara limpa e mostra que não tem ou tem, e não vende”, diz Norberto Ortigara sobre sanidade


Já está em pleno funcionamento o posto de fiscalização de trânsito de produtos agropecuários na BR-116, entre Curitiba e São Paulo. A parada no km 11 da Rodovia Regis Bittencourt, próximo à divisa com o Estado vizinho, é obrigatória para caminhões com cargas de produtos de origem animal e vegetal não processados industrialmente.

A construção do posto de fiscalização era uma antiga reivindicação do setor produtivo paranaense, e um passo imprescindível nas aspirações do Estado de se tornar reconhecido internacionalmente como área livre de febre aftosa, sem vacinação. A última campanha de vacinação do rebanho paranaense de 9,2 milhões de cabeças de bois e búfalos ocorreu em maio do ano passado. Um grupo de 17 cooperativas do Paraná fez uma “vaquinha” e pagou os R$ 1,5 milhão gastos na construção do posto da BR-116 e na reforma dos postos de Santa Mariana e Ribeirão Claro, também na divisa com São Paulo.

O Secretário da Agricultura do Paraná, Norberto Ortigara, tem repetido que sem sanidade, produtor nenhum vende nada para absolutamente ninguém.

Motoristas que fugirem da fiscalização estão sujeitos a multa de dez Unidades Padrão Fiscal do Paraná, ou seja, R$ 1.061,10, podendo haver ainda a destruição da carga e abate sanitário, em caso de animais vivos.

.

Para mais informações: www.paranacooperativo.coop.br / App Paraná Cooperativo

 

baixar icon
Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to LinkedIn