cabecalho informe

COOPERATIVISMO II: Jovem Aprendiz gera capacitação profissional

Prática comum em muitas cooperativas, a contratação de jovens aprendizes para execução de trabalhos operacionais e administrativos promove a inserção no mercado de trabalho. Em Londrina, a Unimed mantém desde 2004 o programa Jovem Aprendiz, que já acolheu 26 adolescentes. Atualmente, 10 jovens participam da iniciativa. A analista de desenvolvimento humano da Unimed Londrina, Fernanda Durães de Carvalho, explica que a seleção é feita em parceria com a Escola Profissional e Social do Menor de Londrina (Epesmel). ''Sabemos que não podemos requisitar critérios técnicos, pois o objetivo é justamente contribuir com o aprendizado. Por isso, em nosso processo de seleção é analisada a questão das competências humanas, como iniciativa, forma de se expressar, comprometimento, criatividade, energia, ousadia, entre outras'', esclarece.

Benefícios - Além do salário, a cooperativa oferece refeições, vale transporte, seguro de vida, plano de saúde, bolsa de estudo, programa de qualidade de vida, ginástica laboral e folga no dia do aniversário dos aprendizes. Os jovens são orientados por uma chefia imediata que direciona as atividades, faz o acompanhamento diário e avaliações de desempenho.

Efetivados - Desde o início do projeto, 10 jovens foram efetivados na cooperativa. É o caso de Renan Fernandes, que hoje ocupa o cargo de assistente de relacionamento com prestadores. Em 2008, com 16 anos, ele frequentava o curso profissionalizante de auxiliar administrativo oferecido pela Epesmel e iniciou o trabalho como aprendiz na Unimed. No início, trabalhava no setor de protocolo, no qual foi efetivado ao completar 18 anos. ''Depois que comecei a trabalhar melhorei bastante a minha visão de como funciona o mercado. Aprendi muito, inclusive na questão do relacionamento profissional'', comemora. Hoje, Fernandes cursa Administração Empresarial com auxílio de bolsa parcial oferecida pela cooperativa e espera conquistar crescimento profissional.

Aprendizado para o futuro - O aprendiz Lincon da Rosa Fernandes, de 18 anos, está prestes a completar dois anos na Unimed, onde trabalha com atendimento ao cliente no setor de Medicina Preventiva. ''A experiência tem sido um bom aprendizado para o futuro e para o meu crescimento profissional, colocando-me de melhor forma no mercado de trabalho e me fazendo adquirir conhecimento'', avalia. Além do desenvolvimento profissional, ele aponta outros aprendizados conquistados, como o trabalho em equipe, a boa convivência com as pessoas e o respeito ao próximo. Atualmente no 2º ano do Ensino Médio, Fernandes pretende cursar faculdade de educação física. (Folha de Londrina)

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to LinkedIn

Últimas Notícias