Imprimir
cabecalho informe

Informe Paraná Cooperativo - edição nº 5130 | 09 de Agosto de 2021

OCEPAR: Conselho Fiscal realizou a 6ª reunião do ano para analisar demonstrações contábeis da entidade

Na manhã desta segunda-feira (09/08), por meio de videoconferência, os membros titulares e suplentes do Conselho Fiscal da Ocepar reuniram-se para analisar a demonstração contábil da entidade, com os dados da arrecadação de contribuições Cooperativista/Autogestão 2021, os projetos apoiados via contribuição de autogestão e os relatórios de auditória do primeiro semestre. A reunião contou com a participação do presidente do Sistema Ocepar, José Roberto Ricken, do superintendente, Robson Mafioletti, e do coordenador administrativo da Ocepar, Claudiomiro Rodrigues e sua equipe. Participaram da reunião os conselheiros titulares Lauro Soethe, Popke Ferdinand Van der Vinne e Wemilda Marta Fregonese Feltrin, além dos suplentes Claudemir Cavalini Carvalho, Waldenir Romani e Paulo Pinto de Oliveira Filho.

{vsig}2021/noticias/08/09/ocepar/{/vsig}

GETEC: Informe nº 38 apresenta expectativas de mercado sobre indicadores econômicos

getec destaque 09 08 2021A Gerência de Desenvolvimento Técnico da Ocepar (Getec) divulgou, nesta segunda-feira (09/08), mais uma edição do Informe Expectativas de Mercado, com base nas informações do Boletim Focus, do Banco Central (BC), levantadas com instituições financeiras sobre as projeções relativas à economia nacional, contemplando o Produto Interno Bruto (PIB), IPCA (Índice de Preços ao Consumidor), taxa Selic e câmbio para 2021, 2022 e 2023. 

Clique aqui para conferir o Informe Expectativas de Mercado Semanal

 

COMÉRCIO EXTERIOR: Sistema OCB divulga análise de coops exportadoras

comercio exterior 09 08 2021Quando o assunto é exportação, as cooperativas têm feito bem o seu dever de casa. Desde 2016, o número de cooperativas exportadoras cresceu 6,6%. Esse dado mostra que a presença das cooperativas nas exportações brasileiras, independente do seu porte, tem se mantido estável nos últimos quatro anos. Se consideramos o ano de 2020, apenas 6,26% das nossas 4.868 cooperativas exportaram. Os percentuais fazem parte da Análise Econômica do Cooperativismo Exportador, elaborada pelo Sistema OCB e disponível no site Conexão Coop.

Relevância - O estudo também mostra que o número reduzido de cooperativas não diminui a relevância das exportações do setor. De acordo com dados do Ministério da Economia, em 2020, o cooperativismo foi responsável por 100% das exportações de 74 municípios brasileiros. Ao todo, 451 unidades exportadoras cooperativas, de ramos variados, exportaram ou importaram produtos de forma direta, ou seja, sem utilização de intermediários, como tradings. Das 451, 60% apenas exportou, 22% exportaram e importaram, e 18% apenas importou.

Link - Quer conhecer todos os números da análise? Basta clicar aqui. (OCB)

 

EBPC: Sai a lista dos premiados do 6º Encontro Brasileiro de Pesquisadores em Cooperativismo

ebpc 09 08 2021O resultado da seleção dos trabalhos premiados nesta edição do 6º Encontro Brasileiro de Pesquisadores em Cooperativismo (EBPC) que ocorreu junto com o 59º Congresso da Sociedade Brasileira de Economia, Administração e Sociologia Rural (Sober), foi divulgado na sexta-feira (06/07), último dia dos eventos, após uma semana intensa de apresentação de trabalhos e debates.

Total - Ao todo, 706 trabalhos foram submetidos. Desse total, 477 foram aprovados. Dos Grupos de Trabalhos que discutem especificamente o cooperativismo, são 82 trabalhos aprovados, entre artigos científicos e resumos expandidos, que atendem a pelo menos um dos eixos abaixo:

- Identidade e Cenário Jurídico

- Educação e Aprendizagem

- Governança, Gestão e Inovação

- Capital, Finanças e Desempenho

- Impactos Econômicos, Sociais e Ambientais

- EIXO IDENTIDADE E CENÁRIO JURÍDICO

Título: Trajetória organizacional de cooperativas e associações da agricultura familiar vinculadas ao Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) em Minas Gerais; Autores: Isabela Renó Jorge Moreira, Alair Ferreira de Freitas, Joyce Santana Bernardo, Suany Machado Da Silva.

- EIXO EDUCAÇÃO E APRENDIZAGEM

Título: Docentes em Cooperativismo e a Estrutura de Relações no Campo Social; Autores: Cinara Neumann Alves, Marco André Cadoná.

- EIXO GOVERNANÇA, GESTÃO E INOVAÇÃO

Título: Comunicação e lealdade como estratégias de governança cooperativa em uma cooperativa de produtores de leite. Autores: Ana Maria Machado Toaldo, Simone Regina Didonet, Clea Beatriz Macagnan, Marcelo Bazilio Ferreira.

- EIXO CAPITAL, FINANÇAS E DESEMPENHO

Título: Earnings management and income smoothing practices: a panel data regression model with brazilian credit cooperatives. Autores: Realdo de Oliveira, Leonardo Flach, Jonatas Dutra Sallaberry.

- EIXO IMPACTOS ECONÔMICOS, SOCIAIS E AMBIENTAIS

Título: Indicadores de sustentabilidade: Mitigadores de assimetria da informação entre organizações cooperativas e seus stakeholder primários. Autores: Clea Beatriz Macagnan, Rosane Maria Seibert.

Agradecimentos - Para a gerente de Desenvolvimento Humano do Sistema OCB, Geâne Ferreira, o final desta semana não poderia ser de outra maneira, a não ser cercado de gratidão. “Finalizamos esses dias intensos de trabalho com muito orgulho do resultado das pesquisas voltadas ao cooperativismo. Por isso, queremos agradecer a todos os envolvidos desde o planejamento até a execução do nosso EBPC que, neste ano, ocorreu pela primeira vez junto com o Sober”.

Parceiros - O superintendente do Sistema OCB, Renato Nobile, também fez questão de destacar o papel dos parceiros neste ano. “Quero agradecer, em nome do cooperativismo brasileiro, à Sober, à CNA e à comissão científica pela parceria tão profícua. Também agradecemos a todos os pesquisadores que submeteram seus trabalhos e que trouxeram um diferencial para os resultados práticos e, mais além, para o desenvolvimento das cooperativas brasileiras.” (OCB)

 

MPV 1.040/21: Câmara aprova uso de livros digitais por coops

mpv 09 08 2021Medidas que vão modernizar o ambiente de negócios, inclusive para as cooperativas, estão previstas no parecer do deputado Marco Bertaiolli (SP), que volta a valer como texto oficial da Medida Provisória (MPV) 1040/21. A decisão da Câmara dos Deputados aconteceu na quinta-feira (05/08), com a rejeição ao substitutivo apresentado pelo Senado Federal. Com isso, fica permitida apenas a adoção de livros ou fichas digitais pelas cooperativas, simplificando a legislação quanto às exigências dos processos de escrituração para adequá-las à realidade digital.

Obrigatórios - De acordo com a Lei 5.764/1971, as cooperativas devem contar com os livros para registro de matrícula; atas das assembleias; atas dos Órgãos de Administração; atas do Conselho Fiscal; registro de presença dos associados nas assembleias; e outras ações, como registros fiscais e contábeis, que são obrigatórios.

Realização de AGO - Ao mesmo tempo, fica mantida a obrigatoriedade de convocação das assembleias em jornais físicos para as cooperativas, seguindo parecer do relator, deputado Marco Bertaiolli (SP), excluindo a possibilidade de convocações feitas em sites, como previsto na proposta do Senado Federal. O relator já havia rejeitado emenda no mesmo sentido na primeira votação, na Câmara dos Deputados.

AGO remota - Para unidades do Sistema OCB – outro ponto importante é que fica permitida a realização de Assembleia Geral Ordinária (AGO) remota também para as associações, acabando com inseguranças jurídicas.

Normas de Direto Tributário - Além disso, o texto equipara, para fins de modernização, todas as sociedades às empresariais, mas, ao mesmo, preserva as regras de direito tributário aplicáveis às cooperativas, bem como as normas previstas em legislações específicas do cooperativismo. Essas ressalvas foram sugeridas pelo Sistema OCB, justamente a fim de preservar as especificidades do modelo cooperativo.

Outros pontos de modernização - As cooperativas também ficam autorizadas a emitir Nota Comercial, título de crédito extrajudicial, de livre negociação – neste caso emitido exclusivamente sob a forma escritural, por meio de instituições autorizadas a prestar o serviço de escrituração pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

Mecanismos de licenciamento e outras facilidades - Também fica suprimido o artigo 7º do texto original, que inibia a aplicação de mecanismos de licenciamento nas importações e exportações. A supressão é importante, uma vez que esses mecanismos são essenciais para o andamento da política comercial brasileira. É por meio deles que são prevenidas fraudes, ilícitos e práticas desleais nas operações de comércio exterior.

Abertura e registro - O texto aprovado ainda traz novas facilidades para abertura e registro de novos negócios, facilita a liberação de licenciamentos em empreendimentos de baixo risco e extingue as sociedades simples. A matéria segue para sanção. (OCB)

FOTO: Najara Araujo / Câmara dos Deputados

 

PODER EXECUTIVO: Divulgado novo Quadro Governamental

poder executivo 09 08 2021Você sabia que o trabalho de representação político-institucional do cooperativismo passa obrigatoriamente pelo mapeamento e interlocução do Sistema OCB com o Poder Executivo? Pois é. E, por isso, é feito um acompanhamento rotineiro da movimentação na estrutura do governo, especialmente nos ministérios, secretárias e autarquias que têm interlocução direta com as cooperativas.

Mudanças ministeriais - Em julho, por exemplo, foram feitas mudanças ministeriais em duas pastas e foi recriado o Ministério do Trabalho e Previdência, transferindo todas as atribuições ligadas às relações trabalhistas, sindicais e previdenciárias do Ministério da Economia para a nova pasta.

Acompanhamento - O acompanhamento dessas mudanças se faz de grande importância para o setor, pois as alterações no Poder Executivo podem indicar novos rumos na direção das políticas públicas propostas e conduzidas pelo governo federal.

Quadro Governamental - E, com base no que acontece na estrutura da União, o Sistema OCB atualiza e divulga o Quadro Governamental, que tem como principal objetivo organizar e analisar a composição da atual estrutura hierárquica do Governo Federal, com foco nos cargos e nomes que possuem poder decisório sobre as políticas públicas de maior impacto no dia a dia das cooperativas brasileiras.

Site - No site, as cooperativas poderão se informar sobre os ministérios de maior importância para elas, além de conhecer um pouco mais sobre os ministros, bem como os ocupantes de outros cargos de interesse na hierarquia do Poder Executivo.

Atualização - Esse trabalho é atualizado constantemente por meio do acompanhamento das nomeações e exonerações publicadas no Diário Oficial da União, com o objetivo de sempre trazer informações atualizadas em primeira mão para as cooperativas.

Acesse - Para saber mais, acesse o site https://in.coop.br/Quadro_Governamental. (OCB)

 

LAR: Cooperativa inaugura a 16ª Loja da Rede de Supermercados e anuncia a 17ª no conceito atacado e varejo

A inauguração da Loja São Cristóvão traz para a comunidade de Medianeira, no Oeste do Paraná, uma nova opção para realizar suas compras com um variado mix de produtos, qualidade, bom atendimento e todos os benefícios de ser um cliente Lar Supermercados.

Rede - Com a inauguração realizada na quinta-feira (05/08), a rede passa a ser composta por 16 lojas, sendo 3 delas em Medianeira, a Lar Supermercados Centro, com características similares a loja inaugurada em porte, qualidade e excelência; Loja Park, que atua no conceito de loja de bairro, visando atender as demandas do dia a dia dos clientes de vizinhança, sendo essa uma loja de menor porte e agora a Loja São Cristóvão. Com a equipe que passa integrar o quadro de funcionários da Lar, a rede de supermercados emprega mais de 1.000 pessoas.

Respeito - As duas maiores lojas de supermercados de Medianeira deram-se as mãos e selaram acordo em uma negociação equilibrada, baseada em todo o respeito que foi sempre primazia mútua. “A Loja Maronesi sempre foi um concorrente muito tenaz e dedicado, por isso temos o desafio de assumir essa loja mantendo o nosso padrão de qualidade e atendimento, mas também somando o bom atendimento da família Maronesi”, afirmou o presidente da Lar Cooperativa Irineo da Costa Rodrigues.

Experiência - “Estamos sempre abertos a ouvir a voz da experiência, e é assim que construímos uma cooperativa melhor, uma cidade melhor e uma região melhor”, complementou Irineo.

Continuidade do trabalho - Em sua fala, o superintendente de Alimentos e Suprimentos Jair Meyer, destacou: “Quero ressaltar que nesta transferência de operação, a equipe de trabalho continua, agora apenas com nova razão social como empregadora, a Lar, mas temos convicção, que a dedicação, o empenho, a paixão por fazer varejo todo dia será a mesma de sempre, somando-se com a experiência das nossas equipes da Rede Lar Supermercados”.

Gratidão - No ato, o Sr. Milton Maronesi, acompanhando de sua família expressou seu sentimento de gratidão: “Fizemos uma negociação bonita, tranquila, uma transição correta, agradeço a equipe da Lar, extremamente competente, aos funcionários, fornecedores, clientes e com certeza continuaremos em Medianeira com novos projetos”.

Estrutura - A nova loja conta com 9.850 m² de área construída em um terreno de 6.000 m², dos quais 2.600 m² compõe a área de vendas com 28 checkouts, sendo 2 deles de autoatendimento. O amplo ambiente conta com 152 vagas de estacionamento, das quais 118 são cobertas com acesso via esteira rolante.

Online - Como as demais, a Loja São Cristóvão passa a disponibilizar compras de modo online pelo aplicativo Lar em Casa, além de todos os programas de benefícios e de relacionamento com os clientes, o Clube Lar Mais, Lar Conecta e Rende Mais.

Serviços - Além dos setores tradicionais, como açougue, padaria, frios, a loja conta com um espaço de cafeteria e também o espaço gourmet, no qual será oferecido serviço de buffet.

Nova modalidade - Além da Loja São Cristóvão, o investimento feito pela cooperativa inclui mais um espaço, sendo a 4ª loja na cidade, na modalidade de atacado e varejo, que contará com 2.500 m² de área de vendas, e geração de aproximadamente 90 a 100 empregos diretos.

Localização - O empreendimento que será localizado próximo ao Viaduto de acesso ao bairro Condá, e tem previsão de término até o final de 2021, além de colocar a Rede Lar de Supermercados entre as 10 maiores redes do Estado do Paraná, atrairá investimentos para a cidade tendo em vista que passa a atender além do consumidor final, também comerciantes da região.

Presenças - No ato de assunção pela Lar Cooperativa da agora chamada Loja São Cristóvão, estiveram presentes a Diretoria Executiva da Lar, liderada pelo seu diretor-presidente Irineo da Costa Rodrigues, lideranças políticas, empresariais e do setor cooperativista de Medianeira e da região Oeste, fornecedores, clientes e a família Maronesi. (Imprensa Lar)

{vsig}2021/noticias/08/09/lar/{/vsig}

COCAMAR: Dia de Campo de Inverno Digital começa nesta segunda-feira

cocamar 09 08 2021Começa nesta segunda-feira (09/08) o Dia de Campo de Inverno Digital da Cocamar Cooperativa Agroindustrial, que vai até domingo (15/08).

Na TV - Na edição de domingo (08/08) do programa RIC Rural, apresentado a partir das 9h pela rede de emissoras RIC/Record no Paraná, foi apresentada uma reportagem especial sobre a realização.

Parceiros - Trinta empresas parceiras da cooperativa estão divulgando produtos voltados ao aumento da eficiência e produtividade das culturas, sendo que a plataforma pode ser acessada desde às 8h desta segunda-feira.

Palestra/debate - Às 16h, a programação tem início com uma palestra/debate reunindo pesquisadores da Embrapa sobre Bioanálise e manejo de solo, uma novidade em que é agregado o componente biológico às análises de rotina de solos.

Convidados - O coordenador técnico das Unidades de Difusão de Tecnologias (UDTs) da Cocamar, Rodrigo Sakurada, estará debatendo com dois pesquisadores especializados em solos da Embrapa: Henrique Debiasi e Ieda Mendes. A programação inclui, ainda, uma orientação sobre a importância da co-inoculação na cultura da soja, cuja semeadura inicia em setembro.

Internet - Com o impulso dado pela pandemia, grande parte dos cooperados passou a utilizar o aparelho celular e o computador como ferramentas na busca de novos conhecimentos, práticas e tecnologias. Para a maioria deles, que reside nos centros urbanos, as dificuldades de acesso à internet, comuns no meio rural, acabam não sendo um empecilho.  

Eventos virtuais - No ano passado, diante do desafio de continuar levando informações técnicas a eles, a Cocamar agilizou a estruturação de plataformas virtuais que superaram em muito as expectativas. O Dia de Campo de Inverno Digital, realizado no mês de agosto e que no modelo tradicional reunia 2,5 mil participantes, teve mais de 120 mil visualizações ao longo de 30 dias.

Sucesso - A experiência foi repetida em fevereiro deste ano com outra realização técnica importante no calendário da cooperativa, o Safratec, que todos os anos, entre vários outros itens, apresenta experimentos com cultivares de soja e inovações em matéria de insumos, maquinários e produtos para as lavouras. Em pouco mais de uma semana, foram cerca de 40 mil visualizações – quando, no formato presencial, seriam de 6 mil a 7 mil visitantes.

Expectativa - Assim, a edição digital 2021 do Dia de Campo de Inverno é aguardada com expectativa. O objetivo é ter dezenas de milhares de acessos na soma dos sete dias em que a plataforma estará disponível, apresentando debates, trabalhos técnicos conduzidos pela cooperativa e seus parceiros e também um balcão de negócios.

Em expansão - A digitalização tem avançado rapidamente, também, em outras áreas da Cocamar. Dos 16 mil cooperados, milhares deles já fazem operações de venda da safra por meio de aplicativo e se habituaram, também, a participar de um ciclo de debates que, periódicamente, reúne especialistas para debater assuntos de relevância do setor. Sem falar da loja eletrônica, que vem ganhando consistência. (Imprensa Cocamar)

 

CRESOL: Evento on-line reuniu cerca de 500 líderes das cooperativas

Durante os dias 04 e 05 de agosto, a Cresol realizou a segunda edição do Cresol Manager Meeting (CMM) na sua sede nacional, em Francisco Beltrão (PR). Nesta edição, o CMM trouxe como tema principal “Fazer além do óbvio”.

Líderes - O evento on-line reuniu cerca de 500 líderes das cooperativas que fazem parte da abrangência do Sistema nos estados de atuação, conectando presidentes, diretores executivos, gerentes, assessores e supervisores para dois dias de palestras e muita troca de informações.

Abertura - Alzimiro Thomé, presidente da Cresol, fez a abertura do evento e destacou a importância do momento para os líderes da Cresol. “Esse é mais um grande evento para o Sistema, onde estamos conectando, mesmo que on-line, nossos líderes ao mesmo propósito. Serão dois dias de muito conteúdo e de muita conexão para tornarmos a Cresol ainda mais fortalecida”, destacou o presidente na abertura.

Bate-papo - Além dos temas trabalhados pela diretoria executiva da Cresol, composta por Adriano Michelon (Superintendente), Pablo Guancino (Diretor de Negócios), Adinan Kielb (Diretor Administrativo) e Luiz Panzer (Diretor de Comunicação e Relacionamento), os participantes acompanharam um bate-papo com Caito Maia, fundador da Chilli Beans, maior marca de óculos da América, que trouxe experiências que contribuíram para o crescimento da sua marca.

Tema - Liderança For All foi tema da palestra de Ruy Shiozawa, CEO da GPTW Brasil, que inspirou os líderes da Cresol para as ações do dia a dia com os colaboradores nos centros administrativos e agências de relacionamento.

Momentos únicos - “Foram momentos únicos que, com certeza, fizeram a diferença para cada um dos líderes que estão dispostos a irem além do óbvio. Alinhamos estratégias, apresentamos novidades e resultados importantes que estamos conquistando com a contribuição de todos que fazem parte desse Sistema. Assim, vamos continuar engajando nossos colaboradores e nos aproximando ainda mais de nossos cooperados”, disse o superintendente da Cresol, Adriano Michelon, ao final do evento.

Próxima edição - Para a próxima edição do CMM, a Cresol deve apresentar ainda mais novidades em um evento programado para acontecer no primeiro trimestre de 2022. (Imprensa Cresol)

{vsig}2021/noticias/08/09/cresol/{/vsig}

SICREDI VANGUARDA: Iniciadas as obras de construção da nova sede administrativa

O início de um sonho! Esse é o sentimento do momento que a Sicredi Vanguarda apresenta o monumento de lançamento da obra da nova Sede Administrativa no município de Medianeira (PR), que tem sido a casa da cooperativa desde 1983.

Diferença - O cooperativismo de crédito pode fazer a diferença na vida das pessoas e deixar marcas relevantes na história. “Esse é o início da realização de um sonho, mais um marco na vida da Sicredi Vanguarda, um momento muito especial e aguardado. A cooperativa vive um bom momento e, fazer o lançamento do monumento e dar início a construção da nova sede, que é uma obra necessária para melhorar ainda mais o atendimento aos associados com um espaço adequado para os nossos colaboradores trabalharem, é um passo importante para a realização desse sonho”, presidente da Sicredi Vanguarda, Aldo Dagostim.

História - Com mais de 37 anos, a cooperativa construiu uma história que foi acompanhada por inúmeras pessoas, o sócio fundador 003, Seno Claudio Lunkes se fez presente no evento de apresentação do monumento e início das obras. “Esse é um momento muito importante para um sistema que iniciou pequeno e hoje apresenta a sociedade soluções financeiras para todos aqueles que acreditam no cooperativismo, na solução compartilhada. Essa nova sede é o coroamento de um trabalho de quase 40 anos e mostra que é possível o povo se organizar dentro do sistema para que tenha a sua solução financeira em conjunto com os milhares e milhares de associados. Fico muito feliz que a cooperativa chegou até aqui e, certamente, ultrapassando fronteiras, chegando a São Paulo e Rio de Janeiro, tudo isso é sinal de que os associados acreditaram e continuam acreditando e fazendo suas operações com a sua cooperativa Sicredi”, enfatiza Lunkes.

Evolução - Comparar a evolução, o crescimento e desenvolvimento da cooperativa remete a muitas histórias. “Acompanho a Sicredi Vanguarda desde o seu surgimento, quando meu pai foi um dos sócios fundadores. Há 20 anos participei da inauguração da sede administrativa onde hoje a cooperativa atende e, participar desse momento hoje é fazer parte e viver momentos históricos. Ver essa visão das lideranças, que apoiam o futuro, vem de encontro a um propósito, de que não fomos criados para prosperar sozinhos, fomos criados para prosperar juntos. Acompanhar esse projeto que prevê um espaço sustentável, respeitando o pacto global, é fantástico e nos inspira a querer estar aqui na inauguração do prédio”, comenta Manfred Dasenbrock, Presidente Central Sicredi PR/SP/RJ.

Origem - A Vanguarda iniciou as atividades no extremo oeste do Paraná, e hoje já se faz presente em regiões de São Paulo e Rio de Janeiro, mas, não esquece de investir na cidade onde surgiu. “Para Medianeira é uma satisfação, uma alegria, uma honra ter um investimento dessa envergadura aqui do nosso município. A Sicredi que tem um histórico maravilhoso de demonstração de eficácia na gestão e agora dando esse passo muito importante que demonstra exatamente a pujança da instituição. É um presente para Medianeira e fica aqui a nossa gratidão imensa”, explica Antonio França, Prefeito Municipal de Medianeira.

Área - O terreno onde será construída a nova sede administrativa da cooperativa é de 40 mil metros quadrados, o prédio contará com tecnologias inovadoras, de alta performance, sustentável e com reconhecimento internacional. “Tenho certeza que essa obra, esse espaço, será um atrativo para Medianeira e região. Temos um terreno de 40 mil metros quadrados e a nossa obra ocupará 10% do espaço, o restante será preservado com plantio de árvores, conservação das águas, um paisagismo para que as pessoas usufruam do nosso ambiente externo. Estamos buscando a certificação internacional LEED, nível Platinum, a categoria máxima para o selo sustentável e, para isso, estamos pensando em uma obra totalmente sustentável, como geração de energia solar”, encerra o presidente Aldo.

Sobre o Sicredi - O Sicredi é uma instituição financeira cooperativa comprometida com o crescimento dos seus associados e com o desenvolvimento das regiões onde atua. O modelo de gestão do Sicredi valoriza a participação dos mais de 5 milhões de associados, os quais exercem papel de donos do negócio. Com presença nacional, o Sicredi está em 24 estados* e no Distrito Federal, com mais de 2.000 agências, e oferece mais de 300 produtos e serviços financeiros (www.sicredi.com.br). (Imprensa Sicredi Vanguarda PR/SP)

*Acre, Alagoas, Amapá, Amazonas, Bahia, Ceará, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Rondônia, Santa Catarina, São Paulo, Sergipe e Tocantins.

{vsig}2021/noticias/08/09/sicredi_vanguarda/{/vsig}

SICREDI PARQUE DAS ARAUCÁRIAS: Inaugurada quarta agência em Ribeirão Preto (SP)

A Sicredi Parque das Araucárias PR/SC/SP inaugurou na última quinta-feira (05/08) a sua quarta agência na cidade de Ribeirão Preto (SP). A nova unidade está localizada na rua Meira Junior, 520, bairro Jardim Paulista. Por conta das medidas de prevenção à covid-19, a inauguração contou com um número reduzido de convidados e foi transmitida ao vivo pela internet.

Presenças - Estiveram presentes o presidente da Sicredi Parque, Clemente Renosto, o diretor executivo, Fabio Vedelago Burille, o diretor de operações, Alcimar Gerhard, além de colaboradores da cooperativa e representantes de entidades empresariais e do poder público local.

Projeto de expansão - A agência Jardim Paulista está alinhada com o projeto de expansão do Sicredi, que tem como diferencial o atendimento personalizado e voltado para as reais necessidades de seus associados. O espaço foi projetado a partir da nova proposta de layout das agências da cooperativa, com ambientes mais amplos que favorecem o relacionamento.

Proposta sustentável - A equipe de colaboradores também adotará uma proposta sustentável de trabalho, com a redução do uso de papel. Para isso, os profissionais utilizarão tablets para apresentar serviços, produtos e informações, e assinaturas deverão ser coletadas de forma digital, por exemplo.

Outras - Em Ribeirão Preto, a cooperativa também possui as agências Avenida Saudade, Alto da Boa Vista e Centro.

Atuação - Esta é a 33ª agência inaugurada pela Sicredi Parque das Araucárias PR/SC/SP em seus 31 anos de história. A cooperativa atua no sudoeste do Paraná, oeste e meio-oeste de Santa Catarina e noroeste de São Paulo. (Imprensa Sicredi Parque das Araucárias PR/SC/SP)

{vsig}2021/noticias/08/09/sicredi_parque/{/vsig}

UNIMED PONTA GROSSA I: Visita do Adeus no HGU conforta e humaniza despedidas

unimed ponta grossa I 09 08 2021.JPGO Hospital Geral Unimed, da Unimed Ponta Grossa, implantou, dentro das diretrizes de hospitalidade e humanização, a Visita do Adeus, que visa proporcionar a despedida entre paciente e familiares.

Familiares - Diariamente, os pacientes internados são avaliados em relação à elegibilidade para acompanhamento por uma equipe multidisciplinar e, aos familiares daqueles que não estejam no grupo de risco, é proporcionada a visita, juntamente com suporte psicológico.

Angústia - Segundo Juliane Scheifer, psicóloga hospitalar, “a Visita do Adeus ocorre para minimizar a angústia dos familiares mais próximos e facilitar o processo de luto, com intuito de oferecer uma assistência digna e suporte adequado neste momento tão difícil”.

Pandemia - Durante a pandemia, os protocolos de vista do hospital foram revisados e atualizados com restrições rígidas, para garantir a segurança tanto dos pacientes quanto dos familiares visitantes.

Análises individuais - Com o decorrer da pandemia, e a partir da análise contínua da situação dentro da instituição, a flexibilização e as exceções passaram a ser analisadas individualmente pela equipe multidisciplinar, considerando riscos, benefícios e garantindo o fornecimento de EPIs.

Encontro com segurança - Os pais de N.C. estiveram internados ao mesmo tempo na unidade de terapia intensiva do hospital e foi um dos casos em que a equipe conseguiu proporcionar um encontro com segurança.

Iniciativa - “Sei que foi feito o possível pela recuperação deles e, principalmente, pelo bem emocional dos meus pais e da minha família. Fiquei muito feliz por poder vê-los. O que mais me marcou e nunca vou esquecer foi a iniciativa de vocês terem juntado meus pais no dia da morte da minha mãe; Me emociona e me conforta muito ver a foto dos dois juntos e de mãos dadas”.

Registro - Caso seja o desejo da família, a equipe do hospital faz o registro das visitas. “Minha visita foi importante e, como foi gravada, posso rever a despedida muitas vezes. Nesta fase de luto, a fé e a religião ajudam muito. Eu pratico rituais de fé conforme ela praticava e isso me conforta a falta dela”, conta R.A., que se despediu da mãe.

Compartilhamento - G.D. perdeu a irmã e ela e a família puderam compartilhar um último momento. “Agradeço muito pela compreensão e atenção que tivemos. Era um momento em que queríamos estar perto, passando mais segurança, amor e carinho a ela. (Imprensa Unimed Ponta Grossa)

 

UNIMED PONTA GROSSA II: Associação dos colaboradores arrecada meia tonelada de alimentos

unimed ponta grossa II 09 08 2021Na semana passada, a Associação dos Funcionários da Unimed Ponta Grossa (AFUPG) realizou uma campanha intitulada Associado é sucesso, que entregou a todos os associados um cartão-presente no valor de R$ 100,00.

Importância - O objetivo da ação foi, de alguma forma, beneficiar e reconhecer a importância dos associados, uma vez que as comemorações e ações presenciais não estão sendo realizadas devido à pandemia.

Quadro - Atualmente, a AFUPG conta com cerca de 480 associados, o que representa cerca de 55% do total de colaboradores da cooperativa. A partir desse número expressivo, e do habitual envolvimento dos associados nas ações e eventos promovidos pela AFUPG, a diretoria da Associação aproveitou a oportunidade para uma promover também uma ação solidária.

Doação - Ao retirar o cartão-presente, o colaborador associado poderia, voluntariamente, doar 1Kg de alimento não-perecível e, em troca, receberia um brinde.

Estímulo - “Durante o desenho da campanha, o grupo de diretores da Associação sentiu a necessidade de estimular nos associados alguma forma de contribuição com a sociedade, principalmente iniciativas de solidariedade. Por isso, em consenso, vislumbramos que a doação de alimentos atingiria o objetivo de difundir os princípios da ação solidária”, explica Bruno Iurko, presidente da AFUPG.

Meia tonelada de alimentos - A ação durou cinco dias e, ao todo, arrecadou mais de meia tonelada de alimentos, entre eles arroz, feijão, óleo, leite, macarrão, açúcar, fubá, quirera e outros itens de necessidade básica.

Engajamento - Para Ionara Franco, colaboradora associada, ações como essa estimulam o engajamento. “São um grande incentivo, despertando o senso de pertencimento. Refletem os princípios do cuidado com o associado alinhando o envolvimento de todos em um ato solidário de grande valia neste momento em que vivemos”.

Entrega dos cartões - A entrega dos cartões aconteceu em uma semana e os associados que não fizessem a retirada no período estipulado, teriam o valor do cartão revertido em compras de alimentos para somar à campanha.

Empurrão - Um colaborador associado, que preferiu não se identificar, comenta que a ação deu um empurrãozinho na vontade que ele já tinha de ajudar o próximo e optou por abrir mão do cartão-presente.

Vontade - “Sempre quero ajudar, mas não sei muito bem por onde começar. Quando discutimos algo sobre igualdade, esquecemos de pensar que as necessidades das pessoas não são iguais. R$ 100,00 é um bom dinheiro mesmo para quem tenha boas condições para viver, mas imagina R$ 100,00 para quem não tem essas mesmas condições e qual a diferença isso pode fazer na vida das pessoas? Não curto ver um mundo onde uma grande parte da população apenas sobrevive, lutando diariamente para tentar suprir as necessidades básicas e falharem, enquanto tem pessoas gastando milhões para impressionar outras que não estão nem aí com elas”, comenta.

Além - A corrente de solidariedade promovida pela ação deu tão certo que foi além das fronteiros da Associação. Outra colaboradora, que também preferiu manter o anonimato, não é associada, mas fez questão de contribuir com a doação.

Alívio - “Vi que muitas pessoas perderam os empregos na pandemia. Sou grata por neste período difícil estar trabalhando, e vi nesta campanha uma forma de ajudá-los. Vivemos um momento difícil economicamente e fechar os olhos para a fome do outro é cruel. Sempre acreditei na cooperação, na solidariedade. Essas campanhas não mudam o cenário atual, mas aliviam o momento difícil destas famílias que receberão os alimentos”, pontua.

Positivas e surpreendentes - Segundo o presidente da AFUPG, a participações na ação foram positivas e surpreendentes, não somente pela quantidade de alimentos arrecadados, mas também pelo expressivo envolvimento. “Tivemos muitos colaboradores doando mais de 1kg de alimento, outros doando o valor integral do cartão para que fosse revertido em doações. A Associação só tem motivos para agradecer a todos, pois as iniciativas de solidariedade nos fazem sentir mais potentes no plano coletivo, ampliam nossa resistência e nos mostram que somos iguais e estamos juntos”, finaliza.

Destinação - Os alimentos serão destinados para a campanha SOS – Combate à Fome, promovida pela Associação de Ministros Evangélicos (AME) em parceria com a Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG), e da qual a cooperativa é parceira. (Imprensa Unimed Ponta Grossa)

 

FOCUS: Mercado financeiro eleva projeção da inflação para 6,88% este ano

focus 09 08 2021A previsão do mercado financeiro para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), considerada a inflação oficial do país, deste ano subiu de 6,79% para 6,88%. É a 18ª elevação consecutiva na projeção. A estimativa está no Boletim Focus desta segunda-feira (09/08), pesquisa divulgada semanalmente, em Brasília, pelo Banco Central (BC), com a projeção para os principais indicadores econômicos.

Próximos anos - Para 2022, a estimativa de inflação é de 3,84%. Para 2023 e 2024, as previsões são de 3,25% e 3%, respectivamente.

Acima da meta - A previsão para 2021 está acima da meta de inflação que deve ser perseguida pelo BC. A meta, definida pelo Conselho Monetário Nacional, é de 3,75% para este ano, com intervalo de tolerância de 1,5 ponto percentual para cima ou para baixo. Ou seja, o limite inferior é de 2,25% e o superior de 5,25%.

Junho - Em junho, a inflação desacelerou para 0,53%, depois de chegar a 0,83% em maio. Ainda assim, com o resultado, o IPCA acumula alta de 3,77%, no ano, e 8,35%, nos últimos 12 meses.

IBGE - Os dados de julho devem ser divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística nesta terça-feira (10/08), mas o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo – 15 (IPCA-15), que mede a prévia da inflação oficial, registrou inflação de 0,72% no mês passado, a maior variação do IPCA-15 para um mês de julho desde 2004 (0,93%).

Taxa de juros - Para alcançar a meta de inflação, o Banco Central usa como principal instrumento a taxa básica de juros, a Selic, que foi elevada na semana passada de 4,25% ao ano para 5,25% ao ano pelo Comitê de Política Monetária (Copom). Ao anunciar a decisão, o Copom já sinalizou que pretende elevar a Selic em mais um ponto percentual na próxima reunião, marcada para setembro.

Expectativa - Para o mercado financeiro, a expectativa é de que a Selic encerre 2021 em 7,25% ao ano. Para o fim de 2022, a estimativa é de que a taxa básica mantenha esse mesmo patamar. E tanto para 2023 como para 2024, a previsão é 6,5% ao ano.

Aumento - Quando o Copom aumenta a taxa básica de juros, a finalidade é conter a demanda aquecida, e isso causa reflexos nos preços porque os juros mais altos encarecem o crédito e estimulam a poupança. Desse modo, taxas mais altas podem dificultar a recuperação da economia. Além disso, os bancos consideram outros fatores na hora de definir os juros cobrados dos consumidores, como risco de inadimplência, lucro e despesas administrativas.

Redução - Quando o Copom reduz a Selic, a tendência é de que o crédito fique mais barato, com incentivo à produção e ao consumo, reduzindo o controle da inflação e estimulando a atividade econômica.

PIB e câmbio - As instituições financeiras consultadas pelo BC mantiveram a projeção para o crescimento da economia brasileira este ano de 5,30%. Para 2022, a expectativa para Produto Interno Bruto (PIB) - a soma de todos os bens e serviços produzidos no país - é de crescimento de 2,05%. Em 2023 e 2024, o mercado financeiro projeta expansão do PIB em 2,5%.

Cotação - A expectativa para a cotação do dólar se manteve em R$ 5,10 para o final deste ano. Para o fim de 2022, a previsão é que a moeda americana fique em R$ 5,20. (Agência Brasil)

FOTO: Banco Central do Brasil

 

FUNCAFÉ: Comitê técnico do CDPC aprova proposta de R$ 1,32 bilhão para auxiliar cafeicultores prejudicados com a geada

recursos funcafe 09 08 2021Os representantes do Comitê Técnico do Conselho Deliberativo da Política do Café (CDPC) decidiram encaminhar para o CDPC proposta de manter como reserva de contingência no orçamento do Funcafé (Fundo de Defesa da Economia Cafeeira), R$ 1,32 bilhão para atender aos produtores que sofreram com a incidência da geada, principalmente ocorrida em julho deste ano. A decisão foi tomada em reunião na sexta-feira (06/08).

Aprovação - A reunião do CDPC vai ocorrer nesta terça-feira (10/08). Se o Conselho aprovar, a proposta será encaminhada ao Ministério da Economia para ser submetida ao Conselho Monetário Nacional (CMN), no próximo dia 26.

Disponibilização - A disponibilização desse valor para os agentes financeiros será feita após a efetiva avaliação das perdas ocorridas pela geada nas regiões de produção, cujo levantamento está sendo conduzido pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) em conjunto com entidades do setor cafeeiro. “A estimativa é que no próximo mês de setembro já tenhamos um quadro real da situação”, prevê o diretor de Departamento de Comercialização e Abastecimento, Silvio Farnese.

Recursos - Os recursos fazem parte dos R$ 5,9 bilhões que foram aprovados pelo Conselho Deliberativo da Política do Café para aplicação nas linhas de financiamento do Funcafé para a safra 2021/22. Com a manutenção dessa reserva de contingência, nesse primeiro momento, serão disponibilizados aos agentes financeiros o total de R$ 4,6 bilhões, para as linhas de crédito de custeio, comercialização, capital de giro e aquisição de café. Os contratos estão no final de processamento.

Suficiente - “A essa medida não causará dificuldade para os tomadores de crédito do Funcafé uma vez que o que está sendo encaminhado aos agentes financeiros é suficiente para atender a demanda até a decisão de liberação da reserva de contingência entre setembro e outubro”, lembrou o diretor. (Mapa)

 

LEGISLATIVO I: Pacheco prorroga MP que liberou R$ 5 bilhões para o Pronampe

legislativo 09 08 2021O presidente da Mesa do Congresso Nacional, senador Rodrigo Pacheco, prorrogou por 60 dias a vigência da MP 1.053/2021, que perderia a validade na próxima semana. A medida provisória aguarda deliberação na Câmara e também precisa passar por votação no Senado. O ato de Rodrigo Pacheco foi publicado na sexta-feira (06/08) no Diário Oficial da União.

Integralização - A MP 1.053/2021 integralizou em mais R$ 5 bilhões a participação do governo no Fundo Garantidor de Operações (FGO). Esses R$ 5 bilhões são destinados ao Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte (Pronampe).

Microempresas - No caso das microempresas que têm faturamento de até R$ 360 mil, o empréstimo pode ser de até R$ 108 mil. Nas pequenas empresas com faturamento de até R$ 4,8 milhões, o empréstimo pode ser de até R$ 1,44 milhão. Uma das vantagens do Pronampe é que o governo se torna um avalista do empresário, oferecendo garantias para facilitar o acesso das empresas a empréstimos. Segundo dados do Ministério da Economia, em 2020 o Pronampe atendeu 517 mil empresas, liberando R$ 37,5 bilhões. (Agência Senado)

FOTO: Roque de Sá / Agência Senado

 

 

LEGISLATIVO II: Comissão debate proposta que substitui fiscalização por autocontrole no setor agropecuário

legislativo II 09 08 2021A Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural da Câmara dos Deputados promove audiência pública nesta segunda-feira (09/08) sobre o PL 1293/21, do Poder Executivo, que dispõe sobre o autocontrole nas atividades agropecuária e agroindustrial, sobre a organização e procedimentos da defesa agropecuária, que institui o Programa de Incentivo à Conformidade em Defesa Agropecuária, dentre outros. O debate foi solicitado pela deputada Aline Sleutjes (PSL-PR).

Convidados - Entre os convidados estão representantes da indústria alimentícia, do setor de agronegócio e do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Confira aqui a lista completa de participantes.

Local e horário - O evento será realizado no plenário 6, às 14 horas. (Agência Câmara de Notícias)

FOTO: Divulgação / Governo de Mato Grosso do Sul

 

SAÚDE I: Brasil tem 563 mil mortes e 20 milhões de casos

saude I 09 08 2021O número de vidas perdidas para a pandemia chegou a 563,1 mil neste domingo (08/08). Nas últimas 24 horas, foram registrados 399 novos óbitos em razão da covid-19. No sábado (07/08), o total de óbitos estava em 562.752.

Infectadas - A quantidade de pessoas infectadas desde o início da pandemia alcançou 20,1 milhões. De sábado para domingo (07 e 08/08), foram confirmados 13,8 mil novos diagnósticos positivos. No sábado (07/08), o sistema de informações da pandemia marcava 20.151.779 casos acumulados.

Acompanhamento - Ainda há 695,2 mil casos em acompanhamento. O nome é dado para pessoas cujo quadro pode evoluir e é observado por equipes de saúde.

Atualização diária - A atualização diária do Ministério da Saúde foi divulgada na noite deste domingo (08/08). O balanço sistematiza os registros levantados pelas secretarias estaduais de saúde sobre casos e mortes relacionados à covid-19.

Recuperadas - O número de pessoas que se recuperaram da covid-19 chegou a 18,9 milhões.

Dados - Os dados em geral são menores aos domingos e segundas-feiras em razão da dificuldade de alimentação do sistema pelas secretarias estaduais. Já às terças-feiras os resultados tendem a ser maiores pela regularização dos registros acumulados durante o fim de semana.

Estados - O estado que registra mais mortes é São Paulo, com 140,7 mil óbitos. Em seguida, vem o Rio de Janeiro (59,9 mil), Minas Gerais (51,3 mil), Paraná (35,8 mil) e Rio Grande do Sul (33,5 mil). Na parte de baixo da lista estão Acre (1804 mortes), Roraima (1889), Amapá (1924), Tocantins (3,5 mil) e Alagoas (5,8 mil).

Vacinação - De acordo com o Ministério da Saúde, foram entregues aos estados 184,8 milhões de doses de vacinas contra a covid-19. Desse total, já foram aplicados 151,7 milhões de doses, sendo 106,5 milhões da 1ª dose e 45,1 milhões da 2ª dose ou dose única. Nas últimas 24 horas, foram aplicadas 2 milhões de doses de imunizantes. (Agência Brasil)

FOTO: Pixabay

 

SAÚDE II: Paraná confirma mais 1.243 casos e 58 mortes em decorrência da Covid-19

saude II 09 08 2021A Secretaria de Estado da Saúde divulgou neste domingo (08/08) 1.243 casos confirmados e 58 mortes — referentes aos meses ou semanas anteriores e não representam a notificação das últimas 24 horas — em decorrência da infecção causada pelo novo coronavírus. Há ajustes ao final do texto.

Soma - Os dados acumulados do monitoramento da Covid-19 mostram que o Paraná soma 1.396.089 casos confirmados e 35.635 mortos em decorrência da doença.

Meses - Os casos confirmados divulgados nesta data são de agosto (467), julho (67), junho (128), maio (166) abril (43), março (75), fevereiro (62) e janeiro (43) de 2021 e dos seguintes meses de 2020: março (1), abril (4), maio (6), junho (18), julho (25), agosto (25), setembro (22), outubro (13), novembro (34) e dezembro (44).

Internados - 1.110 pacientes com diagnóstico confirmado de Covid-19 estão internados. São 822 pacientes em leitos SUS (472 em UTI e 350 em leitos clínicos/enfermaria) e 288 em leitos da rede particular (146 em UTI e 142 em leitos clínicos/enfermaria).

Exames - Há outros 1.688 pacientes internados, 727 em leitos UTI e 961 em enfermaria, que aguardam resultados de exames. Eles estão em leitos da rede pública e particular e são considerados casos suspeitos de infecção pelo Sars-CoV-2.

Óbitos - A Sesa informa a morte de mais 58 pacientes. São 25 mulheres e 33 homens, com idades que variam de 0 a 97 anos. Os óbitos ocorreram de 21 de dezembro de 2020 a 7 de agosto de 2021.

Municípios - Os pacientes que foram a óbito residiam em: Curitiba (9), Londrina (3), Cascavel (3), São José dos Pinhais (2), Pontal do Paraná (2), Piraquara (2), Maringá (2), Campo Mourão (2) e Cambé (2).

Uma morte - A Sesa registra ainda a morte de uma pessoa que residia em cada um dos seguintes municípios: União da Vitória, Tunas do Paraná, Toledo, Tibagi, São Jorge do Ivaí, Sarandi, Porto Rico, Ponta Grossa, Pinhais, Pato Branco, Moreira Sales, Marilena, Marialva, Mamborê, Joaquim Távora, Jacarezinho, Ivaté, Inácio Martins, Guaratuba, Guarapuava, Godoy Moreira, Foz do Iguaçu, Colombo, Cianorte, Castro, Capitão Leônidas Marques, Campina da Lagoa, Cafezal do Sul, Arapongas, Alto Paraíso e Altamira do Paraná.

Fora do Paraná - O monitoramento da Sesa registra 6.296 casos de residentes de fora do Estado, 199 pessoas foram a óbito.

Ajustes - Relatório de Alteração de Município:

Um caso confirmado (M,56) de Umuarama foi corrigido para o município de Moreira Sales.

Um caso confirmado (M,63) de Planaltina do Paraná foi corrigido para o município de Juara/MT.

Um caso confirmado (M,41) de Planaltina do Paraná foi corrigido para o município de Marilena.

Um caso confirmado (M,64) de Curitiba foi corrigido para o município de Guaratuba.

Um caso confirmado (F,59) de Jataizinho foi corrigido para o município de Londrina.

Um caso confirmado (M,43) de Francisco Beltrão foi corrigido para o município de Pato Branco.

Um caso confirmado (M,65) de Pontal do Paraná foi corrigido para o município de Curitiba.

Um caso confirmado (F,88) de Sarandi/RS foi corrigido para o município de Sarandi.

Um caso confirmado (M,73) de Londrina foi corrigido para o município de Curitiba.

Um caso confirmado (M,56) de Santo Antônio do Sudoeste foi corrigido para o município de Toledo.

Um caso confirmado (M,69) de Arapongas foi corrigido para o município de Curitiba.

Um caso confirmado (M,59) de Douradina foi corrigido para o município de Ivaté.

Um caso confirmado (F,56) de Boa Vista da Aparecida foi corrigido para o município de Cascavel.

Um caso confirmado (M,66) de Tacuru/MS foi corrigido para o município de Alto Paraíso.

Um caso confirmado (M,54) de Cruzeiro do Oeste foi corrigido para o município de Campo Mourão.

Um caso confirmado (M,64) de Céu Azul foi corrigido para o município de Cascavel.

Um caso confirmado (M,62) de Francisco Beltrão foi corrigido para o município de Dionísio Cerqueira/SC.

Um caso confirmado (M,69) de Maringá foi corrigido para o município de Porto Rico.

Um caso confirmado (F,92) de Maringá foi corrigido para o município de Campo Mourão.

Um caso confirmado (M,59) de Cambé foi corrigido para o município de Londrina.

Um caso confirmado (M,61) de Curitiba foi corrigido para o município de Pinhais.

(Agência de Notícias do Paraná)

Confira o informe completo clicando AQUI.

 

SAÚDE III: 2,5 milhões de pessoas completaram a imunização contra a Covid-19 no Paraná

saude III 09 08 2021O Paraná chegou neste fim de semana à marca de 2,5 milhões de pessoas completamente imunizadas contra a Covid-19. Até a manhã deste domingo (08/08), 2.501.395 de paranaenses tinham recebido as duas doses da vacina ou o imunizante de dose única, número que representa 28,7% da população adulta do Estado.

Meta - Quinto estado com o maior número de doses aplicadas, o Paraná está cada vez mais próximo de cumprir a meta e chegar ao final do mês com 80% do público adulto vacinado com pelo menos uma dose, e 100% até o fim de setembro. Ao fim da primeira semana de agosto, esse índice já estava em 73,7%, com a vacina aplicada em 6.424.918 de pessoas. Considerando toda a população paranaense, 55,8% foram vacinados.

Alegria - “É uma alegria ver a vacinação avançar e ampliar cada vez mais a cobertura. Quando bastante gente é vacinada, criamos um escudo de proteção imunológico, diminuindo a circulação do vírus e com menos pessoas acometidas pelas formas mais graves da doença”, afirma o secretário estadual da Saúde, Beto Preto. “Porém, mesmo vacinados, não podemos deixar os cuidados de lado. O uso de máscaras, distanciamento social e higiene das mãos ainda são imprescindíveis”, diz.

Grupos - Em alguns grupos e faixas etárias, a proporção de indivíduos que já atingiram o ciclo completo de imunização está próxima da totalidade: 100% dos trabalhadores da saúde e 86,9% da população indígena paranaense receberam a segunda ou a dose única.

Idosos - A cobertura vacinal também é elevada entre os idosos, com 99,8% das pessoas com idade entre 70 e 74 anos completamente imunizadas; 99,6% dos 75 aos 79 anos; 98,2% entre 65 e 69 anos; 93,2% dos que têm 80 anos ou mais; e 81,2% na faixa dos 60 aos 64 anos.

População geral - Há um grande avanço na vacinação da população geral, com idade entre 18 aos 59 anos e que não está em algum grupo prioritário. Em números absolutos, 2.743.857 doses foram aplicadas nesse público, incluindo D1, D2 e dose única (DU).

Outros - Também foram aplicadas 935.606 doses nas pessoas com idade entre 60 e 64 anos; 830.868 dos 65 aos 69 anos; 618.992 em pessoas com comorbidade; 447.033 em pessoas com mais de 80 anos; 412.907 dos 75 aos 79 anos; 83.726 em gestantes; 69.255 em idosos institucionalizados; 55.691 em pessoas com deficiência permanente; 29.629 na população privada de liberdade; 19.270 em indígenas; 18.377 em puérperas; 8.854 em quilombolas; 4.903 na população em situação de rua; 4.030 em pessoas com deficiência institucionalizadas; 2.887 em ribeirinhos;

Categorias profissionais - Entre as categorias profissionais, foram administradas 806.472 doses nos trabalhadores da saúde; 243.313 em profissionais do ensino básico; 92.167 em caminhoneiros (88,5% DU); 36.850 nas forças de segurança e salvamento; 35.364 em profissionais do ensino superior; 18.683 em portuários; 16.486 em trabalhadores do transporte coletivo (84,6% DU); 16.012 em trabalhadores da limpeza; 10.512 nas Forças Armadas; 7.659 em trabalhadores industriais; 4.822 em funcionários do sistema penitenciário; 4.320 em trabalhadores do transporte aéreo; 2.625 em ferroviários; e 203 em trabalhadores do transporte aquaviário.

Municípios - Os municípios que mais aplicaram vacinas, em números absolutos de doses, foram Curitiba (1.529.022); Londrina (425.158); Maringá (395.618); Cascavel (243.734); Ponta Grossa (225.751), Foz do Iguaçu (215.873); São José dos Pinhais (188.563); Colombo (155.090); Paranaguá (131.358) e Guarapuava (129.912). (Agência de Notícias do Paraná)

FOTO: José Fernando Ogura / AEN

 

SAÚDE IV: Paraná receberá mais 209.170 vacinas contra a Covid-19 nesta segunda

saude IV 09 08 2021O Paraná receberá nesta segunda-feira (09/08) mais 209.170 vacinas contra a Covid-19. São 141.570 da Comirnaty (Pfizer/BioNTech) e 67.600 da CoronaVac (Sinovac/Butantan). As novas doses darão continuidade à campanha de imunização do Estado, perto de completar sete meses.

Transporte aéreo - O transporte será aéreo, operacionalizado no Aeroporto Afonso Pena, em São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba. O primeiro voo (AD 4830) chega ao Estado às 13h35 com as doses da CoronaVac. O segundo, com as Comirnaty, às 19h10 (LA-4721).

Encaminhamento - Após chegarem, as vacinas serão encaminhadas ao Centro de Medicamentos do Paraná (Cemepar). Elas serão distribuídas aos municípios logo em seguida.

Divisão - As doses da CoronaVac são divididas em D1 e D2. Segundo o Informe Técnico, são 60.840 (30.420 D1 e 30.420 D2) para imunização e 6.760 da reserva técnica. Os imunizantes da Pfizer são todos para a primeira aplicação (127.413 D1 e 14.157 da reserva técnica).

Envio - Na semana passada, entre quinta e sábado, a Secretaria de Estado da Saúde enviou mais de meio milhão de vacinas (558.900 doses) contra a doença para as Regionais de Saúde. Na quinta-feira (05/08) foram 158.670 doses D1 para aplicação na população geral acima de 18 anos. No final de semana, 400.230 doses, entre D1 e D2. (Agência de Notícias do Paraná)

FOTO: Ari Dias / AEN

 

ARTIGO: Accountability, precisamos falar sobre isso!

artigo 09 08 2021*Rodrigo Martimiano da Rocha

Accountability é um termo que provém da língua inglesa. Em uma tradução livre para o português, pode ser definido como a prestação de contas da empresa e está relacionada diretamente com o viés ético dela. Isso porque denota uma prestação de contas ampla das atividades realizadas pela organização, o que não se refere apenas aos números financeiros. Ficou confuso? Vem comigo que vou explicar melhor!

O mercado evoluiu, assim como a sociedade, a percepção dos consumidores e o papel das empresas perante a comunidade. Isso fez com que as organizações passassem a se atentar a valores que antes não eram tão visados. O conceito de accountability mede, não só a parte financeira da empresa, mas também a maneira como ela se relaciona com as pessoas e o meio ambiente. Quando falamos de pessoas, não falamos somente dos clientes, mas também dos seus colaboradores, fornecedores e da comunidade em geral.

A empresa que trabalha focada neste conceito, já está inserida no que podemos chamar de novo mercado, e possuem políticas definidas das suas responsabilidades sociais, ambientais e de governança corporativa. A gestão responsável de uma empresa acaba se tornando um diferencial competitivo e a longo prazo reflete em sua integridade.

Isso pode parecer um pouco distante para o mundo dos investimentos, mas não é. Afinal, empresas assim transmitem credibilidade e tendem a prosperar, e é isso que atrai novos investimentos.

Então, sempre que for escolher um investimento, lembre-se de analisar além dos números da organização e o quando este investimento pode render, o como ela está inserida na comunidade, quais os impactos que o seu modelo de negócio pode gerar e se ele é sustentável ao longo do tempo. São práticas que além de serem boas para a comunidade, podem fazer uma grande diferença na segurança de seus investimentos.

Ainda tem dúvidas sobre o termo accountability e a relação dele com seus investimentos? Fale com a gente através do e-mail: contato@uniprimebr.com.br.

*Rodrigo Martimiano da Rocha é colaborador Uniprime e profissional com Certificação CFP®

 


Versão para impressão


RODAPE