Início Sistema Ocepar Comunicação Informe Paraná Cooperativo Últimas Notícias SISTEMA OCEPAR I: Plano de metas 2017 é entregue ao presidente da entidade

 

 

cabecalho informe

SISTEMA OCEPAR I: Plano de metas 2017 é entregue ao presidente da entidade

Foi realizada, na manhã desta segunda-feira (10/04), em Curitiba, a entrega oficial do Plano de Metas 2017 do Sistema Ocepar ao presidente da organização, José Roberto Ricken. O documento contém as atividades planejadas por todos os funcionários da entidade para serem executadas ao longo do ano. De acordo com Ricken, o plano foi submetido à apreciação dos diretores da entidade e da Assembleia Geral Ordinária (AGO), ocorrida na última segunda-feira (03/04). “Agora, temos que executar o que foi aprovado na AGO”, salientou o presidente. Ele destacou ainda que a primeira tarefa a ser cumprida é uma análise da situação das cooperativas. “É importante estarmos atentos às necessidades das cooperativas para prestarmos o melhor serviço para elas. Nesse sentido, também estaremos realizando a primeira rodada dos Encontros de Núcleos Cooperativos deste ano, entre os dias 15 e 18 de maio, para levantar as demandas das nossas filiadas”.

Diferencial – O presidente afirmou que um dos diferenciais do setor cooperativista paranaense encontra-se no planejamento das ações. “Nós temos um rumo a seguir e o PRC 100 (Plano Paraná Cooperativo 100) é a prova disso”, frisou. Ricken lembrou também que, a partir deste ano, está sendo implantado na entidade o sistema de gestão estratégica orientada por resultados (Geor), com apoio do Sebrae/PR. “O objetivo é premiar o resultado efetivo apresentado pelos colaboradores”.

Organograma – Na reunião desta segunda-feira, os superintendentes da Ocepar, Robson Mafioletti, do Sescoop/PR, Leonardo Boesche, e da Fecoopar, Nelson Costa, repassaram aos funcionários as informações sobre a nova forma de organização das três entidades que formam o Sistema Ocepar. “As mudanças no organograma ocorreram principalmente em relação às gerências, que deverão ter uma atuação integrada e de articulação. Já os coordenadores terão uma ação mais técnica”, explicou Ricken. Ele  ressaltou  ainda a função do setor de planejamento e controle, que deverá dar respaldo a todas as demais áreas da entidade no cumprimento dos objetivos traçados no Plano de Metas. “Essa será uma das prioridades”, frisou. 

 

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to LinkedIn

Últimas Notícias