cabecalho informe

VAREJO: Mercosuper deve gerar R$ 520 milhões em negócios, estima Apras

 

A 36ª edição da Mercosuper – Feira e Convenção Paranaense de Supermercados - foi aberta na tarde de terça-feira (19/04), no Expotrade Convention Center, em Pinhais, região metropolitana de Curitiba. As cooperativas Coamo, Frimesa, Castrolanda, Frísia, Capal e Lar participam do evento, que é uma iniciativa anual da Apras – Associação Paranaense de Supermercados e tem como objetivo apresentar as últimas tendências em produtos, serviços e tecnologias, promovendo mais negócios entre varejistas e fornecedores. O presidente da entidade, Pedro Joanir Zonta, afirmou que o fluxo de público nos três dias da feira deve ser aproximadamente de 45 mil pessoas, que poderão visitar cerca de 190 expositores, entre fornecedores de diversos estados e também empresas de países vizinhos. O dirigente estima que os negócios realizados durante o evento chegarão a R$ 520 milhões, um crescimento superior a 15% em comparação à edição de 2016. “Durante os três dias de evento, os supermercadistas conseguem realizar negociações especiais, o que resulta em ofertas aos consumidores. Além de sentir os resultados do evento nos preços, as pessoas também vão encontrar tecnologias e inovações que poderão ser aplicadas pelos estabelecimentos supermercadistas em breve”, ressaltou.  Conforme dados da Apras, No Paraná, o setor supermercadista emprega 102 mil pessoas e fatura aproximadamente R$ 1,8 bilhão por mês. Os supermercados paranaenses atendem cerca de 40 milhões de clientes mensalmente.

Participantes - O presidente do Sistema Ocepar, José Roberto Ricken, participou da abertura, juntamente com o presidente da Coamo, José Aroldo Gallassini, e do gerente da Frimesa, Mauro Strey Kramer, entre outros representantes das cooperativas expositoras. Também acompanharam a solenidade o diretor Administrativo do BRDE - Banco de Desenvolvimento do Extremo Sul, Orlando Pessuti; o comandante-geral da Polícia Militar, coronel Maurício Tortato; os presidentes da Fecomércio-PR, Darci Piana; da Associação Comercial do Paraná, Gláucio Geara; e o superintendente do Sebrae-PR, Vitor Tioqueta. O governador Beto Richa falou durante o evento, afirmando que o Estado tem dialogado com os diversos setores produtivos, “promovendo a criação de empregos e geração e distribuição de renda”. Ele citou o apoio do BRDE – Banco de Desenvolvimento do Extremo Sul, que teria financiado, desde 2011, cerca de R$ 200 milhões ao comércio varejista.

Cooperativas Durante os três dias do evento, as cooperativas Frimesa, Coamo, Castrolanda, Frísia, Capal e Lar, expõem seus produtos destinados ao varejo nos segmentos de carnes de suínos e frango, lácteos, café, farinha de trigo, margarina, óleo de soja, presuntos, apresuntados, salames, mortadela e cervejas. “As cooperativas ampliam a cada ano a presença no segmento de varejo, oferecendo aos consumidores produtos com garantia de origem e rastreabilidade, seguindo os mais exigentes padrões de qualidade, sustentabilidade e bem-estar animal. O setor realiza investimentos constantes no aperfeiçoamento de sua cadeia produtiva, com assistência técnica aos produtores, treinamento dos profissionais e indústrias que seguem os padrões internacionais de tecnologia e boas práticas operacionais”, afirma o presidente do Sistema Ocepar, José Roberto Ricken. “A participação na Mercosuper é uma maneira de ampliar parcerias e estreitar laços com os supermercadistas, num ano que começa a sinalizar uma pequena melhora nos indicadores econômicos, num cenário mais otimista e promissor do que tivemos em anos anteriores”, conclui.

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to LinkedIn

Últimas Notícias