cabecalho informe

UNIMED MARINGÁ: Maringaenses se destacam no Circuito Caixa de natação

As irmãs maringaenses Beatriz e Débora Borges Carneiro, nadadoras paralímpicas patrocinadas pela Unimed Maringá, se destacaram na segunda etapa do Circuito Brasil Loterias Caixa, realizado entre os dias 4 e 6, em São Paulo (SP).

Conquista - Beatriz disputou cinco provas e conquistou quatro ouros e uma prata. Na prova dos 200 m livre ela fez um tempo de 2min28s31 e garantiu a segunda colocação; no 100 m peito, 200 m medley, 100 m borboleta e 100 m livre Beatriz ficou com o ouro após alcançar os tempos de 1min21s57, 2min48s11, 1min26s28 e 1min06s09, respectivamente. Nas três últimas provas, inclusive, ela estabeleceu o novo recorde brasileiro.

Disputa - Débora disputou as mesmas provas que a irmã, conquistando um ouro e quatro provas, e garantindo a dobradinha em todas. Na prova dos 200 m livre ela ficou com o ouro ao fazer o tempo de 2min27s93; no 100 m peito, 200 m medley, 100 m borboleta e 100 m livre ela ficou com a prata com os tempos de 1min25s55, 2min52s82, 1min27s74 e 1min07s62, respectivamente.

Mundial do México - O principal objetivo de Débora, porém, não foi alcançado. A nadadora tinha nesta segunda etapa do Circuito Brasil Loterias Caixa a última oportunidade obter o índice que garantiria vaga no Mundial da modalidade, que será disputado no México, em setembro. Novamente bateu na trave, assim como nas outras competições que disputou durante o ano com esse mesmo objetivo. “Elas fizeram uma excelente competição. Infelizmente, só faltou o índice da Débora para tudo ser perfeito. Mesmo assim, é bola para frente e vamos ficar juntos na torcida pela a Bia”, revela Eraldo Volpato Carneiro, pai e representante das meninas.

Campeonato mundial - Beatriz, por sua vez, conseguiu se garantir para o campeonato mundial. A classificação veio no IDM Swimming (Campeonato Alemão Internacional de natação), realizado em Berlim, no início de julho, quando ela conseguiu completar a prova eliminatória dos 100 m peito com o tempo de 1min19seg76.

Melhor atleta - Por conta da pontuação obtida na competição, Beatriz foi eleita a melhor atleta feminina da segunda etapa do Circuito Brasil Loterias Caixa.

Melhor técnico - André Yamazaki, técnico da dupla, foi eleito o melhor treinador feminino da competição. “O prêmio me motiva muito a continuar com o foco total, buscar cada vez mais conhecimento técnico e ampliar nossas parcerias profissionais, para que os resultados significativos para as gêmeas continuem em progressão. No Circuito, especificamente, infelizmente não conseguimos o índice com a Débora, mas os resultados das duas nessa competição, de um modo geral, foram muito positivos”, analisa ele.

Melhor clube - A União Metropolitana Paradesportiva de Maringá (UMPM), clube do qual as gêmeas fazem parte, foi eleito o melhor na a categoria deficiência intelectual. (Imprensa Unimed Maringá)

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to LinkedIn

Últimas Notícias