cabecalho informe

FÓRUM AMBIENTAL E JURÍDICO: Profissionais de cooperativas debatem ações conjuntas

O Fórum Ambiental e Jurídico do Sistema Ocepar teve início na tarde desta quarta-feira (09/08), no Hotel San Juan, em Curitiba. O objetivo do evento, que reúne cerca de 30 profissionais de cooperativas agropecuárias do Paraná, é aprofundar as discussões sobre temas que afetam o dia a dia do setor, conectando as áreas jurídica e ambiental. A abertura do Fórum foi feita pelo superintendente da Ocepar, Robson Mafioletti, que ressaltou a importância do alinhamento das estratégias de ação do cooperativismo.

Sintonia - “É fundamental que os profissionais das áreas jurídica e ambiental se mantenham em sintonia, pois as questões de meio ambiente envolvem legislações e regulações que precisam ser interpretadas e aplicadas, bem como suas consequências no campo devem ser monitoradas de forma constante. Para a Ocepar, é importante também conhecer os problemas vivenciados pelas cooperativas, que possuem realidades distintas e podem, durante o Fórum, nos repassar informações relevantes que vão ser consideradas nas ações realizadas pela entidade”, afirmou. O evento prossegue nesta quinta-feira (10/08), com discussões técnicas e operacionais sobre o sistema de gestão ambiental do IAP.

Temas - Durante o evento, da tarde desta quarta-feira, os participantes debateram sobre os temas:     Projeto de Lei para Licenciamento Ambiental, a Taxa de Controle e Fiscalização Ambiental (TCFA) e o Código Florestal Brasileiro e o Cadastro Ambiental Rural (CAR). Foram convidados para discutir esses assuntos os especialistas Leonardo Papp (Organização das Cooperativas Brasileiras), Betina Treiger Grupenmacher (Universidade Federal do Paraná), Carlos Eduardo Portella Sturm (Sistema Florestal Brasileiro) e Mariese Cargnin Muchailh (Instituto Ambiental do Paraná - IAP). “Nossa avaliação é de que as discussões estão sendo muito positivas, com a atualização de informações e soluções sugeridas pelas cooperativas, e o despertar de temas que vão ter desdobramentos no futuro, com ações que serão desenvolvidas em conjunto por advogados e técnicos ambientais”, explicou a coordenadora jurídica da Ocepar, Micheli Mayumi Iwasaki.

CAR - Na opinião do analista técnico e econômico da Ocepar, Moisés Knaut, o evento traz temas de relevância e com fortes impactos no dia a dia das cooperativas e que afetam as atividades de milhares de produtores paranaenses. “Outro aspecto do Fórum é estreitar o relacionamento entre os profissionais das cooperativas e instituições ambientais como o IAP. Nessa edição do evento, entre os assuntos debatidos, os participantes conheceram detalhes da implantação do CAR – Cadastro Ambiental Rural, e de que forma está ocorrendo a evolução do sistema, cinco anos após a entrada em vigor das mudanças do Código Florestal Brasileiro”, relatou.  

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to LinkedIn

Últimas Notícias