cabecalho informe

ENCONTRO DE NÚCLEOS: Pesquisa sobre o cooperativismo revela sentimento do consumidor, diz professor Shimoyama

Na manhã desta terça-feira (10/10), o diretor presidente do Grupo Datacenso, Claudio Shimoyama, entregou ao presidente do Sistema Ocepar, José Roberto Ricken, e também aos superintendentes da Ocepar, Sescoop/PR e Fecoopar, respectivamente, Robson Mafioletti, Leonardo Boesche e Nelson Costa, os resultados da Pesquisa Imagem e Posicionamento do Cooperativismo do Paraná. Durante reunião, na sede da entidade, em Curitiba, que contou com a participação do coordenador de Comunicação do Sistema Ocepar, Samuel Z. Milléo Filho, uma explanação foi feita por Shimoyama, que deu detalhes sobre a metodologia e as perguntas que foram feitas a mais de 1.000 consumidores e não consumidores de produtos de cooperativas, em municípios polos do estado. “A pesquisa é uma fotografia que revela o sentimento do público consumidor, e também a opinião do supermercadista que adquire e coloca nas gôndolas produtos de cooperativas. É um estudo que mostra a percepção sobre a imagem e o posicionamento do setor no mercado e, portanto, seu conteúdo é uma informação fundamental para a elaboração de um plano estratégico das cooperativas”, afirmou o diretor da Datacenso. Economista e professor, Shymoyama tem doutorado em Gestão de Negócios pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).

Profundidade - Por conta da profundidade das informações, Shimoyama considera imprescindível a participação dos gestores e dirigentes nos Encontros de Núcleos Cooperativos, que serão realizados de 16 a 19 de outubro. Nos eventos, haverá a apresentação dos resultados da pesquisa, ação executada dentro das atividades do PRC 100, o planejamento estratégico das cooperativas do Paraná. “Para atender aos anseios e expectativas dos consumidores, é preciso entender suas demandas e percepções. Esse é o objetivo da pesquisa e suas conclusões são subsídios fundamentais para os cooperativistas. Por isso a participação nos Encontros de Núcleos é muito importante”, ressalta. “A pesquisa que apresentaremos tem profundidade e abrangência. Poucas empresas e setores têm acesso ou desenvolvem um estudo com esta amplitude”, concluiu.

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to LinkedIn

Últimas Notícias