cabecalho informe

INTEGRADA: Jovens líderes visitam a sede da Ocepar e recebem informações sobre o cooperativismo

Um grupo de 30 jovens líderes da cooperativa Integrada visitou, na tarde desta terça-feira (28/08), a sede do Sistema Ocepar, em Curitiba. Os cooperativistas participam de uma imersão em cooperativismo, que começou na segunda-feira (27/08), na Integrada, em Londrina, passou pela capital paranaense e prossegue nesta quarta-feira (29/08), com atividades vivenciais na Reserva Particular do Patrimônio Natural Ninho do Corvo, em Prudentópolis. Na Ocepar, os jovens foram recebidos pelo presidente José Roberto Ricken, além do superintendente da Fecoopar (Federação das Cooperativas do Paraná), Nelson Costa, e a analista técnica do Sescoop/PR (Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo), Carolina Bianca Teodoro.

Conhecimento - Ricken, Costa e Carolina explicaram em detalhes a atuação do Sistema Ocepar, informaram sobre a estrutura da entidade, os números e indicadores do cooperativismo paranaense, suas conquistas e desafios. Também foram abordadas as ações de comunicação, em especial o Movimento SomosCoop, e o programa de educação política voltado ao público interno do setor. “O trabalho que a Integrada desenvolve com os jovens é fundamental para integrá-los à realidade do cooperativismo. Informando com clareza sobre as características diferenciadas do nosso modelo de negócios, os princípios e valores que nos direcionam, a juventude amplia percepções e o engajamento em sua cooperativa e comunidade”, afirmou Ricken. O presidente lembra que o 5º princípio do cooperativismo, que trata da “Educação, Formação e Informação”, enfatiza que deve existir uma especial atenção aos jovens. “As novas gerações precisam conhecer a natureza e as vantagens do modelo cooperativista. Da mesma forma, é necessário investir na formação de novos líderes, que vão garantir a perenidade de suas cooperativas”, ressaltou.

Visão global - Segundo a coordenadora Socioambiental da Integrada, Ana Lucia de Almeida Maia, que acompanha o grupo, a cooperativa passa por uma fase de reestruturação dos programas voltados aos jovens, trabalho que é considerado prioritário para a formação de novos líderes. “Os participantes desta imersão vêm de todas as regiões da área de ação da Integrada. O objetivo é aproximá-los e informá-los sobre o sistema cooperativista, para que tenham uma visão global do que somos, percebam oportunidades e se envolvam ainda mais com a cooperativa. É um processo de capacitação que está focado não apenas na sucessão nas propriedades, mas também na sucessão corporativa, pois esses jovens um dia irão liderar a cooperativa”, explicou.

Importância - Ligia Mara Jung, 30 anos, é uma demonstração da importância do investimento constante na formação da juventude cooperativista. Filha de cooperados, começou a participar dos núcleos de jovens da Integrada aos 14 anos, no qual permaneceu até entrar na faculdade. Depois de formar-se em engenharia agronômica, trabalhar na cidade por algum tempo, ela decidiu, em 2015, voltar à propriedade da família. Hoje, é cooperada da Integrada e sócia dos pais na produção de soja, milho e morango. Não demorou e logo Ligia se engajou também no dia a dia da cooperativa, tornando-se a primeira mulher a fazer parte do Núcleo de Coordenadores de Cooperados da Integrada. “Somos responsáveis por levar à Diretoria os problemas e demandas da regional Maringá e replicamos aos demais cooperados da base as estratégias e informações dos gestores da cooperativa”, explicou. Segundo ela, ter participado dos núcleos de jovens foi uma experiência decisiva. “O conhecimento que foi repassado deu-me forças para continuar no campo e ajudou a definir os rumos de minha trajetória pessoal e profissional”, concluiu. 

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to LinkedIn

Últimas Notícias