Início Sistema Ocepar Comunicação Informe Paraná Cooperativo Últimas Notícias RAMO TRANSPORTE: Cooperativistas brasileiros desembarcam nos EUA

 

 

cabecalho informe

RAMO TRANSPORTE: Cooperativistas brasileiros desembarcam nos EUA

 

ramo transporte 25 09 2018Representantes das cooperativas aqui do Brasil iniciaram nesta segunda-feira (24/09), em Winsconsin, nos Estados Unidos, a programação da Missão de estudos do Ramo Transporte nos EUA, organizada pelo Sistema OCB. A ideia de visitar a maior economia do mundo, onde empresas e cooperativas têm assumido a dianteira da melhoria em processos e produtos, é estimular a inovação no cooperativismo. Por isso, hoje e amanhã, os brasileiros participam de um curso de formação de dirigentes na Universidade de Wisconsin, focado em novas técnicas de gestão.

 

Pesquisa - A Universidade de Wisconsin (UW) é uma instituição de pesquisa. Fundada em 1848, foi a primeira universidade pública criada na região e está organizada em 20 escolas e faculdades, que contam com 29,3 mil alunos de graduação, 9,5 mil de pós-graduação e 2,4 mil estudantes profissionais, além de empregar cerca de 21 mil professores e funcionários. O seu programa acadêmico abrange 136 cursos de graduação, juntamente com 148 programas de mestrado e 120 programas de doutorado.

 

Cooperativismo - No campo do cooperativismo, por meio do Centro de Cooperativismo da Universidade de Wisconsin, a UW é considerada uma referência internacional. Ao lado da Universidade de Sherbrooke, no Canadá, e da Universidade de Bolonha, na Itália, a instituição figura entre as três principais linhas de pesquisa em cooperativismo no mundo.

 

Vale do Silício - A partir desta quarta-feira (26/09), a Missão de estudos do Ramo Transporte desembarca no Vale do Silício, onde participa de uma palestra com o professor da The New School, de Nova Iorque, considerada uma das melhores universidades privadas dos Estados Unidos, sendo referência em inovação.

 

Cooperativismo de Plataforma - Trebor foi um dos fundadores do movimento “Cooperativismo de Plataforma”, iniciativa que começou em 2015 a estimular o cooperativismo como forma alternativa à “uberização” das profissões. O movimento tem crescido rapidamente, com presença em 47 países atualmente. O acadêmico também dirige uma incubadora de cooperativas de plataforma que busca capacitar trabalhadores cooperados para a comercialização de seus serviços por plataformas digitais.

 

Referência internacional - Trata-se de uma das referências internacionais na temática do cooperativismo de plataforma. O Professor Trebor estará em São Francisco especialmente para se encontrar com nossa delegação. Ele fará uma palestra sobre o movimento cooperativismo de plataforma e os desafios modernos das cooperativas de serviços e trabalhadores.

 

Atividades - A passagem dos brasileiros pelos Estados Unidos inclui, ainda, visitas e reuniões, conforme programa a seguir:

 

Plug and Play - Uma das maiores incubadoras e aceleradoras de empresas do mundo, a P&P já apoiou centenas de empresas de sucesso. Sua atuação está estruturada em três segmentos: aceleração de startups, inovação corporativa e capitais de risco. Também atua como ponte entre organizações e startups de base tecnológica em diversos setores, incluindo mobilidade. A área de mobilidade da empresa desenvolve programas nos campos de transporte autônomo, conectividade, economia compartilhada, sistemas elétricos, indústria 4.0, cidades inteligentes e softwares.

 

Programa de filiação - A empresa possui um programa de filiação que possibilita que organizações se associem para interagir com startups inovadoras de setores variados. Em 2017, a empresa geriu mais de 400 novas empresas e captou US$ 7 bilhões para investimentos. A Plug and Play também possui mais de 200 outras empresas parceiras em investimentos conjuntos. Existem diferentes níveis de associação que permitem acesso diferenciados aos programas oferecidos pela aceleradora.

 

Zendrive -  A Zendrive é uma startup que desenvolveu uma solução para monitoramento de condições de veículos e de comportamento dos motoristas, por meio de uma tecnologia que utiliza apenas smartphones. Utilizando um de um banco de dados com armazenamento de diversos cenários e casos, a empresa consegue detectar facilmente padrões de comportamento com alta precisão.

 

PINC Solutions - A empresa é fornecedora número 1 em gerenciamento avançado de pátios, logística de veículos e soluções de robótica. Fornece software, hardware e serviços que permitem às empresas transportar mercadorias através da cadeia de fornecimento de forma mais rápida, rentável, consistente e mais eficiente. Além disso, a empresa está desenvolvendo soluções baseadas em drones para a gestão de estoques internos.

 

Federação de Cooperativas da Califórnia - O Ramo Transporte nos Estados Unidos é contemplado como parte do ramo de serviços. Assim, a Federação das Cooperativas de Trabalhadores dos Estados Unidos (USFWC) é a organização nacional de representação do cooperativismo de trabalho. Representa aproximadamente 200 membros que congregam 6.000 trabalhadores em todo o país.

 

Fundação - A USFWC foi fundada em 2004, quando um núcleo de trabalhadores cooperados se reuniu com dirigentes cooperativistas, acadêmicos, organizadores comunitários e apoiadores do setor para fortalecer as cooperativas de trabalhadores por meio de uma organização setorial nacional específica.

 

Velodyne LiDAR - A empresa projeta sistemas de automação de veículos, sendo responsável por desenvolver o programa de LiDAR – tecnologia óptica de detecção remota que mede propriedades da luz refletida de modo a obter a distância ou outra informação sobre objetos fixos ou móveis em tempo real. Trata-se de uma tecnologia de sensores de grande eficiência para o desenvolvimento de softwares de prevenção de acidentes e condução autônoma.

 

Centro de Inovação da Ford - Subsidiária da montadora norte-americana Ford, focada apenas em carros elétricos, modelos autônomos e Internet das Coisas no Vale do Silício. A companhia pesquisa soluções para integração dos smartphones com os carros e também para o desenvolvimento de um trânsito mais sustentável, incluindo veículos autônomos.

 

Cooperativismo nos EUA - O cooperativismo nos Estados Unidos é forte e crescente. Durante sua missão de estudos, você perceberá que as cooperativas atuam em diversos ramos da economia. Não há, no entanto, uma confederação ou instituição que represente todo o movimento no país. O que existe são cinco grandes federações que representam cooperativas de acordo com seus ramos.

 

NCBA - A National Cooperative Business Association (NCBA) - Associação Nacional de Negócios Cooperativos - representa as chamadas cooperativas urbanas, ligadas, principalmente ao setor de serviços. A NCBA foi criada em 1916, como Liga de Cooperativas da América e, mais tarde, Liga das Cooperativas dos Estados Unidos da América (CLUSA). Foi a primeira organização de cooperativas dos Estados Unidos e atualmente representa mais de 29 mil cooperativas do país. Por meio do trabalho de lobby da NCBA, na década de 1970, foi criado pelo Congresso Americano o Banco Nacional Cooperativo, que tem como missão fomentar o desenvolvimento das cooperativas no país.

 

Ativos - Hoje a instituição financeira possui 1800 cooperativas associadas e mais de 1 bilhão de dólares em ativos. Ainda, a NCBA oferece cursos presenciais e à distância para seus membros, além de contar com uma forte atuação no Congresso americano.

 

NCFC - A National Council of Famers Cooperatives (NCFC) - Conselho Nacional das Cooperativas Agropecuárias - foi criada em 1923 e representa as cooperativas agropecuárias dos Estados Unidos. A entidade agrega 3 mil cooperativas, que contam com 2 milhões de cooperados e geram 250 mil empregos diretos, movimentando US$ 8 bilhões anualmente. Compõem também os membros da NCFC, 26 estados e conselhos regionais de cooperativas.

 

CUNA - Por sua vez, a Credit Union National Association - Associação Nacional das Cooperativas de Crédito (CUNA), representa o cooperativismo de crédito no país. Já a National Regional Electric Cooperative Association - Associação Nacional das Cooperativas Regionais de Eletrificação (NRECA), representa o setor de energia. E por fim, a Federation of Worker Cooperatives - Federação de Cooperativas de Trabalho (FWC), compreende o cooperativismo de trabalho, transporte, educação, turismo e outros serviços.

 

Retorno - Os integrantes da Missão de estudos do Ramo Transporte chegam ao Brasil no dia 1º de outubro. (Informe OCB)

 

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to LinkedIn

Últimas Notícias