cabecalho informe

EMERGENTES: Banco de Desenvolvimento do Brics deve ampliar atuação no Brasil

 

emergentes 07 11 2018O Novo Banco de Desenvolvimento (NDB), criado no âmbito do Brics, grupo de países formado pelo Brasil, pela Rússia, India, China e África do Sul, foi tema da reunião nesta terça-feira (06/11), em Xangai, na China, entre o ministro das Relações Exteriores do Brasil, Aloysio Nunes, e o presidente do NDB, Kundapur Vaman Kamath. 

 

Avanços institucionais - Durante o encontro, Nunes e Kamath falaram sobre avanços institucionais do banco e os esforços para ampliar a sua atuação no Brasil. Atualmente, o banco financia no país mais de US$ 600 milhões em projetos nas áreas de infraestrutura, transportes e saneamento básico.

 

Progresso - O ministro elogiou o progresso nos trabalhos do banco desde sua última visita a Xangai, ocorrida em maio. Nesse período, foi assinado acordo para a instalação do escritório regional da instituição para as Américas, em São Paulo. A previsão é de que a inauguração ocorra em maio de 2019, possivelmente por ocasião do Brazil Investiment Forum, na capital paulista. 

 

Estudos - O presidente da instituição falou também sobre os "estudos para a futura adesão de novos membros e reforçou-se a prospecção de projetos a serem financiados no Brasil”.

 

Facilidade - “A representação do NDB no Brasil facilitará o acesso de empresas e instituições públicas ao banco e dinamizará os trabalhos de prospecção e elaboração de projetos”. Kamath falou ainda que, em pouco tempo, deverão ser definidos os critérios para expansão do número de membros no banco, medida, segundo ele, necessária para que o NDB se torne uma instituição financeira de âmbito global.

 

Contração de profissionais - Kamath disse ainda que a instituição vem trabalhando para a contratação de profissionais brasileiros, de maneira que "os Estados-membros tenham uma representação equitativa nos quadros da instituição. Ao término do encontro, o ministro Aloysio Nunes destacou que o NDB é uma das principais realizações já alcançadas no âmbito do Brics. (Agência Brasil)

 

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to LinkedIn

Últimas Notícias