cabecalho informe

INFRAESTRUTURA: Portos do Paraná têm recorde de investimentos e obras

infraestrutura 06 12 2018Nos últimos anos, a Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (Appa) realizou o maior conjunto de obras da sua história. Entre 2011 e 2018, foram mais de R$ 940 milhões em investimentos públicos, em infraestrutura marítima e terrestre. No período foram realizados, também, R$ 2,2 bilhões em investimentos privados.

Anúncio - Apenas durante a gestão da governadora Cida Borghetti, neste ano de 2018, a APPA anunciou mais R$ 663 milhões em investimentos, que serão aplicados na melhoria da infraestrutura portuária até 2020.

Próximas décadas - “Estamos pensando os nossos portos para as próximas décadas. Com esta estratégia, o Governo do Estado assumiu o papel de repotencializar os portos de Paranaguá e Antonina, tornando-os novamente competitivos no mercado nacional e internacional. E assim fizemos”, declarou o diretor-presidente da Appa, Lourenço Fregonese.

Obras em andamento - Em 2018 foram iniciadas as obras de revitalização da Avenida Bento Rocha, uma obra de R$ 15,9 milhões que vai reformar a principal via de acesso ao Porto de Paranaguá.

Dragagem de manutenção - Também foi feita a licitação da obra de dragagem de manutenção continuada para os próximos cinco anos, que garantirá a manutenção da profundidade de canal atingida com a recente dragagem.

Navios maiores- Além de permitir que os maiores navios que fazem o transporte internacional de cargas possam acessar ao porto, a obra vai contar com a inédita iniciativa de janelas ambientais, que são períodos sem intervenção da dragagem que respeitam os ciclos de reprodução marinha da fauna que vive na baía. O investimento da obra será de mais de R$ 470 milhões.

Cais oeste - Em julho deste ano, a governadora Cida Borghetti esteve em Paranaguá e assinou a ordem de serviço para início das obras no cais Oeste do Porto de Paranaguá. O investimento de R$ 177,58 milhões abrange modernização dos berços de atracação 201 e 202 e de ampliação do berço 201.

Triplo - A obra vai triplicar a movimentação de cargas no local, passando dos atuais 2 milhões de toneladas, para 6,5 milhões de toneladas anuais. Também já estão previstos outros R$ 60 milhões para a construção de quatro trincheiras rodoviárias em Paranaguá.

Plano de Desenvolvimento - Com as obras iniciadas neste ano, é possível dizer que a Appa cumpriu 100% do que foi proposto no Plano de Desenvolvimento e Zoneamento do Porto de Paranaguá (PDZPO), lançado em 2012, após debate com o setor produtivo e comunidade portuária.

Obras entregues - Foram entregues nesta gestão, obras como a instalação de novas defensas (estrutura que protege o casco do navio no cais), a expansão do sistema de segurança, novas portarias e balanças, novo prédio administrativo, o Centro de Proteção Ambiental das Baías de Paranaguá e Antonina, a reforma do cais, readequação do Sistema de Combate a Incêndios, ampliação do sistema de descarga de granéis sólidos no silo público com os novos tombadores e balanças rodoviárias.

Carregadores - Também foi feita a troca de quatro carregadores de navios, que aumentou em 33% a produtividade do Corredor de Exportação do Porto, a demolição de armazéns na faixa portuária, novas guaritas de acesso ao Pátio de Triagem de Caminhões, novo layout operacional do cais e um novo berço exclusivo para veículos, máquinas e equipamentos.

Recordes - Os investimentos fizeram com que o Porto de Paranaguá atingisse um novo patamar de movimentação. As filas de caminhões nunca mais foram vistas e, em 2017, pela primeira vez em toda a sua história, o porto ultrapassou a marca das 50 milhões de toneladas movimentadas.

Volume - Desde 2011, o Corredor de Exportação do Porto já registrou 45% de aumento no volume movimentado e ano passado bateu seu recorde de movimentação anual, com 17 milhões de toneladas de grãos escoados. Com isso, as cargas voltaram a sair pelo Porto de Paranaguá e mais de 80% da produção de grãos das cooperativas são exportadas pelo porto.

Recordes - Ao longo dos últimos anos, foram registrados 50 recordes históricos no Porto de Paranaguá. Ao todo, 17 marcas históricas foram batidas ao longo de 2017: operação diária, semestral e anual de soja e de veículos; volumes de graneis sólidos, líquidos e carga geral; fluxo de caminhões no pátio de triagem. Na operação quase todos os produtos movimentados pelo porto obtiveram recordes de movimentação, dinamizando e impulsionando a economia do Paraná.

Acima da média - O volume de movimentações foi bem acima da média brasileira. Enquanto as exportações de produtos no Brasil inteiro tiveram crescimento médio de 7,2% em relação a 2016, de acordo com dados do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, as exportações pelo Porto de Paranaguá cresceram 17%. “Este incremento é resultado de tudo que foi feito na infraestrutura terrestre, aliado ao que evoluiu na estrutura marítima, representada pelas campanhas de dragagem”, avalia o diretor de Operações do Porto de Paranaguá, Luiz Teixeira Junior.

Investimentos privados - Os investimentos públicos alavancaram os investimentos privados no Porto de Paranaguá. Entre os investimentos estão R$ 1,4 bilhão em novos Terminais de Uso Privado, R$ 1,2 bilhão em arrendamentos do Programa de Investimentos em Logística (PIL), R$ 960 milhões em renovações antecipadas de áreas, R$ 820 milhões em contratos de passagem e R$ 700 milhões em rearrendamentos de áreas públicas ocupadas. (Agência de Notícias do Paraná)

 

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to LinkedIn

Últimas Notícias