cabecalho informe

ENCONTRO ESTADUAL III: O Paraná pode ser o Canadá do Brasil, diz Ratinho Junior

O governador eleito Ratinho Junior afirmou aos participantes do Encontro Estadual de Cooperativistas que o Paraná tem potencial para tornar-se “o Canadá do Brasil”, alcançando elevados índices de desenvolvimento e industrialização. Para isso, segundo ele, é preciso investir na agregação de valor da produção agropecuária. Citando o cooperativismo como um exemplo a ser seguido, ele ressaltou a necessidade de se avançar na indústria de transformação de alimentos. “Em vez de vender soja, vamos exportar shoyo; em vez de vender o porco inteiro, vamos comercializar o bacon, gerando mais valor à produção, com mais empregos e melhor renda, potencializando o nosso comércio”, afirmou.

Momento político - Segundo Ratinho, o ambiente político do país é favorável para a construção de um projeto moderno de desenvolvimento ao Paraná. “É a primeira vez em 25 anos em que teremos um governador alinhado aos três senadores que representam o estado, e estão no Congresso para ajudar de fato ao Paraná. Também há um bom relacionamento com as bancadas federais e estaduais do legislativo. Temos que aproveitar esse momento político e usar todo o potencial para fazer do nosso estado o mais moderno do Brasil”, ressaltou.

Fazenda do planeta - De acordo com o governador eleito, o Paraná “sempre foi acanhado” no momento de se posicionar politicamente no cenário nacional. “O mais importante a falar, em especial aos dirigentes e cooperativistas, é que o Paraná vai deixar de ser tímido: se somos o maior produtor de alimentos por metro quadrado desse planeta, temos que assumir essa bandeira. Da mesma forma que Israel, Japão e Coreia do Sul produzem tecnologia, os Estado Unidos têm uma forte indústria bélica, a vocação paranaense é produzir alimentos para o mundo. Seremos a fazenda do planeta. Para alcançar esse objetivo, temos que pensar a longo prazo”, destacou.

Responsabilidade - Ratinho Junior agradeceu aos cooperativistas e dirigentes a oportunidade e confiança de participar do Encontro Estadual, e disse estar ciente da responsabilidade que terá ao assumir o cargo de governador, a partir de janeiro de 2019. “Estar aqui reunido com os cooperativistas do Paraná, em todos os ramos de atuação, é motivo de orgulho. O avanço e a qualidade do cooperativismo representam muito daquilo que queremos implantar no governo do estado. Pretendemos abrir o governo para que a gente possa discutir com a sociedade, com as pessoas que geram riquezas para o nosso estado, as soluções para os nossos problemas. O Paraná é um estado maravilhoso e será, daqui a quatro anos, o mais moderno do Brasil”, concluiu.

 

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to LinkedIn

Últimas Notícias