cabecalho informe

UNICAMPO: Cooperativa cresce e mostra sua força no mercado

Com o objetivo de prestar contas referentes ao ano de 2018 e realizar adequações no estatuto, a Unicampo realizou dia 30 de março, na Associação da Cocamar, em Maringá (PR), a Assembleia Geral Extraordinária (AGE) e a Assembleia Geral Ordinária (AGO) de 2019, com a presença de 113 cooperados.

Indicadores - Acompanhando o crescimento do setor agropecuário em 2018, a Unicampo apresentou resultados positivos graças ao empenho de seus associados, colaboradores e parceiros. Houve um aumento de 6% no número de associados ativos, mantendo uma média de 1.211 profissionais de um total de 2.191 em 2018.

Faturamento - Isso proporcionou um faturamento de R$ 132,66 milhões que, aliado ao aumento de 9% no Patrimônio Líquido, que passou de R$ 27,58 milhões em 2017 para R$ 30,03 milhões em 2018, mostram a solidez da cooperativa, afirma o diretor presidente Luciano Ferreira Lopes. As sobras do exercício resultaram em R$ 2,06 milhões.

Planejamento - “O ano de 2018 foi excelente para a Unicampo. Iniciamos o desenvolvimento do nosso planejamento estratégico com objetivo de preparar a cooperativa para o futuro”, ressaltou o diretor presidente. Para isso, foi feita uma pesquisa com os associados, construída a primeira etapa do planejamento e definida a equipe de colaboradores responsáveis pelo trabalho, junto com uma consultoria externa.

Nova missão - Atualmente, 16% do planejamento já foi executado e a Unicampo segue focada em suas ações estratégicas e com uma nova missão: proporcionar condições para que o cooperado, que é a razão de a Unicampo ser reconhecida nacionalmente, se desenvolva e preste serviços de qualidade, oferecendo soluções ao agronegócio e agregando valor, com excelência, aos negócios dos tomadores de serviço. Também foram desenvolvidos os novos valores da cooperativa: transparência e ética, desenvolvimento contínuo, segurança, cooperação e conhecimento.

Aprimora - O investimento em tecnologia continuou sendo o diferencial da Unicampo que em 2018 inovou com o Programa Aprimora, em parceria com tomadores de serviço. Disponível no Unimob, este contribui para o desenvolvimento comportamental e técnico dos associados e possibilita ao tomador de serviço acompanhar todo trabalho e obter os resultados ao final do projeto. Foram treinados 527 associados em várias regiões.

Unisolo - Foi lançado em 2018 o Programa Unisolo, com foco nos projetos de Assistência Técnica ao Crédito Rural. Elaborado com objetivo de aumentar a rentabilidade para o associado e a cooperativa, o programa contempla vários módulos: Cadastro de Produtores e Propriedades; Avaliação de Imóvel Rural, com maior assertividade; Contratação de Seguro; e Fertilidade de Solo.

Vantagens ao produtor rural- “Além de aperfeiçoar o trabalho do associado, o programa traz vantagens ao produtor rural, pois, as funcionalidades de contratação de seguro e fertilidade de solo aumentam a produtividade e são acessíveis tanto para o pequeno quanto para o grande produtor. O Unisolo é um programa de fácil acesso e com grande diferencial competitivo”, disse Luciano.

Novos projetos - A Unicampo ampliou ainda o quadro de gestores de projetos. A grande mudança é o foco em atividades especializadas, especialmente diante das novas demandas do mercado e da área comercial. O projeto Astec e o novo projeto de Consultores de Negócios contam com o conhecimento técnico e de mercado de associados com experiência que trazem mais conhecimento e gestão para a Unicampo e aos associados.

Segurança - Consolidado e com todos os veículos rastreados, o Programa Cultura de Segurança, que é um dos valores da cooperativa, tornaram a Unicampo referência para os tomadores de serviço e tem proporcionado ao cooperado maior segurança e conscientização. Houve uma redução de 20% dos acidentes por ano e, consequentemente, os custos com acidentes e avarias caíram de R$ 2,52 milhões em 2017 para R$ 1,96 milhão em 2018.

Transparência e ética - “A transparência e a ética possibilitaram a conquista de mais clientes em 2018 e novos projetos trouxeram maiores oportunidades de trabalho aos associados, colocando a cooperativa em um novo mercado de consultoria agronômica”, comentou Luciano. Com a Comissão de Acompanhamento foi intensificada a construção da nova sede administrativa e, para 2019, citou o diretor presidente, a Unicampo segue com objetivo de fortalecer ainda mais a sua marca no mercado, buscando novas oportunidades.

Futuro - “Com o planejamento estratégico e a força do trabalho de nossos associados queremos estruturar ainda mais a cooperativa, construindo a sustentabilidade no longo prazo, e continuar seguindo nossos valores: ser uma cooperativa transparente e ética e que busca o desenvolvimento contínuo dos associados e colaboradores, com atenção voltada a segurança. A base é o cooperativismo de trabalho, gerando conhecimento e condições de trabalho aos associados”, complementou Luciano.

Eleição - Durante as assembleias foi eleito ainda o Conselho Fiscal para o mandato de 2019/20: Marcelo da Silva Gomes, Antônio dos Reis Poscidônio e Gessica de Paula Faiolla (membros efetivos) e Almir Rogério Milan, Marcos Alberto Peters e Larissa Sant Anna Nicolau (suplentes). (Imprensa Unicampo)

Confira os momentos mais marcantes acessando: https://youtu.be/OU0Exvs8zm8

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to LinkedIn

Últimas Notícias