cabecalho informe

TEMPO: Inundações no Paraguai afetam mais de 200 mil pessoas e causam prejuízos no campo e estradas

 

As chuvas ocorridas no último final de semana sobre a região sul brasileira e partes do Paraguai causaram estragos consideráveis no país vizinho. De acordo com sites paraguaios, as fortes precipitações causaram enchentes que já afetam metade da população do país e causam impactos na agricultura e logística.

 

Desabrigados - A Secretaria de Emergência Nacional do Paraguai disse ao site Ultima Hora nesta segunda-feira (13/05), que cerca de 60 mil famílias tinham sido afetadas pelas enchentes, ou cerca de 240 mil pessoas. Em Assunção, capital do país, são mais de 13 mil famílias.

 

Emergência - O prefeito de Assunção, inclusive, segundo reportam sites paraguaios, pediu que o presidente Mario Abdo Benítez declare estado de emergência nacional, o que favoreceria ações imediatas.

 

Perdas - De acordo com Bruno Vefago, diretor comercial da Cotripar, as chuvas dos últimos dias devem impactar lavouras de milho 2ª safra, além do arroz e pecuária. Neivo Fritzen, produtor rural de Ypehu, também confirmou as perdas. "O problema é grave. São vários municípios no sul que foram alagados", disse. Tanto o governo quanto produtores ainda quantificam as perdas.

 

Transbordamento - O rio Paraguai atingiu 7 metros de altura em Assunção, onde 13 mil famílias foram deslocadas devido ao aumento do canal de água. A maioria está em abrigos. Apesar da região central do país ser a mais afetada, cidades como Chaco, Concepción, Guairá, Ñembembú, Concepción, Alto Paraná e Misiones também foram atingidas.

 

Ação - "A Secretaria Nacional de Emergência tem trabalhado com o apoio de todas as instituições governamentais por ar, terra e água", disse Joaquín Roadurante, ministro da SEM. 

 

Morte - O acesso em algumas cidades do país está afetado e tem deixado populações isoladas, segundo detalhou o site Ultima Hora. No sul, na cidade de Pilar, a tempestade deixou ao menos uma pessoa morta e cerca de 10.000 famílias estão sendo afetadas pelas chuvas. Bombas foram instaladas para drenar as inundações.

 

Estradas - No estado de Canindeyú, ainda segundo informações de sites paraguaios, nenhum caminhão consegue trafegar pelas estradas por conta das tempestades dos últimos dias. Em áreas do estado, segundo o Ultima Hora, foram mais de 20 horas de precipitações, que causaram sérios estragos nas estradas, que deixaram comunidades isoladas. 

 

Previsão - Apesar das chuvas fortes nesses últimos dias, os mapas de precipitação acumulada do Inmet para os próximos sete dias apontam a diminuição das chuvas na região sul do Brasil e no Paraguai. (Notícias Agrícolas)

 

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to LinkedIn

Últimas Notícias