cabecalho informe

COCAMAR II: Cooperado pode pagar calcário e gesso agrícola em até 3 anos

 

cocamar II 27 06 2019De olho nos preparativos para a safra de verão 2019/20, a Cocamar está realizando, junto aos cooperados, sua tradicional campanha para a comercialização de calcário e gesso agrícola, que podem ser quitados em até três anos. “Nessa campanha, oferecemos todas as facilidades possíveis e garantimos a qualidade dos produtos para que os cooperados não deixem de fazer a correção do solo”, comenta o analista comercial de Insumos, Braz Ireno Spontoni Júnior. Ele salienta que essa prática é fundamental para o aumento da produtividade.  

 

Ganhar mais - De acordo com o analista, o objetivo da Cocamar, como cooperativa, é fazer com que o produtor associado ganhe mais dinheiro em seu negócio. Mas para que isso realmente aconteça, o produtor deve fazer a sua parte: cumprir à risca a orientação técnica de iniciar a sua safra com uma adequada correção do solo. 

 

Indispensável - “A correção do solo é quesito básico e essencial para que o produtor possa pensar em ter sucesso”, afirma o gerente técnico da Cocamar, Rafael Furlanetto. É a primeira etapa, segundo ele, em um investimento para incrementar a produtividade. 

 

Acidez - “Sem uma correção bem feita, não há como alcançar os resultados esperados”, garante, explicando que os solos da região onde a cooperativa atua, têm por característica natural a elevada acidez. 

 

Primeira prática - “O calcário corrige a acidez e fornece os nutrientes, cálcio e magnésio, indispensáveis para qualquer planta. Além do calcário, algumas áreas podem necessitar da aplicação do gesso agrícola. A aplicação de gesso corrige o alumínio tóxico às plantas, fornecendo cálcio e enxofre”, observa Rafael Furlanetto. A calagem e a gessagem são, segundo ele, a primeira prática que o produtor deve fazer na lavoura: na ausência dela, poderá haver desequilíbrio dos nutrientes, reduzindo o potencial produtivo das culturas. (Imprensa Cocamar)

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to LinkedIn

Últimas Notícias