DIA C II: Cooperativas de Cascavel promovem o bem e arrecadam mais de 1,3 t de alimentos

 

No dia que teve as temperaturas mais baixas de 2019, uma demonstração de união e calor humano garantiu o sucesso do Dia de Cooperar, promovido no sábado (06/07) por seis cooperativas de Cascavel (PR). O Dia C começou às 10h, na estrutura montada em frente à Catedral Nossa Senhora Aparecida. “Começamos bem. A hora que eu vi todo mundo de mãos dadas, tive a certeza de que o espírito cooperativo estava aqui”, comemorou Humberto Golfieri Junior, diretor de Mercado da Unimed Cascavel.

 

Unimed Cascavel - A Unimed Cascavel ofereceu exames gratuitos, massagens relaxantes, orientações sobre saúde/nutrição e ainda distribuiu frutas aos participantes.  A cooperativa também levou ao palco as crianças do Coral Rouxinol, formado por mais de 50 vozes infantis e mantido pela Unimed Cascavel.

 

Orgulho - “É um grande orgulho colocar em prática a ideia de um cooperar com o outro, gerando riqueza para a sociedade. É também uma alegria imensa ver que tudo isso tenha dado tão certo”, elogia Danilo Galletto, diretor-presidente da Unimed Cascavel.

 

Uniprime - A Uniprime trouxe como foco a conscientização sobre o descarte correto de pilhas e outros produtos contaminantes, em uma demonstração de responsabilidade ambiental e colaboração com a saúde do planeta. “A gente fez esse Dia C com um sentimento de agradecimento mútuo entre todas as cooperativas que se uniram com esse propósito, provando como atitudes simples movem o mundo”, resumo Amarildo Cadamuro, assistente de Marketing da Uniprime. 

 

Sicoob - “Esta é uma oportunidade de fazer a intercooperação. Hoje não é cada um como uma marca; hoje somos todos um só: o cooperativismo. A intenção é mostrar às pessoas que o cooperativismo faz a diferença,” destacou Vanessa de Castro Mota, coordenadora de Responsabilidade Social do Sicoob.

 

Cooperativa Mirim - Entre os destaques trazidos ao Dia C pelo Sicoob esteve a Cooperativa Mirim. Em Cascavel, um dos projetos pilotos é em um condomínio, onde crianças e adolescentes de sete a 17 anos de idade se reúnem tal qual uma cooperativa oficial e realizam assembleias com presidentes e diretores para deliberar sobre a elaboração de educativos feitos com materiais de reaproveitamento.  “O cooperativismo tem sete princípios e a gente usa todos eles não só no condomínio, mas em todas as áreas da nossa vida. Uma sociedade em que as pessoas cooperam umas com as outras tem muito mais chance de dar certo,” ensina o jovem Gabriel Leandro Kühl, presidente da cooperativa mirim. 

 

Sicredi - O Sicredi ofereceu gratuitamente à população uma série de orientações sobre educação financeira. Os interessados aprenderam dicas sobre como poupar dinheiro e fazer as economias pessoais renderem mais. “Este Dia C está muito legal desde o início, com as pessoas se abraçando e se unindo para aquecer os corações de outras pessoas e aprenderem juntas como podem viver melhor”, contou Debora Cristina de Moura Amboni, gerente de agência do Sicredi.

 

Cresol - A Cresol promoveu o Chimarrão Cooperativo, oferendo erva e água quente para quem quisesse entrar na roda para espantar o frio. “Esse é um evento exemplar de parceria entre cooperativas. Esse formato do Dia C representa um avanço muito importante para Cascavel”, elogia Rafael Luiz Junges, gerente Comercial da Cresol.

 

Cotriguaçu - A Cotriguaçu ensinou cooperativismo e deu exemplos de como iniciativas como essa podem estimular a sociedade toda: “Conseguimos aqui fazer uma aproximação entre as cooperativas e a comunidade. Mostramos que o cooperativismo pode atuar de forma efetiva em todas as comunidades, seja o ramo que for. A Cotriguaçu lida com o agronegócio e com uma união de cooperativas que dão mais força para que esse setor movimente a economia do país inteiro”, destaca Andressa Portes, psicóloga de Gestão de Talentos da Cotriguaçu.

 

Tarde de atrações - A programação vespertina do Dia C teve vários pontos altos, a exemplo da apresentação da dupla sertaneja Bruno & Zeca. O grupo folclórico Ladri di Cuori trouxe para o calçadão a cultura italiana e envolveu os participantes em uma dança coletiva que ajudou esquentar a tarde.

 

Pedal Solidário - Às 14h foi dada a largada de uma pedalada em que ciclistas partiram ou da Praça Itália ou da Prefeitura de Cascavel, todos em direção à Catedral. Para participar, a inscrição era 1kg de alimento que, somado às arrecadações feitas pelas próprias cooperativas, somaram mais de 1,3 toneladas de comida. Tudo foi repassado ao Provopar da cidade. Entre os participantes, foi sorteada uma bicicleta. 

 

Outras atividades - Das 10h às 16h, as crianças também puderam brincar no espaço kids, onde havia cama elástica e brinquedos infláveis, além de participar das oficinas de desenho, distribuição de livros e ainda receberam pipoca a algodão-doce.

 

Ações que inspiram e se multiplicam - Vilmara Leopoldina é uma costureira que foi até o Dia C para contar o quanto o cooperativismo mudou a vida dela e de outras mulheres. Ela criou uma cooperativa de costureiras para reunir força de trabalho e fazer o bem a outras pessoas. “Dias atrás a gente confeccionou cobertores e doamos para famílias que não tinham condições de comprar e que estavam passando frio”, conta. Vilmara também passou a fazer parte de um grupo de arrecadação de donativos, doados para moradores carentes. “Precisamos fazer essa aliança pelo bem se multiplicar pelo mundo. Parabéns ao cooperativismo”, finaliza a costureira.

 

Cooperativismo - A finalidade do cooperativismo é reunir pessoas para cuidar umas das outras. Com a consciência de que atitudes simples movem o mundo, grupos do Brasil inteiro estão cada vez mais engajados com o movimento Dia de Cooperar. Trata-se de um compromisso na busca por um mundo mais justo e igual, por meio de iniciativas voluntárias que promovam a responsabilidade social e levem desenvolvimento às comunidades.

 

SomosCoop - A Unimed Cascavel integra o movimento SomosCoop, que levanta a bandeira do cooperativismo no Brasil. Seu principal objetivo é conectar e pessoas em torno de uma única causa para tornar o cooperativismo conhecido e reconhecido na sociedade. “O evento surpreendeu pelo prestígio que o oeste do Paraná tem no cooperativismo paranaense. Enquanto cidade-polo, Cascavel e as cooperativas daqui fizeram muito bonito, especialmente na arrecadação de alimentos”, concluiu Humberto Cesar Bridi, coordenador de Desenvolvimento Cooperativo do Sescoop/PR. (Imprensa Unimed Cascavel)

 

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to LinkedIn