cabecalho informe

PECUÁRIA LEITEIRA: Cooperativas e Cepea se reúnem para discutir nova metodologia de pesquisa de preço

Na tarde desta quarta-feira (02/10), na sede do Sistema Ocepar, em Curitiba, representantes de cooperativas agropecuárias reuniram-se com a pesquisadora Natália Grigol, do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), que faz parte da equipe que estuda a formação de preços no setor de pecuária leiteira. O objetivo do encontro foi discutir meios de engajar um número maior de cooperativas do Paraná na amostragem da pesquisa. Com nova metodologia desde janeiro de 2019, o levantamento passou a coletar dados detalhados por produtor, o que, segundo Natália, confere mais precisão às informações. Participaram da reunião representantes das cooperativas Cativa, Coamig, Frimesa, Witmarsum, Unium (Castrolanda, Frísia e Capal), além do presidente executivo do Sindileite, Wilson Thiesen, do secretário do Conseleite, Guilherme Souza Dias, e dos analistas do Sistema OCB (Organização das Cooperativas Brasileiras), Fernando Pinheiro, e da Ocepar, Alexandre Amorim Monteiro.

Amostra - Segundo Natália Grigol, atualmente, em todo o Brasil, os pesquisadores coletam dados de produtores que entregam leite em 55 indústrias e cooperativas. No Paraná, fazem parte da amostra três cooperativas e três empresas, que respondem por cerca de 30% da produção leiteira do estado. “O desafio é ampliar a base da pesquisa, que precisa receber os dados discriminados por produtor, conforme a exigência da metodologia. Dessa forma, o Cepea terá mais qualidade nos cálculos, com menor assimetria das informações”, explica. “Como resultado, vamos gerar dados mais estratégicos para o setor e contribuir para o processo de coordenação do sistema agroindustrial do leite, que vem ganhando força ano a ano”, ressalta.

 Centro de Estudos - O Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea) é parte do Departamento de Economia, Administração e Sociologia da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (Esalq), unidade da Universidade de São Paulo (USP), localizada em Piracicaba. É um grupo de pesquisas, com cerca de 150 profissionais, registrado no CNPq (Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico).

Parceria - Com o apoio financeiro e parceria da OCB e da Viva Lácteos (Associação Brasileira de Laticínios), o Cepea está aplicando a nova metodologia para o cálculo do preço do leite ao produtor. “Fazemos o acompanhamento do setor lácteo desde 1986, sendo o produto mais antigo monitorado pelo centro de pesquisas. A parceria com a OCB começou no início da década de 2000, evoluindo ano após ano. Em 2016, iniciamos a articulação para implantar a nova metodologia de coleta e cálculo de dados”, relata Natália.

Consenso - De acordo com o analista técnico da Ocepar, Alexandre Amorim Monteiro, o encontro foi positivo, pois os representantes das cooperativas conheceram em detalhes a nova metodologia do cálculo do Cepea, e os indicadores gerados pelos dados coletados. “Houve consenso de que as informações do centro de pesquisas são relevantes, contribuindo no balizamento de mercado. Dessa forma, é preciso maior participação do setor e engajamento na amostragem do estudo, para que os resultados tenham cada vez mais assertividade e acurácia”, conclui.

 

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to LinkedIn

Últimas Notícias