cabecalho informe

COCAMAR: Com irrigação, produtor dribla a estiagem e prospera

 

cocamar 11 10 2019Para quem ainda vai fazer o plantio de soja, a preocupação continua a mesma: a chuva que não vem. E quando ela vem, pode acontecer como no último final de semana: foi tão mal distribuída que em muitos dos municípios da região da Cocamar, nos estados do Paraná, São Paulo e Mato Grosso do Sul, nem chegou a baixar a poeira. Para uma boa safra, está ao alcance do produtor investir em tecnologias e maquinários, mas com relação ao clima não há o que fazer, a menos que a propriedade conte com um sistema de irrigação. 

 

Déficit hídrico - O Rally Cocamar de Produtividade visitou nos últimos dias duas propriedades em regiões que têm sido bastante afetadas pelo déficit hídrico e viu de perto como é providencial contar com uma estrutura assim.  

 

Plantio concluído - Em Florestópolis, norte do estado, enquanto a maior parte dos agricultores ainda não conseguiu plantar e vai ficando cada vez mais aflita com o passar dos dias, a família Baíse já concluiu o plantio no início de outubro. Ao visitar a área cultivada na terça-feira (8/10), a equipe do Rally observou o bom desenvolvimento da cultura. 

 

Normal - “Tudo vai caminhando normalmente e as plantas apresentam um bom padrão”, comentou o engenheiro agrônomo Elton Oliveira da Silva, da cooperativa, que presta atendimento à família. O pivô central roda em horário noturno, assegurando a necessária umidade. O agrônomo acompanhou o Rally em companhia do gerente das unidades da Cocamar em Porecatu e Florestópolis, Sérgio Lemos. 

 

Quase pago - Na quarta-feira (9/10), o Rally seguiu para o noroeste onde, no distrito de Herculândia, em Ivaté, próximo a Umuarama, conheceu a propriedade da família Lavagnoli, produtora de grãos. Arcino e o filho Marcelo implantaram o pivô central em 2013 e o equipamento está praticamente pago. “A gente consegue ter estabilidade da produção e planejar a atividade”, afirmou Marcelo. 

 

Resultados - Na última safra de soja a média foi de 135 sacas por alqueire (55,7/hectare), enquanto em cultivos não irrigados, na região de Itambé, a estiagem prejudicou bastante a produtividade. Eles também cultivam milho no inverno - já alcançaram a média de 300 sacas por alqueire (123,9/hectare) -, algo que tem sido impraticável na maioria das propriedades ali, por causa do clima seco e quente. 

 

Feijão - E, de quebra, os Lavagnoli ainda colhem uma terceira safra, de feijão, cujas plantas estão carregadas de vagens - diferente de uma área que não recebe umidade. A captação da água é feita no Rio Ivaí, que passa nos fundos da propriedade.

 

Produtividade - O técnico Gabriel Teixeira, da Cocamar em Douradina, que presta assistência à família, enfatiza que a irrigação é uma tecnologia a mais no processo de gestão que tem como objetivo avançar para uma alta produtividade nas lavouras. 

 

Crescer - Segundo o técnico, a irrigação, somada ao manejo adequado do solo, à análise periódica do mesmo, à correção e à adubação e um bom acompanhamento fitossanitário, aumenta as possibilidades de o produtor se sair bem e crescer mesmo em períodos de clima adverso.  Os Lavagnoli também são pecuaristas, trabalhando com cria, recria e engorda. Eles vieram de Lobato, próximo a Maringá, e estão em Ivaté desde 1966. 

 

A equipe - Na viagem à Ivaté, o Rally foi acompanhado também, entre outros, do gerente Alisson Rodrigues Nunes (que responde pelas unidades de Douradina, Tapira e Querência do Norte) e do supervisor de unidade Pedro Henrique Espírito Santo. O engenheiro agrônomo Alfredo Fabrom Neto, responsável pela área de irrigação na Cocamar, e o médico-veterinário Riccardo Tonon, da empresa Elanco, também acompanharam a equipe.  

 

O Rally - Em seu quinto ano e com o objetivo de valorizar as boas práticas agropecuárias, o Rally Cocamar de Produtividade conta com o patrocínio das empresas Basf, Spraytec, Sicredi União e Zacarias Chevrolet (principais), Sancor Seguros, Cocamar TRR, Texaco Lubrificantes, Elanco e Altofós Suplemento Mineral Cocamar (institucionais) e o apoio da Unicampo, Aprosoja/PR e Comitê Estratégico Soja Brasil (Cesb). (Assessoria de Imprensa Cocamar)

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to LinkedIn

Últimas Notícias