cabecalho informe

ECONOMIA: Confira dicas de como investir o 13º salário

 

economia 04 11 2019Com a chegada do fim do ano, os trabalhadores recebem o 13º salário. A primeira parcela é paga até novembro e a segunda até o dia 20 de dezembro. No período de compras e férias, muitos acabam se empolgando nos gastos e os especialistas em finanças recomendam que as pessoas usem esse dinheiro com consciência e aproveitem para quitar dívidas, além de organizar as contas do início do ano. Com um bom planejamento financeiro, ainda é possível investir o 13º, ou pelo menos parte dele.

 

Renegociar dívidas e pagar as contas - Para aqueles que estão endividados, o gerente de investimentos da Sicredi Vale Piquiri Abcd PR/SP, Luiz Crivelenti, orienta que a prioridade deve ser resolver as pendências financeiras. Com o dinheiro extra, é possível quitar e renegociar dívidas. “É preciso avaliar bem a sua situação e o limite de parcelas que cabe dentro do orçamento. Em alguns casos, uma alternativa é buscar outra instituição e pedir a portabilidade de crédito. Aqui no Sicredi temos linhas de crédito bem abaixo das demais instituições do mercado”, comenta.   

 

Pagar contas - Outra consideração importante é que no início do ano chegam despesas como IPVA, IPTU, rematrícula e material escolar. “Se você não se organizou ao longo do ano para pagar essas contas, o 13º pode ser útil e, assim, evitar que você entre em dívidas”, explica Crivelenti.  

 

Investir de acordo com prioridades - Agora, para quem não irá utilizar o 13° para quitar dívidas e, ao mesmo tempo, não sabe o que fazer com ele, essa é uma boa oportunidade para investir. “O primeiro passo para quem quer investir é conhecer seu perfil e estabelecer objetivos e prazos”, diz o gestor.

 

Perfil conservador - Para quem quer investir, mas pode precisar do dinheiro a qualquer momento para cobertura de eventuais emergências, Luiz orienta um investimento conservador, evitando a exposição em ativos de risco. “Neste caso, recomendamos a poupança e outros produtos de renda fixa. A poupança, por exemplo, não tem incidência de tributação e taxa de administração, além de ser um investimento seguro e regulamentado pelo Banco Central. Apesar da rentabilidade ser a mesma em qualquer instituição financeira, aqui no Sicredi temos uma poupança premiada”, afirma Crivelenti.

 

Risco moderado - No médio prazo, para aqueles que pensam em aquisições futuras, como troca de automóvel ou viagens, há ativos que podem ter um pouco mais de exposição e risco moderado. A partir daí, o investidor começa a enxergar um aumento considerável na rentabilidade dos seus investimentos. Luiz dá como exemplo alguns produtos, como LCI, LCA e CDB, entre outros que o consultor pode orientar no momento da contratação de acordo com os objetivos e prazos.

 

Outras opções - Já no planejamento de longo prazo, que pode ser até para uma aposentadoria, é possível buscar produtos que tragam benefícios fiscais, como os planos de previdência e também os ativos com maior exposição a risco, como ações e fundos atrelados à bolsa de valores. No geral, a recomendação é não colocar todos os ovos na mesma cesta. Esta é uma analogia usada no mercado de investimentos para explicar que, diversificando o dinheiro em diferentes produtos, com o apoio de um especialista, é possível atingir o propósito sem se arriscar.

 

Benefícios do Cooperativismo - Segundo a OCB (Organização das Cooperativas do Brasil), mais que um modelo de negócios, o cooperativismo é uma filosofia de vida que busca transformar o mundo em um lugar mais justo, feliz, equilibrado e com melhores oportunidades para todos. Um caminho que mostra que é possível unir desenvolvimento econômico e desenvolvimento social, produtividade e sustentabilidade, o individual e o coletivo. Tudo começa quando pessoas se juntam em torno de um mesmo objetivo, em uma organização onde todos são donos do próprio negócio, e continua com um ciclo que traz ganhos para as pessoas, para o país e para o planeta.

 

Cooperativismo de crédito - O Sicredi é uma instituição financeira que tem o cooperativismo como propósito. Ao abrir uma conta, o associado tem acesso a produtos e serviços financeiros com preços justos e valores abaixo do mercado. A instituição atua com um modelo de negócio tradicional e ao mesmo tempo moderno, alinhado aos mais atuais conceitos de economia, como a criativa, a compartilhada e o capitalismo consciente. Atualmente o Sicredi possui mais de 4 milhões de associados e mais de 1.700 espaços de atendimento em todo Brasil. Acesse o site para saber mais: www.sicredi.com.br

 

Sobre a Sicredi Vale do Piquiri Abcd PR/SP - A Sicredi Vale do Piquiri é uma cooperativa com 31 anos de história, mais de 136 mil associados, distribuídos em 77 agências. A Cooperativa atua nas regiões Oeste e Noroeste do Paraná e Capital e Abcd Paulista. A instituição se destaca pelo atendimento aos associados e pela preocupação com o desenvolvimento da comunidade.

 

Sobre o Sicredi - O Sicredi é uma instituição financeira cooperativa comprometida com o crescimento dos seus associados e com o desenvolvimento das regiões onde atua. O modelo de gestão do Sicredi valoriza a participação dos mais de 4 milhões de associados, os quais exercem papel de donos do negócio. Com presença nacional, o Sicredi está em 22 estados e no Distrito Federal, com mais de 1.700 agências, e oferece mais de 300 produtos e serviços financeiros. Mais informações na página www.sicredi.com.br(Sicredi Vale do Piquiri Abcd PR/SP)

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to LinkedIn

Últimas Notícias