cabecalho informe

COCAMAR I: Campeões de produtividade recebem troféus

Os cooperados vencedores do Concurso Cocamar de Produtividade de Soja e Milho receberam seus troféus no final da manhã de quinta-feira (21/11), durante reunião entre dirigentes, equipe de gestores e integrantes dos Conselhos de Administração, Fiscal e Consultivo da cooperativa.

Soja - Em relação à soja, safra 2018/19, período em que as regiões da Cocamar (norte e noroeste do Paraná, sul do Mato Grosso do Sul e oeste de São Paulo) foram castigadas pela estiagem e tiveram redução média de produtividade de 40%, o concurso apresentou números que mostram como o manejo adequado do solo e a aplicação de tecnologias, podem fazer a diferença.

ILPR - Antonio César Fomighieri venceu na categoria Integração Lavoura-Pecuária-Floresta (ILPF) com a média de 184 sacas por alqueire (4.572kg por hectare) em sua propriedade no município de Maria Helena (PR), assistido pelo engenheiro agrônomo Luiz Augusto Magnossão.

Geral - Na categoria geral, Vanderlei Leonardi, de Jaguapitã (PR), obteve o primeiro lugar registrando a média de 214 sacas por alqueire (5.295kg por hectare), sob a orientação técnica do engenheiro agrônomo André Bartchechen. O segundo colocado Paulo Alexandre Gonçalves Piassa, de Tuneiras do Oeste (PR), colheu 213 sacas por alqueire (5.269 por hectare), orientado pelo engenheiro agrônomo Wagner Pratis Freire Decleva.

Prêmio - Como prêmio, os ganhadores e os respectivos técnicos viajaram aos Estados Unidos, no final de agosto, para visitar lavouras no Meio-Oeste e participar da Farm Progress Show, uma das mais importantes feiras tecnológicas do agronegócio em todo o mundo.

Milho - São de Floresta (PR) o primeiro e o segundo lugares na categoria Regiões 1, 2 e MS, respectivamente Wilson Antonio Palaro (que colheu 401 sacas por alqueire – 9.942kg/hectare -, orientado pelo engenheiro agrônomo Cristiano Pan) e Osvaldo Guedes de Souza (386 sacas por alqueire – 9.570 kg/hectare – recebendo assistência técnica do engenheiro agrônomo Renan Vinícius Valdez).

Região 3 e SP - Já na categoria Região 3 e SP, o ganhador, João Paulo Rossi, de Sertanópolis (PR), alcançou a média de 360 sacas por alqueire – 8.925kg/hectare – orientado pelo engenheiro agrônomo Renan Wilson Caetano. A segunda colocação ficou com Lauro Gessner de Apucarana (PR), que colheu 359 sacas por alqueire – 8.900kg/hectare – sob a orientação do engenheiro agrônomo Danilo Lomba.

Avançar mais - Ao falar sobre os resultados, o presidente da Cocamar, Divanir Higino, explicou que o concurso demonstra ser possível avançar muito mais em produtividade. “Num ano extremamente difícil, em que a média geral das lavouras de soja nas regiões da Cocamar foi de apenas 84 sacas por alqueire, vemos produtores obtendo médias de um ano normal, o que se deve muito à maneira como conduzem as suas lavouras”, destacou. Da mesma forma, as marcas conquistadas no milho se igualam às dos Campos Gerais, onde os produtores são considerados uma referência no Paraná.

Práticas - Entre as práticas comuns adotadas pelos vencedores do concurso de produtividade de soja está o cultivo de capim braquiária no inverno. Com o seu enraizamento, o capim atua na reestruturação física do solo e a sua palhada é decisiva para a retenção de umidade na superfície, criando um ambiente mais favorável ao desenvolvimento das plantas. (Imprensa Cocamar)

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to LinkedIn

Últimas Notícias