Início Sistema Ocepar Comunicação Informe Paraná Cooperativo Últimas Notícias COOPAVEL: Fetaep vai levar número recorde de produtores ao Show Rural 2020

 

 

cabecalho informe

COOPAVEL: Fetaep vai levar número recorde de produtores ao Show Rural 2020

 

coopavel 03 12 2019Mais de 12 mil pequenos agricultores de todas as regiões do Paraná estarão em Cascavel (PR), de 3 a 7 de fevereiro de 2020, para conhecer as novidades da 32ª edição do Show Rural Coopavel. As caravanas são organizadas pela Federação dos Trabalhadores Rurais e Agriculturas Familiares do Paraná, que trará número recorde de pessoas ao segundo maior evento do mundo em transmissão de conhecimentos para o campo. “Para essa edição, estamos inovando. Vamos trabalhar em conjunto com Emater e Iapar e, com isso, praticamente dobrar o número de produtores envolvidos em comparação ao ano anterior”, diz o presidente da Fetaep, Marcos Brambilla.

 

Oportunidade - Grande parte dos produtores integrados às caravanas são do Oeste, mas há ônibus que partem, no início de fevereiro em direção a Cascavel, de todas as regiões do Estado. “Essa é uma oportunidade para conhecer novidades e poder, de forma rápida, agregá-las às pequenas propriedades rurais”, diz o presidente, que é filho de agricultores de Capitão Leônidas Marques e participa da Federação desde 2005 – ele foi diretor de várias áreas, vice-presidente e agora assume a presidência para mandato de quatro anos. Filhos e esposas de agricultores também integram as comitivas, tudo para que o máximo de informações possam ser incorporadas pelas famílias rurais.

 

Roteiro - As caravanas seguem ao Show Rural Coopavel já com roteiro pré-definido, principalmente com foco na agricultura familiar. “Os produtores buscam conhecer novas tecnologias e inovações que possibilitem, corretamente aplicadas, melhorar os números da pequena propriedade rural”, diz Brambilla. A Fetaep tem 300 sindicatos espalhados pelo Paraná e como alguns atendem mais de uma cidade então praticamente todo o Estado está ligado às ações da Federação. Uma das preocupações na elaboração da agenda de visitas é permitir que o tempo de permanência no parque seja aproveitado da melhor forma possível. “Não é passeio, é trabalho. Por isso, todo tempo de busca de conhecimentos conta muito”.

 

Expectativa - A primeira visita de agricultores da Fetaep ao Show Rural Coopavel aconteceu em 2006, com alguns poucos produtores. Diante do que os primeiros visitantes viram, a notícia se espalhou e as caravanas acabaram multiplicadas. Atualmente, a Federação é uma das organizações que mais mobilizam pessoas para visitar o evento técnico. “Frequentar o Show Rural significa estar no maior canteiro de produção agrícola do País. É uma grande escola, com os professores à sua disposição para qualquer esclarecimento. E isso estimula o nosso produtor, que busca melhorias para que possa produza mais em menos espaço”, ressalta Marcos Brambilla.

 

Resultado - O conhecimento apresentado no evento, segundo o presidente da Fetaep, é o resultado do esforço da pesquisa, da extensão e da evolução na agricultura. Retrata o avanço e indica o rumo que a nossa agropecuária deve seguir nos próximos anos. Significa a geração de renda, produções cada vez mais eficientes e sustentáveis ambiental, financeira e socialmente, conforme Brambilla. Mesmo diante de um mercado tão amplo e de tanta demanda é imprescindível estar conectado às mudanças, que vão de poder conhecer sobre uma nova cultivar a novas técnicas associadas à inseminação artificial.  

 

Diversificação - A enorme variedade de informações é um dos atrativos particularmente procurados pelas pessoas que, todos os anos, visitam o Show Rural Coopavel. “No evento, o pequeno produtor encontra alternativas e técnicas que permitem, desde que corretamente empregadas, dar ainda mais dinâmica à pequena propriedade”, observa Marcos Brambilla. “Na mostra que acontece em Cascavel é possível encontrar novidades sobre fruticultura, hortaliças, atividade leiteira e equipamentos na medida certa às nossas necessidades, de máquina costal a sistema de irrigação eficientes e acessíveis”.

 

Empreendedor - A demanda do mercado é grande e a vocação das pequenas propriedades rurais é produzir alimentos que são consumidos no dia a dia das pessoas. Os orgânicos estão no radar desses produtores, mas para que os resultados sejam mais intensos tem-se que avançar em políticas públicas de estímulo, a exemplo do que ocorre com a merenda escolar. A orientação da Fetaep é que seu associado seja um empreendedor, que esteja filiado a cooperativas, que são fortes, atuantes e abrem novos nichos a diversos produtos do campo. “Com incentivos e políticas públicas certas, temos potencial até de romper as fronteiras do País”, afirma Brambilla.

 

Sucessão familiar - As propriedades da agricultura familiar têm área de até 50 hectares e, como as demais, também enfrentam o desafio da sucessão familiar. “Esse tema é uma ação cotidiana na pauta prioritária da Fetaep. Muitos jovens ainda deixam a zona rural por falta de oportunidades. Por isso, encontrar boas alternativas de renda e diversificação é tão importante. Com mais atividades é possível gerar mais renda e remunerar melhor a família, combatendo o êxodo rural e fortalecendo o campo”. Um dos consensos de especialistas é que, mesmo com o enorme avanço das tecnologias, o conhecimento e o olhar do homem em atividades tão estratégicas seguirão como fundamentais. (Imprensa Coopavel)

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to LinkedIn

Últimas Notícias