cabecalho informe

COCAMAR I: “Nossa força o cooperado” é tema de Convenção

 

Com a presença de mais de 600 colaboradores representando todos os departamentos da Administração Central, parque industrial e unidades operacionais nos estados do Paraná, São Paulo e Mato Grosso do Sul, a Cocamar realizou, no sábado (30/11), na Acema (Associação Cultural, Esportiva e Recreativa de Maringá), a sua Convenção 2019. 

 

Compartilhamento de informações - Tendo como tema “Nossa força o cooperado”, o evento promoveu um compartilhamento de informações sobre as realizações em 2019 e apresentou as metas para o próximo ano, tendo como foco a excelência do atendimento aos cerca de 15 mil produtores associados. 

 

Resultados - O presidente Divanir Higino destacou que o tema reflete a razão da existência da Cocamar, pois a cooperativa, segundo frisou, “está o tempo todo focada no cooperado”. Em uma breve retrospectiva, ele lembrou que as dificuldades enfrentadas ao longo de 56 anos – desde a fundação - acabaram inspirando soluções inovadoras. Higino mencionou os problemas climáticos ocorridos em 2019, que causaram forte quebra na produtividade de soja, o que não impediu que a Cocamar chegasse ao final do ano com praticamente o mesmo faturamento e, possivelmente, resultados até superiores aos do exercício anterior. “Mesmo num ano difícil, conseguimos surpreender positivamente o produtor”, disse, referindo-se a iniciativas como a fixação de 190 mil toneladas de soja, num único dia, ao preço de R$ 80 a saca. E, com o novo Planejamento Estratégico para o ciclo 2020-2025, o objetivo é oferecer ainda mais satisfação ao cooperado no relacionamento com a Cocamar. “Somos uma cooperativa especial e vamos trabalhar para que 2020 seja o nosso melhor ano”, concluiu. 

 

Laço emocional - Em seu pronunciamento, o vice-presidente de Negócios, José Cícero Aderaldo, reportou-se à necessidade de os colaboradores prestarem um atendimento da melhor qualidade aos cooperados, enfatizando que a missão da cooperativa é fazer com que o seu quadro associativo ganhe mais dinheiro. E ressaltou “a nobreza de a equipe trabalhar para os 15 mil cooperados, agradecendo a Deus pela oportunidade de ter esse tipo de propósito”. Deixando claro que o cooperado é ao mesmo tempo dono, fornecedor e cliente, ele ressaltou a necessidade de fidelização do mesmo. Para isso, se torna indispensável ouvi-lo em suas demandas e problemas, surpreendê-lo positivamente e estar preparado: “chamar o cooperado de dono é um laço emocional forte, baseado na confiança e na verdade”. 

 

Crescer - Para o presidente do Conselho de Administração, Luiz Lourenço, a Cocamar está no caminho certo ao entender que é uma prestadora de serviços aos seus cooperados e precisa fazer isso com excelência. A responsabilidade dos colaboradores é grande, frisou, ao enfatizar que não se pode prometer ao dono da cooperativa aquilo que não é possível entregar. “Cada colaborador é uma peça importante na engrenagem”, disse, destacando que a Cocamar tem o propósito de crescer e os colaboradores precisam estar preparados para aproveitar as oportunidades. 

 

Participação - Durante a Convenção, houve a participação de superintendentes, a projeção de depoimentos de sete cooperados de diferentes regiões e uma exposição do diretor comercial da empresa parceira FMC, Ricardo Almeida, em cuja mensagem ele reforçou que o tema “Nossa Força o Cooperado” lembra um relacionamento baseado na amizade, parceria e companheirismo. (Imprensa Cocamar)

 

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to LinkedIn

Últimas Notícias