COVID-19 II: Cooperativas estão comprometidas em garantir o abastecimento, afirma Ricken

covid avi 27 03 2020Em entrevista à AviNews, o presidente do Sistema Ocepar, José Roberto Ricken, afirmou que o compromisso do cooperativismo é com o abastecimento de alimentos à população. “No que depender das cooperativas, a sociedade pode ficar tranquila: não vai faltar leite, carne, pão, arroz e feijão. O cooperativismo está comprometido em garantir que não falte comida e não ocorra desabastecimento”. O dirigente foi entrevistado pela jornalista Priscila Beck, em transmissão ao vivo pelo Facebook, na noite desta quinta-feira (26/03). A AviNews é uma publicação especializada em notícias do setor avícola.

Profissionais essenciais - Ricken ressaltou a importância dos profissionais das cooperativas, que estão mantendo suas atividades essenciais à manutenção do abastecimento de alimentos no estado e no país. “Sem esses trabalhadores, em no máximo 15 dias, haveria desabastecimento. Temos que agradecer e reconhecer o comprometimento desses profissionais, que nos orgulham”, disse. Segundo o dirigente, as cooperativas estão empenhadas, de maneira rigorosa, em prover a estes trabalhadores todas as providências para evitar a contaminação pelo covid-19. “A precaução não se discute. Todas as medidas recomendadas pelas organizações de saúde estão sendo implantadas para proteger estes trabalhadores”, enfatizou.

Responsabilidade - De acordo com o presidente, as cooperativas paranaenses respondem por 44% da produção avícola do estado, com 2,5 milhões de frangos abatidos ao dia, o que exige que os produtores mantenham alojadas 100 milhões de aves. “Também em outros segmentos como leite, suínos e grãos, a participação das cooperativas é elevada e isso amplia a responsabilidade que temos com a manutenção da cadeia produtiva e do abastecimento”, relatou. “Por isso, não podemos parar. Imagine se tivermos um aumento de casos da doença, e, ao mesmo tempo, uma crise de desabastecimento nos mercados do país. Temos que fazer a nossa parte”, completou Ricken.

Articulação - Ainda segundo o dirigente, a Ocepar tem mantido conversas diárias com o governo do Paraná e o Ministério da Agricultura, buscando superar os desafios que a pandemia do covid-19 tem causado ao país e ao setor produtivo. Até o momento, Ricken já participou de duas videoconferências com a ministra Teresa Cristina, com a participação de lideranças do cooperativismo e do agronegócio. Assista à entrevista na íntegra aqui.

 

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to LinkedIn