FAZENDA: Nota Fiscal de Produtor Eletrônica será obrigatória nas operações interestaduais a partir de 1º de julho

fazenda 27 05 2020A Receita Estadual do Paraná emitiu um boletim, nesta terça-feira (26/05), alertando que, a partir do dia 1º de julho, será obrigatória a emissão da Nota Fiscal de Produtor Eletrônica (NFP-e, modelo 55) em todas as operações interestaduais de produtor rural. A Nota Fiscal de Produtor Rural em papel, modelo 4, não poderá mais ser utilizada nas operações interestaduais também a partir dessa data.

Operações internas - “Nas operações internas, ou seja, nas operações realizadas dentro do Estado do Paraná, poderão ser emitidas qualquer uma das notas fiscais: NFP-e e a Nota Fiscal Produtor Rural em papel. Com a emissão da NFP-e, o produtor rural não precisará mais se deslocar até a prefeitura para prestar contas de suas notas fiscais. Tudo será feito via internet, no portal Receita/PR. O acesso se dá em ambiente seguro e mediante utilização de chave e senha. O acesso ao Receita/PR é exclusivo, individual e de responsabilidade do produtor. Assim, é muito importante manter em segurança a sua chave e senha de acesso, não fornecendo a terceiros”, informa a Receita por meio do boletim.

Alerta – O órgão destaca ainda que as operações interestaduais estarão sujeitas às verificações e penalidades previstas pelos Fiscos Estaduais.

CAD/PRO– “Importante destacar que os produtores rurais titulares do CAD/PRO devem efetuar seu cadastro de usuário do portal Receita/PR e obter sua respectiva chave e senha. O produtor titular também poderá cadastrar outros produtores vinculados no mesmo CAD/PRO para emissão de NFP-e em seu nome, porém é necessário que os autorizados tenham cadastro no Portal Receita/PR”, frisa o coordenador de Desenvolvimento Cooperativo do Sistema Ocepar, Devair Mem.

Clique aqui e confira na íntegra o boletim da Receita Estadual do Paraná

 

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to LinkedIn