cabecalho informe

REUNIÃO INSTITUCIONAL: Federação das Uniodontos do PR recebe o 32º encontro promovido pelo Sistema Ocepar

 

Representantes da Federação das Uniodontos do Paraná participaram, na tarde desta quarta-feira (08/07), da 32ª reunião institucional promovida por videoconferência pelo Sistema Ocepar. O objetivo do encontro foi apresentar a situação econômico-financeira das cooperativas por meio da apresentação de indicadores e comparativos com outras cooperativas paranaenses do mesmo ramo e região, visando ao aprimoramento da gestão.

Presenças - Participaram o presidente da Federação, Adalberto Baccarin, que também é vice-presidente da Uniodonto Londrina; o diretor-presidente da Uniodonto Londrina, Marcelo Faneco Fontana; o diretor clínico da Uniodonto Londrina, Paulino Mitsuo Kakuno; o diretor-presidente e o vice-presidente da Uniodonto Maringá, respectivamente, Vampre Luiz e José Olimpio Limonta; o diretor-presidente da Uniodonto Ponta Grossa, Rubens Bandeira; e o diretor-presidente e o vice-presidente da Uniodonto Curitiba, respectivamente, Carlos Beduschi e Gabriel Filipe. 

Dados - A Federação das Uniodontos do Paraná congrega quatro cooperativas odontológicas singulares: Londrina, Maringá, Ponta Grossa e Curitiba. Juntas, elas possuem 339 cooperados, 50.271 beneficiários e faturaram R$ 14,3 milhões em 2019. “Agradeço a disponibilidade de vocês em fazer essa apresentação. Para ser bem honesto, é a primeira vez que eu consigo ter uma visão ampla da nossa realidade”, disse o presidente Adalberto Baccarin. “A Federação das Uniodontos do Paraná tem uma função eminentemente institucional. Ela não tem qualquer viés de mercado, pelo menos neste momento. Ela não é uma operadora. A nossa responsabilidade é fazer essa ligação, dentro das características do cooperativismo, com a nossa Central, com a nossa Confederação e com o sistema nacional de cooperativismo”, acrescentou.

Atuação - Baccarin também destacou a forma de atuação das Uniodontos no Estado. “Nós temos um trabalho que chamamos de pé no chão. Nós sabemos das dificuldades de mercado que enfrentamos, da concorrência... Então, há algum tempo temos como estratégia consolidar os nossos passos, um de cada vez. Os nossos números não são gigantescos, mas são bastante sólidos’, frisou.

Endosso - O presidente da Uniodonto Maringá endossou as palavras de Baccarin. “Como somos operadoras pequenas, nós não nos aventuramos a tomar conta do Paraná, como gostaríamos. Nós sabemos que isso demanda investimento, pessoal, envolvimento, ou seja, muita coisa. Nós preferimos nos consolidar na região em que estamos para depois sonhar com algo maior no Paraná. Também fiquei contente em ver os números de todas as Uniodontos existentes no Estado, demonstrando que, apesar da pandemia tão severa, estamos todos nos mantendo nesse período, o que é muito bom para as Uniodontos”, afirmou Vampre.  “Agradeço também pela parceria de sempre com a Ocepar.  Eu entendo que a Ocepar é a organização que mais bem representa o cooperativismo na federação. Às vezes é difícil conseguir os números que vocês nos pedem, mas nós nos esforçamos para devolvê-los para que possam fazer os planejamentos e vocês sempre estão nos dando esse feedback, que eu acho muito importante”, frisou.

Intercooperação - O presidente da Uniodonto Curitiba, Carlos Beduschi, também fez uma avaliação positiva do encontro. “A Uniodonto de Curitiba está muito contente por vocês terem aberto um canal de comunicação conosco. Nós somos a mais nova integrante da Federação Paraná e a gente vem com fome de aprender. Queremos fazer muito uso do que o Sistema Ocepar pode nos oferecer, agora virtualmente, e, assim que for possível, gostaríamos que pudéssemos sentar e levar isso ainda mais adiante como forma de parceira. Eu agradeço tudo o que foi transmitido por vocês e estamos aqui para cooperar, para exercer a intercooperação”, disse.

Programação - A reunião institucional com a Federação das Uniodontos do Paraná teve início às 14h e durou quase duas horas. A programação iniciou com o superintendente do Sescoop/PR, Leonardo Boesche, que falou sobre como o Sistema Ocepar adaptou sua rotina em meio à pandemia do novo coronavírus para atender as demandas das cooperativas paranaenses e a respeito do trabalho de representação institucional que a entidade vem realizando nesse período. Na sequência, o analista da Gerência de Desenvolvimento Técnico da Ocepar (Getec), Maiko Zanella, fez uma apresentação sobre indicadores econômicos e dados relativos ao mercado brasileiro de saúde suplementar, com enfoque no segmento odontológico. O analista técnico do Sescoop/PR, Emerson Barcik, discorreu sobre os cenários econômico e financeiro do Grupo Uniodonto, contemplando dados da Federação das Uniodontos do Paraná e das quatro cooperativas singulares filiadas, e o coordenador de Desenvolvimento Cooperativo Humberto César Bridi abordou as atividades finalísticas do Sescoop/PR. Houve ainda a participação do coordenador de Desenvolvimento Cooperativo do Sescoop/PR, João Gogola Neto, e demais profissionais da entidade, que acompanharam o encontro.

 

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to LinkedIn

Últimas Notícias