cabecalho informe

INFRAESTRUTURA: Portos do Paraná fecham semestre com alta de 13% na movimentação

infraestrutura 10 07 2020Os Portos do Paraná movimentaram 28,1 milhões de toneladas de cargas, no primeiro semestre de 2020. O número confirma uma série de recordes alcançados pelos terminais de Paranaguá e Antonina nos primeiros seis meses do ano e é 13% maior que o registrado no mesmo período de 2019, quando foram 25 milhões de toneladas.

Exportações - O maior crescimento foi nas exportações: 18%. Cerca de 18,5 milhões de toneladas de cargas saíram do Brasil pelos portos paranaenses. No ano passado, esse volume foi de 15,7 milhões de toneladas.

Semestre excelente - “Tivemos um semestre excelente para a atividade portuária. O dólar alto, a grande demanda por grãos e o tempo seco favoreceram as exportações. Além disso, os cuidados adotados no combate ao coronavírus foram essenciais para dar a segurança necessária para produtores, compradores e trabalhadores, de que o porto continuaria funcionando”, destaca Luiz Fernando Garcia, diretor-presidente da Portos do Paraná.

Granéis - A exportação de soja respondeu por 33% de toda a movimentação de 2020. Foram 9,2 milhões de toneladas carregadas. Alta de 59% em relação ao exportado entre janeiro e junho de 2019, quando foram 5,8 milhões de toneladas.

Açúcar - O açúcar, embarcado em saca e granel, teve o maior crescimento: 70%. Este ano, mais de 1,5 milhão de toneladas foram carregadas. Em 2019, foram exportadas pouco mais de 904,8 mil toneladas.

Líquidos - Entre os granéis líquidos de exportação, os derivados de petróleo apresentaram alta de 64%, com um volume movimentado de quase 366,8 mil toneladas, no primeiro semestre. Nos óleos vegetais, principalmente de soja, o aumento registrado foi de 45%. Foram 631,4 mil toneladas exportadas este ano.

Importação - As importações nos portos paranaenses cresceram 4% no primeiro semestre. Cerca de 9,6 milhões de toneladas de cargas entraram no Brasil pelos portos de Paranaguá e Antonina. Em 2019, no mesmo período, o volume de carga desembarcado foi de 9,2 milhões de toneladas.

Maiores altas- As maiores altas foram registradas na movimentação de carga geral (12%) e fertilizantes (8%). De carga geral foram mais de 2 milhões de toneladas importadas este ano, contra 1,8 milhão nos seis primeiros meses do ano passado.

Fertilizantes - Os fertilizantes são os principais granéis sólidos de importação. No semestre, o volume movimentado passou de 4,4 milhões de toneladas. Em 2019, no mesmo período, 4,1 milhões de toneladas foram desembarcadas.

Contêineres - As importações e exportações de cargas em contêineres também aumentaram. A alta no segmento foi de 6%. Este ano, foram 446.556 TEUs (unidades específicas) movimentadas no semestre. Em 2019, 419.616 TEUs.

Importações - As importações somam as maiores quantidades, tanto neste ano quanto no ano anterior. No primeiro semestre de 2020, foram 230.179 TEUs importados, 9% a mais que em 2019 (211.574 TEUs). Na exportação, o crescimento foi de 4%. Foram 216.377 TEUs neste ano, ante 208.042 TEUs no ano passado. (Agência de Notícias do Paraná)

Confira  AQUI  tabela com o desempenho, por natureza de carga

 

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to LinkedIn

Últimas Notícias