Início Sistema Ocepar Comunicação Informe Paraná Cooperativo Últimas Notícias PEGCOOP: Execução do planejamento e lideranças em tempos de crise é tema de seminário

 

 

cabecalho informe

PEGCOOP: Execução do planejamento e lideranças em tempos de crise é tema de seminário

Com a finalidade de discutir como a utilização contínua do modelo de excelência fortalece os processos gerenciais para suportar o movimento acelerado de mudanças organizacionais e dos cenários, foi realizado, na manhã desta terça-feira (14/07), seminário sobre a execução do planejamento e liderança em tempos de crise. O evento, realizado por meio de videoconferência, faz parte do Programa de Excelência da Gestão e Governança do Sistema Ocepar (PegCoop). Participaram 193 profissionais das cooperativas paranaenses ligados às atividades de gestão.

Abertura - O seminário foi aberto pelo superintendente do Sescoop/PR, Leonardo Boesche, que destacou a importância deste programa para a melhoria da gestão nas cooperativas. “Nossa preocupação é que as cooperativas possam cada vez mais ter uma efetividade nas suas gestões, capacitando os profissionais com novas ferramentas e visões do que está acontecendo em outros países. Ir muito além de análise de caixa ou tesouraria, ou seja, fazer um diagnóstico onde a própria equipe da cooperativa possa fazer as correções necessárias, de forma interna. Esta troca de experiência é fundamental”, destacou.

Facilidades - Boesche lembrou que o seminário é continuidade do evento realizado no dia 25 de junho, que registrou uma expressiva participação de profissionais de gestão. “Esta nova modalidade de encontros virtuais, cria algumas dificuldades, mas também facilidades. Dificuldade de realizarmos o evento num só dia, em oito horas, na forma virtual. Precisamos realizar em etapas para não cansar a todos. Se fosse presencial, provavelmente estaríamos com 80 ou 90 participantes no auditório do Sistema Ocepar. Só que dificilmente poderíamos contar com as presenças dos professores direto de Portugal. Provavelmente seriam necessários dois dias de deslocamento para vir e retornar, além dos custos e riscos maiores. Esta nova realidade será cada vez mais frequência em nossos treinamentos”, lembrou.

PegCoop - Alfredo Benedito Kugeratski Souza, coordenador de gestão estratégica, fez uma rápida apresentação do que é o programa para os participantes que estão pela primeira vez em contato com o evento. “Nossas organizações têm vários desafios competitivos no setor, por isso precisamos cada vez mais utilizar modelos de excelência exitosos e trazê-los para nossas realidades. Hoje já temos um método estruturado, definido para o cooperativismo onde é possível fazer um diagnóstico completo. No Paraná nós fizemos uma readequação ao método dentro do entendimento do PRC-100 – Plano Paraná Cooperativo 100, onde existe um ciclo de desenvolvimento nas cooperativas, que passa pela estruturação, desenvolvimento, transformação e verificação. Hoje realizamos este seminário sobre o PegCoop na prática. Pretendemos evoluir com as práticas de gestão e governança, incentivando a melhoria contínua para ampliar a competitividade, maximizar os resultados e transformar os modelos de negócios das cooperativas, tornando-os cada vez mais eficientes e resilientes”, frisou.

Palestras - Um dos palestrantes convidados foi o professor da Escola de Negócios e Economia Nova de Lisboa, Portugal, João Silveira Lobo. Ele abordou sobre a importância do planejamento, execução e liderança em tempos de crise, como navegar em um cenário incerto. Na sequência, o gerente de planejamento e desenvolvimento da Unimed de Londrina, André Simas, apresentou um case da cooperativa na área de gestão.

Valores - O professor João Silveira Lobo, iniciou falando como criar os valores nas organizações. Segundo ele, “isso passa pela criação de nova lideranças organizacionais. Pensar as estratégias face aos novos cenários. As organizações precisam ser redesenhadas. Precisam avançar no mundo digital. Ver onde está o conhecimento relevante para que a tomada de decisão se faça de uma forma eficaz. Cada vez mais as organizações e falo aqui das cooperativas, para que elas sejam multidimensionais com autoridade difusa, mas com responsabilidade claras e auto-organizadas em rede. O design de organização em rede é cada vez mais relevante para ultrapassar a inércia que elas têm”, salientou.

Estratégias - Silveira Lobo afirmou “que é necessário romper com as rotinas organizacionais, estruturar políticas sociais, conformidades, racionalidade limitada e complementariedade entre estratégias, estruturas e sistemas. É preciso planejar e definir objetivos, medir e planejar, intervir e corrigir”.

Novas lideranças - Segundo o professor português, tudo isso vai necessitar de novos líderes. “Construir confiança, criar entusiasmo, cooperar, entregar resultados, formar redes, influenciar outros e usar a informação. Capacidade dos líderes, criatividade, eficácia multicultural, desenvolver novas capacidades críticas, criatividade digital, iniciativa, colaboração, compromisso e adaptabilidade. Fatores que não são muito simples no dia de hoje, em especial em se adaptar. Precisamos aprender a aprender cada vez mais. Aprender com os erros do passado. Podem ter certeza de que teremos novas pandemias, por isso precisamos de uma revisão do plano tecnológico, seja em qualquer setor, do crédito, saúde, agropecuário, transporte... precisamos ficar atentos para não ficarmos para trás – e concluiu - sorte é o quando da oportunidade se encontra com a preparação”.

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to LinkedIn

Últimas Notícias