cabecalho informe

RAMO TRANSPORTE: Cooperativas do Sul debatem mercado, inovação e intercooperação

Foi realizado, na tarde desta quinta-feira (06/08), o Seminário Online Perspectivas e Fortalecimento do Ramo Transporte da Região Sul. Promovido pelos sistemas Ocepar (Paraná), Ocesc (Santa Catarina) e Ocergs (Rio Grande do Sul), o evento reuniu presidentes e superintendentes das unidades estaduais, da Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB), coordenadores do ramo e representantes de cooperativas. O objetivo foi apresentar as ações da OCB para atender as demandas do ramo e tratar sobre intercooperação, inovação e identidade cooperativa.

Oportunidades - Ao recepcionar os participantes, o presidente do Sistema Ocepar, José Roberto Ricken, disse que, apesar de não ser esperada e dos impactos que provocou, a pandemia trouxe também oportunidades. “Temos que refletir sobre o que estamos passando e o que podemos aprender com tudo isso. Algumas coisas vieram para ficar. Antes, por exemplo, chegávamos a viajar 700 km para participar de uma reunião. Agora, num dia, chego a participar de seis reuniões. Mesmo com o isolamento social, continuamos trabalhando e produzindo”, pontuou.

Mercado - O presidente do Sistema Ocepar também destacou a evolução que o ramo transporte teve em sua organização. “O foco tem que ser o mercado. Antes a gente se estruturava e buscava opções de mercado no segmento de transporte. Hoje é preciso inverter isso. Temos que identificar as demandas e nos preparar para atendê-las. E precisamos estar preparados para achar a melhor solução. E isto passa pela formação, inovação e intercooperação”, afirmou.

Participantes - Pelo Sistema Ocepar, participaram do Seminário o superintendente do Sescoop/PR, Leonardo Boesche, o gerente de Desenvolvimento Técnico, Flávio Turra, o coordenador de Desenvolvimento Cooperativo, João Gogola Neto, o analista técnico Jessé Rodrigues, entre outros profissionais da organização. 

Todos pelo sistema - “Acredite no cooperativismo, neste movimento de colaboração, na importância do relacionamento para a conquista da confiança”, disse o superintendente da Ocesc, Neivo Luiz Panho. Segundo ele, o momento é de oportunidades. “Estamos no caminho do crescimento. Vamos em frente porque as oportunidades estão nos aguardando”, comentou. Já o presidente da Ocergs, Vergílio Perius, lembrou que é nos momentos de dificuldades que o cooperativismo mais cresce. “Sigam fortes. Estamos num momento de isolamento, mas temos muitas coisas que nos aproximam. O cooperativismo sempre cresceu nos momentos de crise, então, aproveitem a chance. Todos os estão juntos pelo sistema.”

Ações da OCB - Como parte da programação do evento, o coordenador nacional do Ramo Transporte, Evaldo Moreira Matos, e a gerente da área Técnica e Econômica, Clara Pedroso Maffia, falaram sobre a atuação do ramo crédito no Brasil e as ações da OCB voltadas a apoiar o desenvolvimento das cooperativas. Na sequência, o coordenador do Ramo Transporte do Paraná, Marcos Trintinalha, falou sobre o tema “requisitos para intercooperação”, completando sua apresentação com o case da Rodocoop (Cooperativa e Serviços Rodoviários).  Já o tema inovação foi abordado por Osni Roman, presidente da Coopercarga, de Santa Catarina, e identidade cooperativa foi tratado por Adelar Steffler, presidente da Valelog do Rio Grande do Sul. O evento encerrou com a palestra Cooperação x Competição no Transporte, com Adelino Nascimento.

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to LinkedIn

Últimas Notícias