LEI DO AGRO: Ricken destaca o importante apoio das bancadas da Frencoop e da FPA no Congresso

Ao comentar sobre a importante conquista das cooperativas agropecuárias, com a derrubada dos vetos da Lei do Agro, durante sessão especial realizada pelo Congresso Nacional, na tarde desta quarta-feira (12/08), o presidente do Sistema Ocepar, José Roberto Ricken, fez questão de ressaltar o importante apoio das bancadas da Frente Parlamentar do Cooperativismo (Frencoop) e da Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA). “Só temos que agradecer a todos aos parlamentares da bancada do Paraná que integram a Frencoop e de outros estados, que se empenharam em conseguir os votos necessários para que isso fosse possível. Também reconhecer o importante trabalho da OCB, que acompanhou de perto todo este processo e subsidiou tecnicamente os parlamentares com argumentos suficientes para a derrubada do veto. Posso afirmar que, muito mais que uma conquista, foi a vitória do diálogo e do bom senso que acabaram prevalecendo nesta votação histórica”, frisou.

Segurança - Para Ricken, com a derrubada desses vetos “foi restabelecida a justiça, dando uma maior segurança jurídica ao processo de integração das cooperativas e ficou claro agora o que representa a lei da integração para o setor. Não era justo onerar mais, ou seja, taxar um produtor que era cooperado numa cooperativa e isentá-lo quando integrado a uma empresa normal”.

Negociações - “Não considero que foi um confronto com o governo, pelo contrário, – ressaltou Ricken  –  conseguimos comprovar que, da forma que estava, era um ato injusto contra milhares de produtores cooperados. Negociamos com apoio da bancada da Frencoop junto à ministra da Agricultura, Tereza Cristina, com o ministro da Casa Civil, Braga Neto e com os demais setores do governo e assim foi possível a derrubada dos vetos neste momento”, disse Ricken.

Atuação - O líder cooperativista lembrou que a matéria sobre o ato de integração das cooperativas havia sido aprovada na Câmara e no Senado por maioria absoluta, mas o Palácio do Planalto acabou vetando dentro de um bloco de ações. “Diante disso, passamos a nos mobilizar para reverter a situação, com apoio da nossa bancada em Brasília, tanto na Câmara como no Senado. Alguns parlamentares da bancada paranaense estiveram mais à frente dessa derrubada do veto. Destacamos o deputado federal, Pedro Lupion, autor desta emenda da Lei do Agro e que nas discussões junto ao governo contribui muito, em especial junto à liderança do governo com posições técnicas mostrando os prejuízos que isso impactaria ao setor. O deputado Sérgio Souza, que é vice-presidente da FPA, e que vem de uma reunião do Paraná onde as cooperativas agropecuárias têm uma importância muito grande para o desenvolvimento regional. Ele nos auxiliou numa interlocução com a ministra da Agricultura. A deputado Aline Sleutjes, vice-líder do governo, que até o último minuto da votação estava em permanente contato com os demais líderes e com o Palácio. Os deputados Ricardo Barros, Evandro Roman e Luiz Nishimori, que também acompanharam de perto o assunto e se posicionaram a favor das cooperativas. Enfim, todos os deputados e senadores que integram a Frencoop, os quais realizam um trabalho excelente em Brasília na defesa deste setor que tanto contribui para o desenvolvimento do Paraná e do Brasil”, lembrou Ricken.

Educação política - O presidente do Sistema Ocepar frisou que o resultado de todo este trabalho em Brasília hoje se deve, em parte, ao Programa de Educação Política que o Sistema Ocepar realizou em 2018, durante as eleições. “Com o programa, pudemos eleger uma bancada comprometida com o setor cooperativista, que hoje integram a Frencoop. Mais importante que isso, o programa procurou conscientizar a população sobre a necessidade de votar em pessoas preparadas e comprometidas. Assim nós teríamos um sistema político cada vez mais representativo e forte. Este esforço realizado pelo Sistema Ocepar e pelas cooperativas, com mais de 1,3 milhão de pessoas integradas através de redes sociais, ajudou muito e será um modelo que iremos repetir no futuro. Este trabalho permitiu que a gente tenha hoje uma frente com parlamentares comprometidos com a causa cooperativista”, disse.

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to LinkedIn