cabecalho informe

TRANSPORTE: Porto de Paranaguá recebe 24% mais caminhões em 2020

transporte 17 09 2020

Em 2020, cerca de 350 mil caminhões passaram pelo porto de Paranaguá. O número é 24% maior que nos primeiros oito meses de 2019, quando foram pouco mais de 293 mil veículos recebidos. Os caminhoneiros, que não pararam durante a pandemia de Covid-19, são responsáveis por 84% das movimentações de produtos que chegam ou saem pelo porto paranaense. “Os motoristas são essenciais para a economia nacional, são eles que transportam nossas riquezas, nossos alimentos, medicamentos e insumos hospitalares. Na crise do coronavírus, eles mostraram, mais uma vez, a força da categoria”, destaca o diretor presidente da Portos do Paraná, Luiz Fernando Garcia. Nesta quarta-feira (16/09), foi comemorado o Dia Nacional do Caminhoneiro.

Cuidado - Com a crise do coronavírus e a supersafra de soja, o trabalho dos caminhoneiros garantiu a manutenção das atividades portuárias e os recordes na exportação de grãos. Para dar segurança aos motoristas e suas famílias, o Governo do Estado montou uma estrutura de saúde e prevenção. “Desde o dia 24 de março, todos os caminhoneiros e acompanhantes que passam pelos Portos do Paraná passam por uma triagem inicial, com medição de temperatura e atendimento médico 24 horas. O objetivo é que os motoristas possam trabalhar com tranquilidade, sabendo que sua saúde é prioridade”, conta Garcia. 

Ações - Ao todo, 359.013 pessoas passaram pela estrutura. O Pátio de Triagem de Caminhões também recebeu pias para higienização das mãos, novos chuveiros, bebedouros, bandejas e tapetes higienizadores. Em conjunto com o Ministério da Saúde e Secretária Estadual de Saúde, foram disponibilizadas 5 mil doses de vacina contra gripe. 

Alimentação - Durante os dias mais críticos da pandemia, a Portos do Paraná distribuiu 55 mil kits de alimentação aos motoristas. A ação foi uma forma de ajudar os caminhoneiros que enfrentavam dificuldades de encontrar restaurantes abertos nas estradas. O caminhoneiro Eliézer Rodrigues, que veio de Ponta Grossa carregado de soja, se surpreendeu com a entrega. “É um cuidado importante. Com certeza, nos sentimos mais valorizados”, disse. 

Parceria - Através do Sistema Sest/Senat, também foram distribuídos mais de 3.000 kits higiene. Empresas e sindicatos também realizaram ações para o público, com entrega de lanches e álcool em gel. 

RECORDE - Em abril, o Pátio de Triagem do Porto de Paranaguá chegou a receber 58.499 caminhões. Três mil veículos acima do recorde anterior, de 55.835, em março deste ano. (Assessoria Appas / Foto: Claudio Neves) 

Em 2020, cerca de 350 mil caminhões passaram pelo porto de Paranaguá. O número é 24% maior que nos primeiros oito meses de 2019, quando foram pouco mais de 293 mil veículos recebidos. Os caminhoneiros, que não pararam durante a pandemia de Covid-19, são responsáveis por 84% das movimentações de produtos que chegam ou saem pelo porto paranaense. “Os motoristas são essenciais para a economia nacional, são eles que transportam nossas riquezas, nossos alimentos, medicamentos e insumos hospitalares. Na crise do coronavírus, eles mostraram, mais uma vez, a força da categoria”, destaca o diretor presidente da Portos do Paraná, Luiz Fernando Garcia. Nesta quarta-feira (16/09), foi comemorado o Dia Nacional do Caminhoneiro. Cuidado - Com a crise do coronavírus e a supersafra de soja, o trabalho dos caminhoneiros garantiu a manutenção das atividades portuárias e os recordes na exportação de grãos. Para dar segurança aos motoristas e suas famílias, o Governo do Estado montou uma estrutura de saúde e prevenção. “Desde o dia 24 de março, todos os caminhoneiros e acompanhantes que passam pelos Portos do Paraná passam por uma triagem inicial, com medição de temperatura e atendimento médico 24 horas. O objetivo é que os motoristas possam trabalhar com tranquilidade, sabendo que sua saúde é prioridade”, conta Garcia. Ações - Ao todo, 359.013 pessoas passaram pela estrutura. O Pátio de Triagem de Caminhões também recebeu pias para higienização das mãos, novos chuveiros, bebedouros, bandejas e tapetes higienizadores. Em conjunto com o Ministério da Saúde e Secretária Estadual de Saúde, foram disponibilizadas 5 mil doses de vacina contra gripe. Alimentação - Durante os dias mais críticos da pandemia, a Portos do Paraná distribuiu 55 mil kits de alimentação aos motoristas. A ação foi uma forma de ajudar os caminhoneiros que enfrentavam dificuldades de encontrar restaurantes abertos nas estradas. O caminhoneiro Eliézer Rodrigues, que veio de Ponta Grossa carregado de soja, se surpreendeu com a entrega. “É um cuidado importante. Com certeza, nos sentimos mais valorizados”, disse. Parceria - Através do Sistema Sest/Senat, também foram distribuídos mais de 3.000 kits higiene. Empresas e sindicatos também realizaram ações para o público, com entrega de lanches e álcool em gel. RECORDE - Em abril, o Pátio de Triagem do Porto de Paranaguá chegou a receber 58.499 caminhões. Três mil veículos acima do recorde anterior, de 55.835, em março deste ano. (Assessoria Appas / Foto: Claudio Neves) Em 2020, cerca de 350 mil caminhões passaram pelo porto de Paranaguá. O número é 24% maior que nos primeiros oito meses de 2019, quando foram pouco mais de 293 mil veículos recebidos. Os caminhoneiros, que não pararam durante a pandemia de Covid-19, são responsáveis por 84% das movimentações de produtos que chegam ou saem pelo porto paranaense. #infraestrutura#portos;
Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to LinkedIn

Últimas Notícias