cabecalho informe

COPACOL: Outubro Rosa ganha cooperação da Tilápia Copacol no combate ao câncer de mama

Diagnosticado com precocidade, o câncer de mama tem grandes chances de cura. A conscientização sobre exames de rotina é uma aliada, por isso, quando chega outubro o alerta chega em tons de rosa em todo o mundo, em monumentos e prédios públicos. Cooperar sempre com a prevenção e o combate à doença tornou-se uma tradição com a Tilápia Copacol, que já chegou as gôndolas dos supermercados em embalagens especiais que remetem ao movimento Outubro Rosa.

Hospitais - Na terceira edição da campanha, a tilápia preferida do brasileiro pelo sabor e praticidade vai apoiar hospitais que atuam com pacientes em tratamento contra o câncer de mama. Para cada embalagem de 600 gramas vendida será doado R$ 1 para auxiliar ações voltadas ao atendimento em hospitais e casas de apoio. “A prevenção é muito importante, por isso, estamos envolvidos neste movimento que se espalhou pelo mundo. Em mais um ano oferecemos um dos nossos principais produtos para beneficiar quem está nesta luta contra o câncer. As doações chegam até hospitais parceiros que oferecem tratamento de qualidade, sem custos, salvando vidas em todo o Brasil”, ressalta o presidente da Copacol, Valter Pitol.

Alerta - A cor rosa evidenciada em outubro serve como um alerta para que mulheres de todo o mundo sejam lembradas da necessidade de cuidar da própria saúde. A ação ganha força anualmente com a eficiência do tratamento da doença, levando milhões de mulheres até clínicas públicas e particulares em busca do exame.

Beneficiados - Pelo terceiro ano consecutivo da campanha da Tilápia Copacol Outubro Rosa serão beneficiados hospitais de diferentes regiões do País: Uopeccan (União Oeste Paranaense de Estudos e Combate ao Câncer), em Cascavel; Hospital Erasto Gaertner, em Curitiba; Hospital Alfredo Abrão, em Campo Grande; IHB (Instituto Hospital de Base), no Distrito Federal (Brasília); e Hospital de Amor, em Barretos (São Paulo).

Ana Furtado e Paolla Oliveira - Para lançar a campanha, você é o nosso convidado para participar do "Almoço Rosa Copacol - uma conversa de amigas", com a atriz e apresentadora Ana Furtado e a atriz Paolla Oliveira durante uma live, dia 4, às 12h30, tirando dúvidas sobre cura, tratamento e prevenção do câncer de mama com a médica Danila Hubie, do Serviço de Ginecologia e Mama do Hospital Erasto Gaertner. Quem estiver acompanhando a transmissão ao vivo pelo Canal Oficial da Copacol no Youtube também poderá interagir com comentários e perguntas.

Cura - Ana curou o câncer de mama há quase dois anos e tornou-se um exemplo de superação para milhares de mulheres que enfrentam o mesmo desafio. Ela vai contar como foi esse momento de tratamento intenso e como foi passar por esse momento na vida, mantendo a carreira e a família.

Receitas - Durante todo o mês serão disponibilizadas pelos canais oficiais da Copacol (Youtube, Instagram e Facebook) receitas incríveis com tilápia para inspirar milhões de brasileiros nesta ação. Serão 31 receitas de solidariedade – uma para cada dia de outubro.

Casos - Estima-se que neste ano 66,2 mil mulheres foram diagnosticadas com a doença, conforme acompanhamento do Inca (Instituto Nacional do Câncer). O câncer de mama é mais comum em todo o mundo e no Brasil corresponde a 29% dos casos. Ele pode ser percebido em fases iniciais, na maioria dos casos, por meio de nódulos, mama avermelhada, alterações no bico do peito e líquido anormal nos mamilos. Praticar atividade física, alimentar-se de forma saudável, manter o peso corporal adequado e evitar o consumo de bebidas alcoólicas são recomendações para reduzir os riscos da doença. “O diagnóstico precoce do câncer de mama é importante porque é na fase inicial que o tratamento é mais eficaz. O recomendado pela Sociedade Brasileira de Mastologia é a realização de mamografia todos os anos, a partir dos 40 anos de idade, mesmo em mulheres assintomáticas. Isso em razão de que o câncer de mama no início pode ser uma doença silenciosa”, afirma o mastologista, Emerson Wander Silva Soares, da Uopeccan. (Imprensa Copacol)

 

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to LinkedIn

Últimas Notícias