Início Sistema Ocepar Comunicação Informe Paraná Cooperativo Últimas Notícias FEBRE AFTOSA: Ocepar lança publicação mostrando a perspectiva do cooperativismo sobre novo status sanitário no PR

 

 

cabecalho informe

FEBRE AFTOSA: Ocepar lança publicação mostrando a perspectiva do cooperativismo sobre novo status sanitário no PR

destaque Ocepar Cartilha Febre Aftosa 12 11 2020Os avanços conquistados no Paraná, por meio de mobilização envolvendo entidades públicas e privadas, em busca do Estado alcançar um novo status sanitário, estão relatados na publicação “Paraná livre febre aftosa sem vacinação - uma perspectiva do cooperativismo”, produzida pelo Sistema Ocepar, de autoria de Robson Mafioletti, Flávio Turra e Alexandre Monteiro, e que será lançada nesta sexta-feira (13/11), na reunião da diretoria da entidade. Após obter o reconhecimento nacional de área livre de febre aftosa sem vacinação por parte do Ministério da Agricultura, no último mês de agosto, agora os paranaenses aguardam a decisão da Organização Mundial da Saúde Animal (OIE), que se reunirá em maio de 2021 para deliberar sobre a questão, com a expectativa de ter sua condição sanitária reconhecida internacionalmente.

Agradecimento - “A Ocepar reconhece que os resultados positivos alcançados em relação à sanidade no Estado do Paraná são frutos de um esforço coletivo de todas a entidades envolvidas nas diferentes etapas. Por este motivo, agradecemos às cooperativas e entidades (públicas ou privadas) que participaram direta ou indiretamente dos trabalhos, que possibilitaram evoluir nesse processo. A entidade reitera seu compromisso com as ações para a obtenção do reconhecimento internacional da OIE, de área livre de febre aftosa sem vacinação, e continuará empenhada em promover o avanço da sanidade animal na produção paranaense”, diz a mensagem de agradecimento que consta no início da publicação.

Conteúdo - O material traz informações sobre o Plano Estratégico do Programa Nacional de Erradicação e Prevenção da Febre Aftosa (Pnefa), a estruturação da defesa sanitária no Paraná e como o Governo do Estado e as entidades privadas estão contribuindo para que o Paraná seja reconhecido internacionalmente como área livre de febre aftosa sem vacinação. A publicação também mostra as vantagens que esse novo status sanitário pode trazer para impulsionar o comércio dos produtos de origem animal, como carnes suínas, bovina e de frango, abrindo novos mercados no mundo para as cooperativas que atuam nesse segmento e para o agronegócio paranaense e brasileiro.

Clique aqui e confira na íntegra a publicação “Paraná livre febre aftosa sem vacinação - uma perspectiva do cooperativismo”

 

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to LinkedIn

Últimas Notícias