Início Sistema Ocepar Comunicação Informe Paraná Cooperativo Últimas Notícias REUNIÃO INSTITUCIONAL: Gestores da Unimed PR participam do 103º encontro virtual promovido pelo Sistema Ocepar

 

 

cabecalho informe

REUNIÃO INSTITUCIONAL: Gestores da Unimed PR participam do 103º encontro virtual promovido pelo Sistema Ocepar

Gestores da Unimed Paraná prestigiaram, na tarde desta quarta-feira (02/12), a 103ª reunião institucional virtual promovida neste ano pelo Sistema Ocepar, com o propósito de apresentar o cenário econômico-financeiro da cooperativa, por meio de indicadores e comparativos com outras cooperativas paranaenses do mesmo ramo e região. O encontro contou com as presenças do presidente da federação paranaense, Paulo Roberto Fernandes, e dos diretores Faustino Garcia Alferez (Saúde e Intercâmbio), Luís Francisco Costa (Administrativo e Financeiro), William Procópio dos Santos (Desenvolvimento e Inovação) e Alexandre Gustavo Bley (Mercado e Comunicação). Também participaram o superintendente Willian Stocco, o gerente de Desenvolvimento e Estratégia, Antonio Maurício Ribeiro, e a coordenadora de Serviços, Indicadores e Qualidade, Débora Hara.

Devolutiva - “A reunião institucional é um compromisso que temos dentro do Programa de Autogestão de fazer, no mínimo uma vez por ano, essa devolutiva, trazer um panorama sobre a situação econômico-financeira da cooperativa e também do cooperativismo como um todo”, afirmou o coordenador de monitoramento da Gerência de Desenvolvimento Cooperativo (Gecoop), João Gogola Neto, ao abrir os trabalhos. Ele ressaltou ainda que, mesmo com o distanciamento social exigido pela pandemia do novo coronavírus, os encontros foram realizados virtualmente ao longo do ano, seguindo a orientação da diretoria executiva do Sistema Ocepar, de manter as atividades planejadas, mesmo que de forma remota, promovendo as adaptações necessárias para executá-las.  

Planejamento - Ao receber a diretoria da Unimed Paraná, o presidente do Sistema Ocepar, José Roberto Ricken, enfatizou o trabalho que vem sendo realizado em relação ao planejamento estratégico do cooperativismo paranaense. Ele lembrou que o Plano Paraná Cooperativo 100 (PRC100), lançado em 2015 com o objetivo de dobrar o faturamento do setor, que era de R$ 50 bilhões na época, será finalizado neste ano com o atingimento da meta. “Isso se deve a vários fatores. Em praticamente todos os ramos, nós vamos ter um resultado mais positivos em 2020. Houve uma antecipação da fixação de venda da próxima safra de grãos, que deve ter influenciado o valor final mas, na realidade, isso vai acontecer porque já é produção comprometida para frente. O desempenho obtido nesse ano também é uma demonstração de que as atividades que realizamos são essenciais e importantes para a sociedade”, frisou.

PRC200 - De acordo com Ricken, a ideia é avançar e partir para um novo desafio, o PRC200, com a expectativa de dobrar novamente o faturamento do setor e alcançar R$ 200 bilhões nos próximos anos. O novo planejamento estratégico deverá ser lançado em abril de 2021. “É isso que estamos projetando e é possível visualizar essa meta lá no horizonte. Não é uma fantasia, muito pelo contrário. É um trabalho bem completo. Nós vamos pegar as diretrizes do PRC100, que é melhorar a condição financeira das cooperativas, buscar mercado em âmbitos local, nacional e internacional para os nossos produtos e serviços, melhorar o modelo de cooperação, as estruturas de cada ramo, buscar uma infraestrutura mais adequada e, também, fazer uma gestão e governança mais profissionalizada”, explicou.

Mais subsídios - Ainda segundo o presidente do Sistema Ocepar, também serão levadas em consideração as diretrizes aprovadas no 14º Congresso Brasileiro de Cooperativismo, realizado em Brasília, em 2019, entre as quais: o aperfeiçoamento da representação institucional, a melhoria da comunicação, a modernização dos modelos de administração, a inovação, a intercooperação entre ramos e cooperativas e a ampliação de mercado. “Nós temos demanda por alimentos e serviços, então, temos que nos estruturar para identificá-las e atendê-las. Queremos ainda seguir as diretrizes internas de relevância e essencialidade do trabalho que realizamos visando o desenvolvimento das nossas cooperativas. Então, somando tudo isso, vamos projetar o nosso futuro. Na melhor hipótese, em 2026 podemos chegar a R$ 200 bilhões de faturamento. Na hipótese mais realista, isso deve ocorrer em 2029. E, na hipótese mais pessimista, em 2031.Isso quer dizer que, nos próximos 10 anos, na projeção mais conservadora, vamos alcançar essa meta e teremos que estar preparados. Isso representa fazer o dobro do que estamos fazendo hoje. O cooperativismo tem potencial e deve seguir nessa direção”, finalizou.

Programação - A reunião institucional prosseguiu com a apresentação dos indicadores de desempenho econômico-financeiro da Unimed Paraná, feita pelo analista do Sescoop/PR, Emerson Barcik. Ele também destacou os números do cooperativismo paranaense e do ramo saúde no Paraná, além do resultado de um estudo sobre os impactos da pandemia nos negócios da cooperativa. Depois, a gerente de Desenvolvimento Cooperativo, Maria Emília Pereira, destacou como a cooperativa vem aplicando os recursos nas atividades de formação profissional e promoção social ao longo dos últimos anos e em quais programas e ações ofertadas pelo Sescoop/PR ela já está inserida. O evento foi encerrado pelo superintendente do Sescoop/PR, Leonardo Boesche, que reforçou a disponibilidade do Sistema Ocepar em atender as demandas da Unimed Paraná. “Estamos estreitando cada vez mais o relacionamento e vocês podem contar conosco sempre. Estamos à disposição para atendê-los da melhor forma possível”, disse.

A Unimed Paraná - No Paraná, o Sistema Unimed é composto por 23 unidades, entre as quais a Unimed Paraná, que é uma federação, foi fundada em 1979, está sediada em Curitiba e tem como atribuições: atuar como operadora de planos de saúde para clientes e Unimeds prestadoras; fazer a representação institucional das Unimeds do Estado e ser uma prestadora de serviços para as suas federadas. Além disso, há mais 20 cooperativas singulares com registro na Agência Nacional de Saúde (ANS) e que comercializam planos de saúde e outras duas que que não possuem registro na ANS e são representadas por uma operadora, que é a Unimed Paraná. Juntas, as Unimeds paranaenses prestam atendimento de saúde a mais de 1,5 milhão de beneficiários.

 

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to LinkedIn

Últimas Notícias