cabecalho informe

SICOOB: Primeira instituição financeira cooperativa integrada ao gov.br

sicoob 22 02 2021O Sicoob é a primeira instituição financeira cooperativa a realizar a integração ao gov.br. A medida facilita o acesso dos cooperados pessoas físicas a serviços do governo federal, além de serviços das unidades federativas (UFs) e municípios também já integrados à plataforma. O público do Sicoob - formado por mais de 5 milhões de pessoas - agora pode acessar os serviços digitais do governo utilizando as mesmas credenciais de acesso utilizadas no aplicativo da instituição.

Agilidade e segurança - A medida propicia agilidade e segurança. Por meio da adesão a acordo de cooperação técnica com a Secretaria de Governo Digital do Ministério da Economia, os cooperados podem, na prática, acessar serviços públicos com a mesma senha com que entram em sua conta corrente.

Acesso - De acordo com Antônio Vilaça Júnior, diretor executivo de Tecnologia da Informação do Sicoob, os cooperados do Sicoob terão acesso de forma mais fluída aos serviços do governo acessados pela Internet. Hoje, há mais de 4,1 mil serviços no portal gov.br, 66% deles digitais. Utilizando as credenciais do Sicoob, além de não precisar criar uma nova senha e memorizá-la, os cooperados evitam deslocamentos a órgãos públicos e passam a contar com soluções na palma das mãos.

Simplificação - "Dentro da iniciativa estratégica de open banking buscamos soluções que simplifiquem o cotidiano de nossos cooperados. Estimular o uso de canais digitais, ainda mais em tempos de pandemia, e oferecer ferramentas cada vez mais completas e fáceis de serem utilizadas está no nosso DNA", afirma Vilaça.

93 milhões de pessoas cadastradas - Atualmente, 93 milhões de pessoas têm cadastro no gov.br. Entre os principais serviços oferecidos pelo portal estão o Meu INSS, a Carteira Digital de Trânsito, a Carteira de Trabalho Digital, Sacar Abono Salarial e Solicitar Seguro-Desemprego, entre tantos outros.

Objetivo - "Nosso objetivo é facilitar ao máximo a vida do cidadão que precisa acessar e resolver suas demandas com o governo federal, de forma ágil e segura. A integração do Sicoob possibilita que seus cooperados em todo o país não precisem memorizar múltiplos códigos, logins e senhas nem fazer cadastros adicionais nos sistemas de governo", ressalta o secretário de Governo Digital do Ministério da Economia, Luis Felipe Monteiro.

DF, estados e municípios - O gov.br também permite o acesso a serviços digitais do Distrito Federal, de 11 estados e de 74 municípios. Os estados integrados à ferramenta são: Alagoas, Bahia, Espírito Santo, Goiás, Mato Grosso, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Sergipe e Tocantins. As 27 Juntas Comerciais do país também estão interligadas ao gov.br.

Impostos - Nos estados e nos municípios que aderiram ao gov.br, os cooperados agora podem acessar os serviços digitalizados por meio da senha do aplicativo do Sicoob. Além de resolver pendências com a União, o usuário pode ter o acesso ao Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA), arrecadado pelos estados, ao Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) e taxas de limpeza e de iluminação pública, administrados pelos municípios que já tenham aderido ao gov.br.

Parceria estratégica - A parceria entre a instituição e o governo federal é estratégica, já que as cooperativas têm ampla presença no interior do Brasil. Inclusive em 307 municípios brasileiros, o Sicoob é a única instituição financeira em pleno funcionamento. Por isso, segundo Vilaça, este é um passo importante para a democratização e a simplificação do acesso a esses serviços públicos em diversas regiões, uma questão de cidadania e que reforça o papel do Sicoob em levar a transformação para a vida da população em todas as comunidades em que está inserido, promovendo a responsabilidade social e financeira nesses locais.

Processo - O processo é muito simples, conta com rigorosos padrões de segurança e será utilizado apenas pelos cooperados que desejarem essa facilidade. Com esta integração, o governo tem acesso apenas ao nome completo, CPF, telefone e e-mail do usuário. Com a mesma facilidade que realizam a integração, os cooperados podem revogar esse consentimento por meio do aplicativo do Sicoob.

Como fazer - Ao acessar sites ou aplicativos governamentais que permitam a autenticação por meio da opção gov.br, o cooperado será direcionado a uma tela de autenticação que apresentará a opção ‘Bancos Credenciados’. Ao acioná-la e selecionar o Sicoob entre as instituições, o cooperado será direcionado para o ambiente do Sicoob, onde informará suas credenciais de acesso e receberá uma mensagem no App Sicoob com código de confirmação. Em seguida, deve clicar em "autorizar".

Compartilhamento - Após este processo, será convidado a aprovar o compartilhamento dessas informações, bem como orientado sobre a forma como pode revogar essa decisão. Ao final dessa etapa, o cooperado será direcionado ao serviço que acessou originalmente já de forma identificada.

Sobre o Sicoob - Instituição financeira cooperativa, o Sicoob tem mais de 5 milhões de cooperados e está presente em todos os estados brasileiros e no Distrito Federal. Oferecendo serviços de conta corrente, crédito, investimento, cartões, previdência, consórcio, seguros, cobrança bancária, adquirência de meios eletrônicos de pagamento, dentre outras soluções financeiras, o Sicoob é a única instituição financeira presente em mais de 300 municípios. É formado por mais de 380 cooperativas singulares, 16 cooperativas centrais e pelo Centro Cooperativo Sicoob (CCS), composto por uma confederação e um banco cooperativo, além de processadora e bandeira de cartões, administradora de consórcios, entidade de previdência complementar, seguradora e um instituto voltado para o investimento social. Sua rede de atendimento físico é a terceira no Sistema Financeiro Nacional, com mais de 3 mil pontos de atendimento. Acesse www.sicoob.com.br para mais informações. (Imprensa Sicoob)

 

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to LinkedIn

Últimas Notícias